sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

Jair Bolsonaro confirma por meio do twitter arrendamento de três áreas do Porto de Cabedelo e investimentos de R$ 71,5 mi


A @portosdobrasil via governo federal vai realizar o arrendamento de 10 áreas portuárias no 1º semestre de 2019, incluindo 3 terminais do Porto de Cabedelo/PB. Os leilões de 4 dessas áreas acontece em 22/03. Saiba + sobre os investimentos previstos: http://bit.ly/2SSdwt5 



porto de cabedelo - Jair Bolsonaro confirma arrendamento de três áreas do Porto de Cabedelo e investimentos de R$ 71,5 mi
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) confirmou, na tarde desta quinta-feira (14), o arrendamento de três áreas do Porto de Cabedelo destinadas à movimentação e armazenagem de combustíveis. O Governo Federal pretende gerar um investimento de R$ 71,5 milhões com a operação. O presidente fez a confirmação do arrendamento por meio de seu perfil oficial na rede social Twitter, mas o  edital com os detalhes do arrendamento já havia sido publicado no Diário Oficial da União de 30 de novembro, durante a transição.
“A @portosdobrasil via governo federal vai realizar o arrendamento de 10 áreas portuárias no 1º semestre de 2019, incluindo 3 terminais do Porto de Cabedelo/PB”, escreveu o presidente. O leilão das três áreas do Porto de Cabedelo está previsto para acontecer no dia 22 de março. As empresas terão até o dia 19 do mesmo mês para inscreverem suas propostas. De acordo com o Governo Federal, vencerá o edital a empresa que oferecer o maior valor de outorga, que começará em R$ 1,00.
info MTPA terminaisportuarios v2 - Jair Bolsonaro confirma arrendamento de três áreas do Porto de Cabedelo e investimentos de R$ 71,5 mi
Detalhes do arrendamento

De acordo com o que foi divulgado pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, O arrendamento oferecido pelo Governo Federal abrange três áreas do Porto de Cabedelo e terá validade de 25 anos. As três áreas que farão parte das concessões são denominadas de AE-01, AE-10 e AE-11. A área denominada AI-01 tem 18.275 m² de extensão. Essa área foi classificada como ‘brownfields’ (campo marrom), termo usado para nomear terrenos com instalações ociosas, abandonadas e com condições precárias de funcionamento.  O Governo Federal não anunciou o valor do arrendamento dessa instalação, mas divulgou que vai exigir das empresas investidoras um mínimo de 19 mil toneladas de capacidade estática de armazenagem.
A área AE-10 possui 18.344 m² e previsão de investimento de R$ 36,5 milhões. Para o atendimento da capacidade estática de armazenagem estão previstos investimentos em tanques de aço-carbono de telhado fixo sem fundação, e de uma estação de descarga e de carregamento. Já a área denominada de AE11 possui 20.465 metros quadrados e apresenta capacidade estática de 12.962 m² com previsão de aumento para 31.288 m2 após os melhoramentos na estrutura. Estão previstos investimentos de tanques de aço-carbono de telhado fixo sem fundação, de uma estação de descarga e de uma estação de carregamento. A previsão de investimentos nessa área é de R$ 35 milhões.

Conceito de arrendamento

O arrendamento é uma operação contratual na qual o setor público cede um fator de produção, a exemplo de um porto,  para ser explorado por uma determinada empresa, na maioria das vezes privada. Como contra-partida, o Governo exige a geração de lucros e investimentos no setor. No caso do Brasil, o Governo Federal espera obter um impacto positivo na economia do país e uma melhora significativa na eficiência dos portos após a realização dos arrendamentos.

Avante, DEM, PR, PPS e PRB, criam bloco parlamentar independente dentro da base de sustentação do governo na ALPB

