Em respeito à justiça eleitoral os comentários estão temporariamente desativados.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Depois de CG e Patos, TRE aprova envio de tropas federais para Pombal e Cajazeirinhas devido parcialidade da PM...

Denúncias de parcialidade da Polícia Militar, compra de votos e atos de violência levaram o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) aprovar, por unanimidade, o envio de tropas federais para os municípios de Pombal e Cajazeirinhas. O pedido foi feito pela juíz da 31ª Zona Eleitoral de Pombal, que advertiu sobre a necessidade do reforço policial para as duas cidades. As denúncias sobre a suposta parcialidade da PM diz que a ação de policiais nas cidades estaria beneficiando a coligação 'A Força do Trabalho', encabeçada pelo governador e candidato à reeleição, Ricardo Coutinho (PSB).
A magistrada, em seu pedido, alegou que houve um acirramento nas localidades que chegou a provocar um toque de recolher para evitar problemas mais sérios durante o primeiro turno. Segundo os ofícios enviados pela juíza para o TRE e citados pelo relator, juiz Breno Wanderley, as denúncias também englobam a prática de boca de urna, propaganda irregular, ameaças e intimidações, além de atos de violência denunciados pelo deputado Janduhy Carneiro.
Conforme o relato do juiz relator do processo, o caso é um dos mais preocupantes já analisados nessas eleições, porque, segundo os ofícios, houve muitos incidentes em Pombal e e Cajazeirinhas que resultaram no reconhecimento da própria Polícia Militar de suas limitações. “Denunciaram parcialidade da polícia quando se tratava de coligação situacionista, fator preocupante tendo em vista o histórico de acirramento comum a grandes cidades e em outras eleições foram deferidas tropas para Pombal. Soma-se a isso ilícitos detectados pela juíza que podem aumentar ante a disputa ferrenha mostrada pelas pesquisas”, disse o juiz Breno Wanderley que deferiu o pedido e foi seguido pelos demais membros da Corte.
O TRE já deferiu pedido para as cidades de Campina Grande e Patos, que também terão o reforço das tropas federais.

Ex-presidente da CMJP Severino Paiva promete empenho para garantir a Cássio uma votação mais expressiva neste segundo turno na capital...

Já o ex-presidente Severino Paiva, da Câmara Municipal de João Pessoa, conhecido como Professor Paiva, garantiu empenho total neste segundo turno para eleger o senador Cássio Cunha Lima (PSDB). Segundo ele, Cássio representa a esperança de acabar de vez com as más práticas políticas e a perseguição imposta pelo governador Ricardo Coutinho (PSB), que pleiteia à reeleição
- Estamos trabalhando com afinco para ajudar na eleição de Cássio. Ele é o mais preparado para gerir o Estado e o único capaz de derrotar esse perseguidor que está governando a Paraíba. Estou fazendo minha parte para ajudá-lo – disse Paiva.
Com bases em vários bairros da Capital paraibana, Professor Paiva está trabalhando para garantir a Cássio uma votação ainda mais expressiva neste segundo turno. No pleito inicial, dos 965.397 obtidos pelo tucano na Paraíba, 135.977 foram só em João Pessoa. - A população de João Pessoa já percebeu que Cássio é o candidato com melhores propostas e tenho certeza que ele terá uma votação ainda mais expressiva no segundo turno – garantiu.

Dois vereadores e um suplente anunciam apoio à Ricardo Coutinho...

O governador Ricardo Coutinho (PSB) recebeu mais três apoios na cidade de Poço de José de Mora, nesta segunda-feira (20). Trata-se dos vereadores Chico Canuto (PTB) e Joaquim Paulo (PP) e o suplente Jailson Batista (PTB).
Intermediada pelo ex-prefeito de Cajazeiras, Carlos Antônio (DEM), coordenador da campanha de Ricardo na região de Cajazeiras, as novas adesões foram articuladas, em conjunto, pelas forças de situação na cidade, liderada pela prefeita Aurileide Moura (DEM), e de oposição, que tem à frente o vereador Geraldinho (PTB). 