Em publicação na edição desta sexta-feira (15), no Diário do Poder Legislativo, os partidos Avante, DEM, PR e PRB, anunciaram que formaram um bloco parlamentar independente dentro da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). A intenção dos parlamentares desse bloco é ter direito a votos nas Comissões Temáticas na Casa de Epitácio Pessoa, dividindo a base do governo João Azevêdo.
De acordo com a publicação, o bloco é formado pelo seu líder, deputado Junior Araújo (Avante), sendo o 1º vice-líder Felipe Leitão (DEM) e o 2º vice-líder Caio Roberto (PR). Fazem parte também do bloco os deputados Tião Gomes (Avante), Genival Matias (Avante), Taciano Diniz (Avante), Bosco Carneiro (PPS), Dr. Érico (PPS) e Nabor Wanderley (PRB), somando 9 deputados.
A criação do “bloquinho” como está sendo chamado é uma “rebelião” dos partidos que não aceitam ser liderados pelo deputado Wilson Filho (PTB), líder do blocão formado pelo PSB, PTB, PC do B, Rede e Podemos (que soma 15 deputados).
Um oficio foi encaminhado no último dia 06 de fevereiro e despachado pelo presidente da Casa, Adriano Galdino. Confira, ao lado, na íntegra o documento:

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Presos em JP por pedofilia possuíam mais de 500 fotos e vídeos de crianças de 3 a 12 anos

Vítor Soares, Delegado Regional de Combate ao Crime Organizado concede entrevista coletiva na Sede da PF
A Polícia Federal prendeu em flagrante dois homens, de 21 e 32 anos, na manhã desta quinta-feira (14) em diferentes bairros de João Pessoa. Os acusados, que ainda não possuíam passagens pela polícia, detinham em seus computadores e celulares mais de quinhentos vídeos e fotos de crianças de três a doze anos. Os detidos estão na PF e passarão por audiência de custódia na próxima quinta-feira. Vítor Soares (foto), Delegado Regional de Combate ao Crime Organizado concedeu entrevista coletiva na Sede da PF
As investigações da operação, intitulada Salva Guarda, estavam ocorrendo há cerca de oito meses e outras ações devem ser realizadas ainda no primeiro semestre de 2019. Salva Guarda significa proteção conferida por instituição. Apesar de já estarem presos por posse e disseminação de material pornográfico, os homens com continuam sendo investigados e podem responder em liberdade. Somadas, as penas poderão chegar a dez anos de reclusão.
A operação contou com a participação de dez policiais federais, sendo realizado o cumprimento de dois mandados de busca e apreensão nas residências dos investigados, que culminou com a prisão em flagrante de uma pessoa.

Jovem Itaporanguense se reúne com secretária executiva de Estado da Juventude visando implementação de ações no Vale do Piancó

O jovem itaporanguense Felipe Barbosa foi recebido, nesta quarta-feira (13), em João Pessoa, pela secretária executiva de Estado da Juventude, Priscilla Gomes, oportunidade em que ele reivindicou ações da pasta para serem implementadas na região do Vale do Piancó. O encontro aconteceu na Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer, localizada no Centro Administrativo do Estado.
De acordo com Felipe, a secretária foi bastante solicita sobre o tema tendo a mesma abordado sobre várias ações como o "Empreender Juventude", que é uma linha de crédito destinada aos jovens da Paraíba com estímulo ao empreendedorismo. Felipe, por sinal, recebeu contatos de várias lideranças do PSB, sendo convocado para liderar a Juventude do partido na região do Vale do Piancó. Tema, que segundo ele, será discutido no Congresso da Juventude do PSB, agendado para acontecer em março próximo, em João Pessoa. 

Galdino confirma conversas para Lindolfo voltar à ALPB; manobra requer a licença de um deputado eleito e a convocação de um suplente

A informação de que Lindolfo Pires (Podemos) poderá assumir cadeira na ALPB circula nos corredores da Casa. Indagado sobre o assunto, ontem, o presidente da Casa o deputado Adriano Galdino (PSB) confirmou que existem especulações nesse sentido.“Eu ouvi conversas sobre essa possibilidade, mas ainda não chegou a mim nada de oficial sobre isso”, disse.
A operação para que Lindolfo Pires assuma o mandato, ele que é o segundo suplente da coligação ‘A Força do Trabalho II’ (PSB, PTB, PRB, Podemos, PDT, PCdoB e PRP), requer a licença de um dos deputados eleitos, que poderá ser Inácio Falcão (PCdoB), e a convocação do primeiro suplente, Jutay Menezes (PRB), para um cargo no governo.

João Azevêdo nomeia ex-prefeita de Conceição, Vani Braga como assessora em seu gabinete

O Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (14), traz a nomeação da ex-prefeita de Conceição,Vani Braga, irmã do ex-governador, Wilson Braga. Ex-deputada, Vani foi nomeada para ocupar cargo de assessora no gabinete do governador João Azevêdo (PSB). Além de ex-prefeito de Conceição, ela também foi deputada estadual na década de 80.