Procurador Geral de Justiça manda apurar "propinoduto" que envolve o irmão e quatro secretários do governador Ricardo Coutinho

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) abrirá investigação, por meio da Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade Administrativa (Ccrimp), para apurar o suposto esquema de pagamento de propina, flagrado pela Polícia Civil, em 2011, que envolve o irmão do governador do Estado e três auxiliares do Governo. A determinação foi do procurador-geral de Justiça, Bertrand Asfora (foto). Ele, inclusive, determinou que fosse apurado a suposta protocolização da denúncia ao MPPB naquele ano.
O MPPB, por meio da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), informou na tarde desta segunda-feira (20), que encaminhou ao Fórum de Servidores Públicos Civis e Militares do Estado da Paraíba as certidões com as informações solicitadas acerca da existência ou não na instituição de procedimento relacionado ao caso das denúncias de apreensão de dinheiro, no ano de 2011.
As certidões enviadas ao Fórum de Servidores são dos seguintes órgãos do MPPB: Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade Administrativa (Ccrimp), Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), Promotorias de Justiça do Patrimônio Público da Capital, Núcleo de Apoio às Promotorias criminais (NAAPC) e Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial (Ncap).

Justiça apreende veículo com propaganda ofensiva de RC contra Cássio

mandado
Por falar em veículo... no vale tudo do poder pelo poder, o juiz eleitoral Romonilson Alves Gomes, coordenador da 28ª Zona, está implacável em colocar ordem às vésperas da votação de segundo turno para o governo da Paraíba. Nesta segunda (20), o magistrado ordenou a apreensão do veículo F-4000, KLA 8197.
Estava a serviço da coligação “A Força do Trabalho”, encabeçada pelo governador reeleitoral Ricardo Coutinho (PSB). O “Mandato de Busca e Apreensão”, conforme cópia da decisão judicial, é clara e diz que “o veículo estava sendo usado para distribuir propaganda falsa contra o senador Cássio Cunha Lima (PSDB)”.
O juiz Romonilson Alves é o mesmo que pediu tropas federais para o segundo turno das eleições de Patos. O Tribunal Regional Eleitoral acatou de pronto.

Dupla aposta carro de luxo, ou R$ 118 mil, em resultado das eleições na Paraíba: Cássio Cunha Lima x Ricardo Coutinho

João Batista Alves de Lira e Alex Aurélio Dias dos Santos apostaram um veículo Toyota Hilux , ou cento e dezoito mil, baseado em suas opções políticas no segundo turno das eleições estaduais.
Defensor da candidatura de Cássio Cunha Lima (PSDB), João Batista revelou que já ganhou R$ 12 mil no primeiro turno, guando apostou que Pedro Cunha Lima (PSDB) seria o deputado federal eleito mais votado no estado, agora, João quer ganhar R$ 118 mil, caso o tucano vença a disputa.
Alex Auréliano está na torcida pela vitória de Ricardo Coutinho (PSB), caso o socialista vença, ele vai ficar com o veículo. A regra da aposta é que o vencedor será aquele que apostar no governador eleito. Registrada em cartório, os bens já estão sob custódia de um intermediador da aposta.

Acabou mistério: MP desmente governador e diz que Ricardo não enviou pedido pra investigar esquema de propina envolvendo irmão e secretários

Mensalão-forum-no-mp
Acabou o mistério. Pelo menos uma parte dele. A verdade é que, após pesquisar em vários órgãos internos, o Ministério Público do Estado respondeu ao Fórum dos Servidores da Paraíba não ter encontrado o pedido do governador Ricardo Coutinho, para investigar a denúncia de que quatro de seus auxiliares, incluindo seu irmão, Coriolano, fazia parte de um esquema de pagamento de propina…
O caso ficou mais conhecido como o propinoduto. Em sua resposta ao Fórum, o MPE revela ter consultado “a Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), a Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade Administrativa (Ccrimp), Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), Promotorias de Justiça do Patrimônio Público da Capital, Núcleo de Apoio às Promotorias criminais (NAAPC) e Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial (Ncap)”.
“Foi feito um levantamento minucioso nos setores competentes do Ministério Público, inclusive naqueles não informatizados, pelos responsáveis legais de cada órgão e estamos dando a resposta à solicitação do Fórum de Servidores dentro do prazo que estipula  a Lei de Acesso à Informação”, oficiou o procurador-geral Bertrand de Araújo Asfóra. Como se sabe, o governador Ricardo Coutinho alegou, em sua defesa, ter acionado o Ministério Público, em junho de 2011, para apurar a suspeita do esquema de pagamento de propinas a seus auxiliares. Agora, o MPE nega.