Ministra da Agricultura vem à Paraíba visitar usinas de açúcar e cooperativas de caprinos e bovinos

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, estará na Paraíba no próximo fim de semana. Ela cumpre agenda em quatro estados do Nordeste (Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba), a partir desta quinta-feira (14), para conhecer de perto projetos que têm apoio do ministério na região, de produção de frutas, flores, camarões e pescado, além da caprinocultura e da produção de aves e ovos. Ela também vai obter informações sobre a questão fundiária na região.
Na Paraíba, ela irá visitar usinas processadoras de açúcar e álcool e uma cooperativa de couro de caprinos e bovinos. De acordo com a agenda divulgada pelo Ministério da Agricultura, Tereza Cristina chega à Paraíba no sábado (16) e estará nas cidades de Santa Rita, Campina Grande e Cabaceiras. Ela irá viajar até a Usina Japungu, no município de Santa Rita, integrante de um grupo de cinco usinas processadoras de açúcar e álcool (anidro e hidratado). Depois, a ministra irá se reunir com lideranças dos produtores. No fim da tarde, a ministra viajará para Campina Grande, e de lá se deslocará a Cabaceiras.
No domingo (17), o encerramento das visitas técnicas será na Cooperativa dos Curtidores e Artesãos em Couro Arteza, de Cabaceiras. Fundada há 14 anos, a cooperativa trabalha a pele dos caprinos usando processo de curtimento vegetal, um dos melhores do país, que praticamente não gera odor. A cooperativa também processa couros de origem bovina (10% da sua produção). A ministra também vai conhecer a Cooperativa dos Caprinobovinocultores de Cabaceiras e Região antes de regressar a Brasília.

Ex-prefeito de Boa Ventura consegue perfuração de poços artesianos para a zona rural do município

O ex-prefeito de Boa Ventura, Miguel Estanislau Filho, conhecido com Miguelzinho, esteve, no último final de semana, na comunidade Catolé, zona rural do município, onde foram entregues poços artesianos, perfurados a partir de sua atuação política, para sanar o problema do abastecimento d’água da localidade.
Miguelzinho estava acompanhado do ex-vereador Clerio Alves, que é esposo da vereadora Livoneide Pinto. Em contato com lideranças da comunidade, o ex-prefeito enfatizou que abastecimento de água é umas das principais mazelas do semiárido nordestino e atitudes como esta podem mudar a vida das pessoas, sobretudo as mais carentes. A água também será extremamente importante para o consumo animal na comunidade.  
“Ter acesso à água limpa, potável é um direito humano e sinônimo de saúde. Graças a Deus os poços tiveram uma ótima vazão, superior a cinco mil litros de água por hora. Com esta importante ação, várias pessoas foram beneficiadas com água, o que proporciona uma melhor qualidade de vida para os moradores da comunidade rural do Catolé”, afirmou 
O ex-prefeito ressalta também que, apesar de estar sem mandato político, jamais deixará de defender os interesses do povo de Boa Ventura e lutar para levar cada vez mais benefícios para toda a cidade, sobretudo nas áreas de saúde, infraestrutura, educação e agricultura. Como exemplo da sua atuação, Miguelzinho lembra o trabalho que vem realizando nos últimos anos para prestar apoio na área de saúde à população mais carente de Boa Ventura, com auxílio em tratamentos médicos nos principais centros urbanos da Paraíba.
Fontes ligadas ao ex-prefeito ressaltam que, com esse trabalho, Miguelzinho se fortalece para a disputa das eleições municipais de 2020.

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

CNN Brasil pode ameaçar liderança da Globo e vai contratar 400 jornalistas - muitos dos quais ex-globais...

(da esq. para dir.) O deputado federal Eduardo Bolsonaro, jornalista Douglas Tavolaro, o presidente Jair Bolsonaro e o empresário Rubens Menin - Divulgação
Foto: Deputado Eduardo, Tavolaro, Bolsonaro e Menin...
Com o lançamento da CNN Brasil, o maior mercado televisivo de notícias da América Latina será impactado pelo surgimento de um novo e poderoso elemento em um território dominado pela Globo News. A CNN Brasil vai compartilhar a mesma marca da rede nos Estados Unidos, pioneira na transmissão de notícias 24 horas por dia, mas funcionará com licença própria, operada e atendida por brasileiros, seguindo o modelo da CNN Turquia e CNN Indonésia.
Em um comunicado divulgado há duas semanas, Rubens Menin, o brasileiro bilionário do setor da construção civil (dono da Construtora MRV Engenharia e do banco Inter) que financia a CNN Brasil, anunciou que o novo canal será administrado por Douglas Tavolaro, que até agora era o número dois da divisão de notícia da TV Record. Menin e Tavolaro foram recebidos pelo presidente Bolsonaro (dias antes da cirurgia) no Palácio do Planalto, para tratar do lançamento do novo canal de notícias.
Desde que Bolsonaro foi eleito, Menin se mostrou um grande partidário do presidente, apoiando sua agenda econômica liberal. O histórico dos fundadores levantou questões sobre a possibilidade de a CNN Brasil ser outra ferramenta de mídia da igreja Universal ou se adotará uma linha semelhante à Fox News nos Estados Unidos – que apresenta reportagens e comentários fortemente favoráveis ao presidente Donald Trump, com quem Bolsonaro é frequentemente comparado.

A força da CNN Brasil 

O americano Jeff “Amazon” Bezos poderia comprar a “Folha de S. Paulo”? Só em parte. No Brasil nenhum grupo estrangeiro pode adquirir mais do que 30% de um meio de comunicação. Daí a possibilidade de “laranjas”. A lei precisa mudar, pois o capital externo pode contribuir para melhorar a imprensa patropi e, sobretudo, para torná-la menos infensa ao controle de políticos.
O jornalista Douglas Tavolaro, ex-vice-presidente de Jornalismo da TV Record, e o Rubens Menin, dono da Construtora MRV Engenharia e do Banco Inter — o primeiro entra com o trabalho e o segundo, com o dinheiro —, vão colocar no ar, em 2019, a CNN Brasil. Trata-se de uma parceria e não há evidência de que Tavolaro e Menin — que tem recursos financeiros suficientes — sejam laranjas dos americanos.
evaristo sergio e carla
Foto: Evaristo Costa, Sérgio Aguiar e Carla Vilhena, são possíveis apostas...
A CNN Brasil pretende contratar cerca de 400 jornalistas — o que sinaliza que vai cobrir ao menos a América do Sul. Para vice-presidente de Conteúdo, Tavolaro contratou Américo Martins, ex-diretor de Jornalismo da BBC para a Europa e Américas. “Ajudar a lançar a CNN Brasil é um privilégio para qualquer jornalista. Trata-se de uma das marcas mais importantes e com maior credibilidade no jornalismo mundial. Esse projeto é muito importante para a renovação da imprensa no Brasil e é um orgulho participar desse desafio”, afirma o profissional.
A CNN Brasil deve mesclar jornalistas experimentados com profissionais jovens mas com alguma experiência em televisão. Como a TV Globo está rescindindo contratos e alguns repórteres-apresentadores deixaram a empresa espontaneamente — como Mara Luquet e Alexandre Garcia —, a oferta de bons profissionais não é pequena.

Grande audiência

A Rede Globo continua desfrutando de enorme popularidade, com cerca de 100 milhões de espectadores por dia, em grande parte graças a suas novelas. Comparando com a CBS, a rede mais assistida nos Estados Unidos, que tem cerca de 9 milhões de espectadores por dia em seu horário nobre, é possível ver o potencial das redes de televisão no Brasil.
A CNN nos Estados Unidos tem cerca de um milhão de espectadores por dia. A rede de notícias é de propriedade da Turner Broadcasting System, que pertence à gigante das telecomunicações AT&T. Os Estados Unidos têm 325 milhões de habitantes, contra 210 milhões no Brasil.
Tavolaro afirmou que a marca CNN dará prestígio à operação. “Estamos confiantes de que o público e o mercado vão adotar a CNN no Brasil”, concluiu

Presidente da FAMUP participa de encontro com deputados e senadores em Brasília

O presidente da Famup, George Coelho, participou nesta quarta-feira (13), em Brasília, de um café da manhã com deputados e senadores. O evento foi promovido pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM). O encontro faz parte das atividades preparatórias para a XXII Marcha dos Prefeitos a Brasília. A atividade será realizada entre os dias 8 a 11 de abril e visa defender a aprovação de várias matérias de interesse das prefeituras. 
Entre as pautas principais constam a liminar do STF (Supremo Tribunal Federal) que derrubou a proposta que beneficia os municípios com a cobrança do ISS (Imposto sobre Serviço) no local onde são realizadas as transações com cartão de crédito, os royalties do petróleo e o aumento de 1% no repasse do FPM (Fundo de Participação dos Municípios).