O vídeo – Vazou na Internet vídeo dos depoimentos ocorridos, na noite de 30 de junho de 2011, quando durante uma blitz, policiais detiveram uma Volkswagem Fox de placas DYE-5922, onde encontraram R$ 81 mil e alguns documentos que, supostamente, revelariam um esquema de pagamento de propina a quatro auxiliares do governador Ricardo Coutinho.
No vídeo é possível conferir o depoimento do motorista que conduzia o veículo. Durante seu depoimento, um dos investigadores indaga: “O que você estava fazendo com altos valores em dinheiro dentro do seu carro, estacionado?” Ele se recusou a informar o que estava fazendo com o numerário. O detalhe ficou consignado no boletim de ocorrência.
A detenção ocorreu nas proximidades da Favela Boa Esperança, onde havia uma lombada eletrônica. O dinheiro estava em pacotes de R$ 5 mil, com cédulas de R$ 50. Ainda no depoimento, o motorista afirmou que todo o dinheiro em referência era de propriedade de um advogado.

A denúncia – Em 30 de junho de 2011, durante a realização de uma blitz de rotina, os policiais mandaram um motorista parar para averiguações. De forma inesperada, ele tentou evadir-se, mas não conseguiu furar o cerco policial.
Dentro de um veículo, os policiais encontraram R$ 81 mil, em espécie. O dinheiro tinha sido sacado numa agência do Banco do Brasil, em Recife. Junto, os policiais encontraram um papel branco com as seguintes marcações: G – 28.000,00; L – 10.000,00; C – 39.000,00; Dra. Laura 4.000,00. Somando, totalizava precisamente… R$ 81 mil.
No curso das investigações, descobriu-se que “G” seria de Gilberto Carneiro (procurador geral do Estado, “L ” de Livânia Farias (secretária de Administração), “C” – Coriolano Coutinho (Irmão do governador) e Dra. Laura (Farias) da Sudema. Mas, então, aconteceu algo inexplicável e paranormal: o inquérito que deveria ser remetido ao Ministério Público, sumiu.
Confira a resposta do Ministério Público com as certidões… CasoPropinaRespostaMP

Comerciante condena perseguição contra prestadores nas repartições do estado em Itaporanga, patrocinadas pelo prefeito e o governador...

O comerciante Erisvaldo Caiana, popularmente conhecido em todo o Vale do Piancó por Caiana Celular, se dirigiu até os estúdios da Rádio Pedra Bonita para participar do Tribuna PB desta segunda-feira (20), oportunidade em que expressou toda sua indignação à perseguição que ve sofrendo em Itaporanga por parte do governador Ricardo Coutinho (PSB) e do prefeito Audiberg Alves (PTB), ambos que receberam apoio do próprio comerciante em suas respectivas eleições.
A indignação do comerciante se deu pelo fato de ter visto ontem, no debate da TV Correio, quando o governador Ricardo Coutinho afirmou não ter demitido nem perseguido. Caiana citou como exemplo a demissão de sua própria esposa, que prestava serviço no Hospital Distrital de Itaporanga e foi sumariamente perseguida pela atual direção sob determinação do prefeito, atendido pelo governo. Dezenas de ouvintes ligaram pra emissora para registrar outros casos.
"Não posso aceitar o governador Ricardo Coutinho dizer o que disse ontem no debate, que não demitiu nem perseguiu ninguém. Ele está mentindo por que eu sou o exemplo mais claro da perseguição política que acontece em Itaporanga. Assim como muitas outras pessoas, minha esposa foi demitida por que nós votamos em Cássio. E o voto não é livre? Agora, vir dizer que não persegue é mentir deslavadamente. Itaporanga tem assistido atos de perseguição como jamais visto em sua história. E olhe que eu fiz campanha para o prefeito e acabei desse jeito. Quantas e quantas outras pessoas ele não enganou. É só andar pelas ruas e registrar dezenas de casos", comentou.
"Só quero deixar claro que tenho como sobreviver por que trabalho. Tenho meu comércio, como toda região sabe. Muitas dessas pessoas que o prefeito colocou agora no estado foi só pra enganar, pra poder ganhar o voto, estão sendo enroladas. Não tenho inimizade com ninguém. Tenho muitos amigos que votam em Ricardo. O voto é livre. Agora jamais posso concordar quando dizem que não há perseguição. Mas Deus é maior do que tudo isso", disse Caiana.