Manoel Ludgério diz que é oposição, mas afirma ter boa relação com governador...

Resultado de imagem para deputado manoel ludgério
Dado como adesão à base governista, o deputado estadual Maneol Ludgério (PSD) tem negado que seja um aliado do governo na Assembleia Legislativa. Ele não negou que vá votar em matérias do governo, mas disse que não dará sustentação política ao governador.
De olho na disputa pela Prefeitura de Campina Grande, Ludgério tem dito que não será liderado pela oposição, nem pela situação, mas pelo povo, ou seja: ele tem argumentado que vai votar nas matérias que forem boas para sua base eleitoral. 
Sobre a CPI da Cruz Vermelha, ele já adiantou que não vai assinar o pedido. (Por Ecliton Monteiro)

Reunião da CNM: Proposta que permite inexigibilidade de licitação para contratar advogado entra na pauta prioritária dos municípios

O Projeto de Lei 10980/18, em tramitação na Câmara Federal, que objetiva permitir a inexigibilidade de licitação para contratação de serviços jurídicos pela administração pública entrou na pauta das prioridades dos municípios brasileiros. O tema foi sugerido pelo presidente da Federação das Associações de municípios da Paraíba (Famup), George Coelho, atendendo solicitação da Associação Paraibana da Advocacia Municipalista (APAM).
A definição saiu na reunião do Conselho Político da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), nesta terça-feira (12), em Brasília. Pela proposta, os serviços do advogado são, por natureza, técnicos e singulares se for comprovada a notória especialização. “Advogados, contadores e prefeitos estão sendo perseguidos e penalizados na Paraíba. Os gestores não têm o direito de contratar profissionais para cargos de confiança, pois são alvo de ação de improbidade. Queremos a ajuda do CNM para resolver esse problema e pedir apoio dos deputados para que essa matéria seja aprovada”, destacou George.
O texto, do deputado Efraim Filho (DEM-PB), tramita na Câmara dos Deputados. O PL define a notória especialização nos mesmos termos que a Lei de Licitações (Lei 8.666/93): quando o trabalho é o mais adequado ao contrato pela especialidade decorrente de desempenho anterior, estudos, experiência entre outros requisitos. A lei fala que a licitação é inexigível em casos em que a competição é impossível, como quando é requerida notória especialização para realização do contrato. O projeto altera o Estatuto da Advocacia (Lei 8.906/94). “A atividade advocatícia não pode ser taxada como comum, ordinária ou singela em nenhuma hipótese. A ausência de previsão legal expressa tem levado a interpretações que acabam por ferir o livre exercício profissional, as prerrogativas”, disse Marco Villar, presidente da APAM.
Tramitação – A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. O relator da matéria é o deputado Hugo Motta (PRB), que já se posicionou favorável à aprovação do projeto.

Daniella quer que Senado volte a discutir criminalização do aborto

Resultado de imagem para senadora daniella
A líder do PP, senadora Daniella Ribeiro (PP-PB) se manifestou, na sessão da tarde desta terça-feira (12), do Senado Federal, favorável ao desarquivamento do Projeto de Emenda Constitucional (PEC) 29/2015, que proíbe o aborto. A decisão foi no plenário durante a votação do requerimento do senador Eduardo Girão (Podemos-CE), que propõe devolver a proposta para tramitação no Senado.
A PEC 29 altera a Constituição Federal para acrescentar no art. 5º, a explicitação inequívoca da inviolabilidade do direito à vida, desde a concepção. “A grande maioria das mulheres é contra o aborto e a favor da vida desde a concepção. Mas essa é uma discussão que faremos depois”.
Segundo ela, é importante devolver, agora, o tema para o Senado. O Supremo Tribunal Federal (STF) concentrou os debates e pretende colocar em votação, no dia 22 de maio, a ação que discute a possibilidade de aborto no caso de gestante infectada pelo vírus da zika. Durante a reunião de líderes, no início desta tarde, na casa do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, a senadora também acertou que o Progressistas presidirá a Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado, a ser presidida pelo senador Vanderlan Cardoso (PP-GO).

Julian se reúne com deputados de oposição e se coloca como “ponte” entre bancada e Governo Federal

O deputado federal Julian Lemos (PSL) foi convidado por deputados de oposição para participar de uma reunião, segunda-feira (11), na Assembleia Legislativa, para tratar das estratégias de enfrentamento da bancada em relação à Operação Calvário, que denuncia desvio de recursos do Hospital de Trauma em João Pessoa.
Lemos se colocou com elo entre os interesses da bancada oposicionista contra o governo do PSB, sobretudo, contra o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), principal adversário do governo do presidente Jair Bolsonaro no estado. A ideia é que haja uma sincronia de ações da oposição na Paraíba e o mandato de Julian Lemos em Brasília.
Conhecido como linha dura e inegociável em seus princípios, o parlamentar tem sido o principal porta-voz de Bolsonaro na Paraíba e opositor a Ricardo, centrando críticas ao socialista em relação aos escândalos na Saúde, através das Organizações Sociais e também às denúncias no Programa Gol de Placa em que o ex-governador é citado no esquema de manipulação de resultados no futebol paraibano.

Deputada Pollyana Dutra adverte para perigo de “inchaço” da base de Azevedo

Resultado de imagem para poliana dutra deputada
A deputada estadual Pollyana Dutra (PSB) ponderou, ontem (12), em declarações, quanto ao risco de o governador João Azevedo (PSB) vir a ter “dor de cabeça” com um possível aumento da bancada de sustentação na Assembleia Legislativa dos atuais 22 parlamentares para possivelmente 25. Pessoalmente, a socialista revela que o ideal seria manter os atuais aliados que estiveram juntos desde a campanha eleitoral do ano passado e que garantiram a vitória do projeto socialista. Em todo caso, a deputada concedeu que todo gestor quer garantir a governabilidade. “Quanto mais deputado, melhor, mas é preciso fazer uma triagem para evitar problemas de acomodação”, disse a representante de Pombal numa entrevista à TV Correio, no programa “Correio Debate”.
Na condição de integrante do PSB, Pollyana afirmou que a sua experiência com o projeto e com ações empreendidas há muito tempo dentro do grupo socialista dá-lhe condições para exercer uma mediação mais fácil entre Assembleia Legislativa, governo do Estado e sociedade. “Esses cristãos novos que estão chegando agora não detêm a mesma facilidade. Eles terão que compreender o governo. Mesmo assim, são bem-vindos”, obtemperou Pollyana, dando uma no cravo e outra na ferradura. A parlamentar frisou que uma de suas batalhas será pela garantia de saúde pública de qualidade na região do Alto Sertão, onde ela tem bases fixadas.
"Vivemos, na gestão do PSB, melhorias nos indicadores de saúde na minha região. Nós conseguimos reduzir a mortalidade infantil com essa parceria que fizemos com o Estado, além de reduzirmos as mortes causadas por doenças cardíacas. Desse ponto de vista, as políticas do SUS foram benéficas no atendimento público na nossa região. Mas precisamos melhorar esse patamar”, frisou. Pollyana Dutra defendeu a necessidade de busca de alternativas para assegurar o atendimento aos mais de um milhão de sertanejos. “Não sou contra, de forma alguma, á construção de hospitais em João Pessoa e Campina Grande. Mas pleiteio a extensão desses benefícios em proveito das comunidades da região sertaneja, que é tão carente”, acentuou.
Pollyana Dutra descartou a possibilidade de concorrer à prefeitura de Pombal na eleição do próximo ano. “Nós não chegamos, sequer, a discutir as questões inerentes ao mandato de deputada estadual, por isso não podemos precipitar especulações sobre pleitos vindouros. A minha terra garantiu-me mais de 10 mil votos e é natural que eu procure acompanhar as tratativas políticas ali desenvolvidas. Estamos organizando um bloco de oposição para lançar o nome que estiver mais bem preparado parra a disputa em 2020”, arrematou. (com Os Guedes)