Deputado Manoel Júnior solta o verbo e alfineta Veneziano e Vitalzinho

O deputado federal Manoel Júnior (PMDB) soltou o verbo, nesta segunda-feira (20), e falou sobre o processo de mudança de opinião de colegas do partido, que deixaram de lado o discurso de oposição e firmaram aliança com o PSB, do governador e candidato à reeleição, Ricardo Coutinho.
“Eu não mudei de lado. Continuo do mesmo lado. Eles que mudaram”, disparou Manoel Júnior durante entrevista à Rádio Correio Sat. O parlamentar alfinetou os irmãos Vital do Rêgo e os considerou os infiéis do partido. “Acho que infiel é aquele [Veneziano] que teve 78 mil votos e o irmão [Vital] teve 17 mil [em Campina Grande]”, falou.

Dataprev lança edital e abre concurso com 322 vagas para a Paraíba...

A Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev) divulgou edital de concurso público para 4.016 vagas em cargos de níveis médio e superior, sendo, destas, 322 para João Pessoa, na Paraíba, para o cargo de analista da tecnologia da informação. Todas as oportunidades são para cadastro de reserva. As remunerações vão de R$ 3.129,73 a R$ 6.395,39. Do total das oportunidades, 10% são para pessoas com deficiência e 20% são para negros e pardos.
As inscrições devem ser feitas pelo site www.quadrix.org.br no período de 20 de outubro a 17 de novembro. A taxa é de R$ 50 para nível médio e R$ 80 para nível superior. Além de João Pessoa, a oportunidades são para as cidades do Rio de Janeiro, Florianópolis, Fortaleza, Natal, São Paulo, Boa Vista, Macapá, Palmas, Porto Velho, Rio Branco, Aracaju, Salvador, Vitória, Belo Horizonte, Campos Grande, Cuiabá, Belém, Manaus, Goiânia, Curitiba, Porto Alegre, Maceió, Recife, São Luis, Teresina e Brasília.
A seleção será feita por meio de prova objetiva, prova discursiva e prova de títulos, somente para nível superior. As provas objetiva e discursiva serão aplicadas na data provável de 14 de dezembro. No ato da inscrição, o candidato deverá optar por uma das 26 capitais ou o Distrito Federal para realizar as provas. O concurso terá validade de 2 anos e poderá ser prorrogado, uma vez, por igual período.
Clique aqui para conferir o edital.

Ipespe/Jornal da Paraíba registra mais uma pesquisa de intenção de votos para ser divulgada no sábado, véspera de eleição...

O Jornal da Paraíba registrou mais uma pesquisa de intenção de votos para governador do estado no segundo turno das Eleições 2014 nesta segunda-feira (20). A divulgação da pesquisa está prevista para o próximo sábado (25), dia anterior ao pleito. Deverão ser entrevistados, pelo Instituto de Pesquisas Sociais Políticas e Econômicas (IPESPE), 1.500 eleitores entre os dias 23 e 24 de outubro. Esta é a segunda pesquisa registrada a ser feita pelo IPESPE para o segundo turno.
A área física de realização da pesquisa é o conjunto dos seguintes municípios do Estado da Paraíba: João Pessoa, Mamanguape, Sapé, Santa Rita, Bayer, Itapororoca, Jacaraú, Mari, Conde, Lucena, Pedras de Fogo e Caaporã na Mata Paraibana; Campina Grande, Solânea, Esperança, Alagoa Grande, Guarabira, Itabaiana, Cuité, Pocinhos, Cacimba de Dentro, Areia, Araçagi, Mulungu, Massaranduba, Fagundes, Gurinhém e Aroeiras no Agreste Paraibano; Monteiro, Santa Luzia, Picuí, São Vicente do Seridó, Taperoá e Boqueirão na Borborema; e São Bento, Cajazeiras, Souza, Patos, Jericó, São João do Rio Peixe, Uiraúna, Aparecida, São José da Lagoa Tapada, Mãe D'Água, Piancó, Itaporanga, Conceição, Princesa Isabel e Teixeira, no Sertão Paraibano.