Licitação na Prefeitura de Guarabira gera confusão e Polícia é chamada para conter os manifestantes

Um pregão da Prefeitura de Guarabira para definir a empresa vencedora de licitação com vistas ao fornecimento de serviços gráficos terminou em confusão, nesta segunda (11). A Polícia Militar foi acionada para conter o tumulto que se formou entre empresários e servidores públicos.
De acordo com alguns dos empresários presentes, às 8 horas da manhã, no prédio da prefeitura, os interessados na concorrência foram surpreendidos com a informação de que a licitação já tivera ocorrido, sendo vencida pela Gráfica Futura, com sede na cidade. Após a informação, começaram os protestos dos representantes das empresas, uma vez que não presenciaram nem participaram do pregão, embora tenham chegado no horário definido pelo edital.
Em meio às acusações de direcionamento da licitação, o que é crime previsto em lei, os servidores da prefeitura acionaram a Polícia Militar, que esteve no local para acalmar os ânimos. Até agora, o prefeito Zenóbio Toscano (PSDB) não se manifestou sobre a confusão nem a respeito da denúncia de que a licitação foi direcionada em favor da Gráfica Futura.

Ex-prefeito Netinho diz que enfiou 23 milhões no rabo do prefeito Emerson Panta...

O ex-prefeito Netinho, de Santa Rita, chamou o prefeito Panta para o ringue, através de desafio postado nas redes sociais. Acuado por boatos que, segundo Netinho, são espalhados por determinação de Panta, a seu respeito, foi no gogó do seu rival: "Tire bastante graça com minha cara, eu não tenho o que perder”.
Ele manda o prefeito e seus assessores “se fuder”, diz que ele, o prefeito, não tem coragem pra falar e fica mandando uma meia dúzia de babões fazer o serviço por ele e termina mandando todo mundo ir pra merda.
Mas a Canindé, a quem identifica como o serviçal do prefeito encarregado de espalhar boatos a seu respeito, Netinho reserva uma informação toda especial: – Dos 43 milhões que vocês dizem que andei espalhando, 20 milhões eu enfiei no teu rabo e os outros 23 milhões, no rabo do teu patrão.”

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Alcolumbre anuncia distribuição de comandos das comissões e MDB comandará a mais importante do Senado

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), anunciou nesta terça-feira (12) a distribuição da presidência das comissões temáticas da Casa. O anúncio foi feito após reunião de líderes na residência oficial da Presidência do Senado. Segundo o presidente, o MDB ficará com a presidência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), considerada a comissão mais importante da Casa. 
Além da CCJ, o MDB também comandará a Comissão Mista de Orçamento do Senado, colegiado composto por deputados e senadores e responsável por analisar projetos orçamentários da União, como o Plano Plurianual, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Lei Orçamentária Anual (LOA). Outra comissão que ficará sob comando do MDB será a de Educação. Dois partidos comandarão duas comissões cada no Senado: PSD e PSDB. 
De acordo com Alcolumbre, o PSD ficará com as comissões de Assuntos Econômicos (CAE) e de Relações Exteriores (CRE). Já o PSDB terá o comando das comissões de Desenvolvimento Regional (CDR) e de Fiscalização e Controle (CFC). A escolha dos presidentes de cada comissão se dará, segundo Alcolumbre, por “aclamação”, já que houve acordo entre os líderes para a composição do comando dos colegiados.
“Hoje nessa reunião, em mais uma reunião de discussão das composições, se chegou a um consenso na votação das 13 comissões do Senado Federal no dia de amanhã. Já estou encaminhando para os líderes, para que eles possam fazer, não só os líderes, mas o bloco, a indicação dos seus membros em todas as comissões pra que a gente possa fazer amanhã, não a votação, mas a aclamação dos presidentes e vice-presidentes das 13 comissões do Senado”, disse Alcolumbre.

Veja abaixo como ficará a distribuição do comando das comissões no Senado:

MDB: comandará as comissões de Constituição e Justiça; Educação; e mista de Orçamento;

PSD: presidirá as comissões de Assuntos Econômicos e de Relações Exteriores;

PSDB: com as comissões de Desenvolvimento Regional e de Fiscalização e Controle;

PT: com a Comissão de Direitos Humanos;

Rede: com a Comissão de Meio Ambiente;

PSL: com a Comissão de Agricultura;

DEM: com a Comissão de Infraestrutura;

Podemos: com a Comissão de Assuntos Sociais;

PP: com a Comissão de Ciência e Tecnologia;

PRB e PSC: se revezarão na Comissão Senado do Futuro.

Ex-prefeito de Santa Luzia denuncia boicote do atual gestor, em Concurso Público.

O ex-prefeito Ademir Morais (PSDB), de Santa Luzia, denuncia suposto “boicote”, pós-concurso, realizado no município ainda quando ele era gestor em 2015. Ademir disse que todos os trâmites do certame foram realizados dentro da legalidade e a UEPB foi a responsável pela condução do concurso que aprovou candidatos em um prazo de validade de dois anos prorrogáveis. Porém, o que se vê no município atualmente é o “inchaço” da folha de pagamento por conta da contratação descontrolada praticada pelo o atual prefeito José Alexandre de Araújo, Zezé (MDB), segundo o ex-prefeito.
Ademir alega que o atual prefeito vem contratando pessoas desordenadamente e desrespeitando o concurso realizado no município. O ex-gestor também criticou a forma como o atual prefeito vem conduzindo os trabalhos administrativos e disse que no seu governo havia comprado um veículo de uso exclusivo para o Centro de Referência da Mulher, porém Zezé desastrosamente determinou que esse mesmo veículo fosse removido para outra secretaria, deixando, no entanto, o Centro de Apoio a Mulher sem carro e sem motorista.
Morais também denunciou que, mesmo sem ter vaga de motorista e diante da remoção do veículo, o prefeito convocou para realização de prova prática 7 (sete) pessoas para disputar o cargo no Centro de Referência da Mulher. Ele não descartou a possibilidade de o atual prefeito Zezé está planejando um boicote dentro do recrutamento dos contratados, a fim de que um parente próximo da esposa seja agraciado com um dos cargos oferecidos. Ele disse que formulará queixa-crime junto ao Ministério Público, caso as supostas irregularidades forem comprovadas.
Ademir governou Santa Luzia por 4 (quatro) mandatos: 1983/1988, 2000/2004, 2009/2012 e 2013/2016. (com Mário Frade)

Adriano Galdino dia que vai implantar Assembleia Itinerante após volta ao trabalho

Suspensas por 15 dias, as sessões da Assembleia Legislativa da Paraíba só devem voltar a funcionar na terça-feira (19). Enquanto a obra não termina, a política não para. Foi o que mostrou o presidente Adriano Galdino (PSB) em entrevista para a Caturité. Como novidade para a gestão, o deputado anunciou a implantação do projeto ‘Assembleia Itinerante’. A ação vai levar sessões da Casa “para a Paraíba afora”. Assim, segundo ele, as pessoas vão poder conhecer melhor como funcionam os trabalhos legislativos.
Com a medida, o deputado afirma o desejo de estimular a população a participar mais ativamente da política paraibana. “Vamos abrir a Assembleia para o povo. Para que o povo possa, junto com os deputados, discutir a Paraíba, seus problemas e suas soluções”, sublinhou o deputado. Em comentário sobre o governo João Azevêdo (PSB), o presidente reafirmou: “Sou amigo, sou correto e sou leal, mas quem me conhece sabe que eu não sou subserviente a ninguém”. O deputado reassegurou ainda a governabilidade para o mandato de Azevêdo.
“Também seremos harmônicos com os demais poderes e instituições legais, como o Ministério Público, Tribunal de Justiça, Tribunal de Contas, Defensoria Pública, entre outros”, disse. Se depender dele, assegura que será reativada a Comissão Interpoderes na Assembleia para “discutir a Paraíba”. Sobre a ameaça da oposição de que vai pedir a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o caso da Cruz Vermelha, Galdino diz que aguarda. Se houver requerimentos, ele garante que vai “analisar conforme o regimento da Casa”.
Na entrevista, o deputado falou também sobre Pocinhos, onde fez sua carreira política. Na cidade, o prefeito foi cassado em 1ª instância, mas recorreu contra a decisão. “Foi uma eleição fraudada. Houve compra de voto. Houve manipulação. Estamos confiantes de que teremos novas eleições”, afirmou.