TRE pune guia de RC e concede direito de resposta à Cássio, por mentira sobre cassação; De acordo com MP, "nunca houve condenação de Cássio por crime eleitoral".

TRE condena Ricardo a perda de tempo em guia eleitoral e concede direito de resposta a Cássio
Faltando seis dias para as decisivas eleições do segundo turno, foi despachado na manhã desta segunda-feira, 20, os dois primeiros direitos de resposta autorizados pela Justiça Eleitoral na presente campanha pelo Governo do Estado. Por decisão monocrática terminativa da juíza Niliane Meira Lima, do Tribunal Regional Eleitoral, o candidato Cássio Cunha Lima (PSDB) obteve liminar para fazer uso de espaço no guia eleitoral de dois programas de rádio do concorrente Ricardo Coutinho (PSB).
A punição da Justiça Eleitoral ao guia de rádio de Ricardo Coutinho – com perda de dois minutos em dois programas – é por conta da mentira (tecnicamente estabelecida como “uma inverdade sabidamente inverídica) em relação ao processo de cassação de Cássio, em fevereiro de 2009.
Segundo o guia de Ricardo, a cassação teria se dado por conta de prática de  “crime eleitoral”. Na defesa do tucano, a coordenação jurídica observou que os termos utilizados no programa radiofônico do governador-candidato “seriam, além de reprováveis, totalmente inverídicos”.
A juíza Niliane Meira recorre a parecer do Ministério Público para referendar sua sentença contra a coligação de Ricardo Coutinho. Segundo o MP, está claro que nunca houve condenação de Cássio por crime eleitoral, “embora a imprensa sensacionalista e desconhecedora dos termos técnicos jurídicos tenha divulgado”.
Em novo trecho, a magistrada faz nova crítica a postura do guia de rádio de Coutinho, ao observar que  “o Guia busca dividendos eleitorais, afirmando condenações inexistentes quanto ao representado”.

Resistência inicial da mãe dona Silvia não impediu o deputado eleito com mais votos na Paraíba, Pedro Cunha Lima de se tornar político...

Mesmo com a mãe desestimulando o tempo todo, o deputado federal eleito, Pedro Cunha Lima (PSDB), o mais votado da Paraíba, encarou o desafio de entrar na política. “Ela pediu que eu seguisse outro caminho, que seria mais tranquilo, com mais convívio familiar. A política exige por inteiro, e a partir de agora, existe uma cobrança enorme de representar isso”, declarou o deputado eleito.
Ele lembra, ainda, que a mentalidade da mãe, dona Silvia [na foto ao lado de óculos escuros no banco traseiro do carro] mudou depois de um tempo, e ela passou a apoia-lo, quando viu que não tinha jeito. “Ela percebeu que a política é um instrumento de mudança positiva que, infelizmente, está desgastada. Mas todos nós temos propósitos, e acredito que com este ponto de partida eu não poderia virar as costas para a minha vocação”, disse.
Uma vocação que ele sentiu mesmo sem ter sofrido qualquer cobrança para ser sucessor de seu pai, o senador e candidato ao governo da Paraíba, Cássio Cunha Lima (PSDB) e de seu avô, o ex-governador Ronaldo Cunha Lima. “Nunca sofri qualquer cobrança neste sentido. Este também não foi meu sonho de criança. Foi a responsabilidade chegando e isso me fez perceber que existia a possibilidade de eu dar uma contribuição, conduzir uma bandeira de esperança e de vários sonhos”, disse.
Ele lembrou que, nesta sua primeira eleição, foi uma surpresa ter uma votação tão expressiva. “Todos temos um ponto de partida. Nunca me candidatei a nada e ter votação expressiva me senti feliz. Esta votação não é minha, mas das pessoas que me elegeram. A minha parte começa a partir do ano que vem, quando começa o meu trabalho”, concluiu.

A decisão foi para os pontos: Um debate com gosto de quero mais...

O próximo embate entre Cássio e Ricardo será nesta terça-feira (21), no debate das TVs Cabo Branco/Paraíba.
Cássio e Ricardo se enfrentam em debate
Não é a toa que a arte bancada por Dana White faz tanto sucesso e o Combate é o canal por assinatura mais vendido no Brasil.
O primeiro debate do segundo turno de 2014 entre Ricardo Coutinho e Cássio Cunha Lima mostrou aos paraibanos algo diferente das eleições anteriores: um enfrentamento de igual para igual. Aqueles dois debatedores livres, leves e soltos das eleições anteriores não compareceram a TV Correio. Visivelmente tensos e ansiosos, fizeram o que estava no script: ataques para elevar a rejeição do adversário.
Debater com José Maranhão não era o parâmetro ideal para avaliar os desempenhos de Cássio e Ricardo. Apesar da competência comprovada de Maranhão como homem público, nunca foi muito afeito as câmeras, carrega uma dicção lenta e uma falta de "timing" com o cronometro.
Faltava o tira-teima. E ele veio, mas ficou um gostinho de quero mais. Diria no boxe que a decisão foi para os pontos, porque não houve nocaute.
Ricardo sapecou em Cássio acusações de forte apelo popular como o acidente em caminhão pau de arara que matou 13 estudantes na região de Sousa em 2006. A recíproca foi verdadeira quando o tucano acusou Ricardo de tirar proveito até de pessoas falecidas, cravando "oito vezes" no adversário a palavra "oportunista" durante o debate. Acusado pelo socialista de agir como "um ator", o tucano também carimbou no adversário a expressão "máscara republicana". 
Cássio também acusou Ricardo de dar fim a um inquérito sobre um suposto esquema de pagamento de propina que envolvia Coriolano Coutinho, irmão do governador, entre outros auxiliares de sua confiança. Ricardo devolveu o ataque em doses cavalares lembrando o cometimento de crimes impunes por membros da família Cunha Lima. Foi o suficiente para Cássio dizer que o ex-aliado atacava a memória do poeta Ronaldo, de quem teria beijado a mão implorando pelo seu apoio em 2010. O fato foi negado pelo socialista, acrescentando que foi Cássio quem veio pedir o seu apoio numa reunião em um hotel em Recife, citando Nonato Bandeira como fiador do suposto encontro.
Nonato Bandeira, aliás, foi citado por Cássio junto com Luciano Agra como outras vítimas do "oportunismo" do atual governador. RC passou o troco com a mesma intensidade e insinuou que o tucano teria traído Cozete Barbosa, Felix Araújo e até Ulisses Guimarães. 
Um debate que ficará para a história. Registro um justo cumprimento ao Sistema Correio/Record pela organização e pelo formato solto dos debates, permitindo ao mediador Heron Cid cumprir a sua missão do bom árbitro, aparecendo pouco. E para quem torce por um lado ou pelo outro, haja coração! (com Ytalo Kubitschek)

domingo, 19 de outubro de 2014

Em debate marcado por troca de acusações, Ricardo refere-se ao episódio do Gulliver e Cássio o chama de oportunista por beija mão de Ronaldo e implorar seu apoio em 2010

O debate promovido pela TV Correio no final da tarde deste domingo (19) entre Cássio Cunha Lima (PSDB) e Ricardo Coutinho (PSB) foi marcado pela troca de acusações e denuncias e poucas propostas. Entre as acusações, sobrou até para o lado pessoal e familiar.
Respondendo a uma pergunta sobre a utilização de presidiários em sua campanha, o governador Ricardo Coutinho fez insinuações sobre crimes na família do senador Cássio se referindo ao episódio do Gulliver, onde o ex-governador Ronaldo Cunha Lima atirou no também ex-governador Tarcisio Buriti. Cássio repudiou a atitude  de Ricardo e lembrou que em 2010, o governador foi várias vezes no apartamento de Ronaldo onde beijava sua mão e implorava pelo apoio do tucano para se candidatar a governador.
Cássio acusou no final Ricardo de ser oportunista e de comandar uma rede de corrupção na saúde da Paraíba, privilegiando ONGs envolvidas em corrupção. "Ele cria uma série de números, todos tirados de sua cabeça e tenta confundir a cabeça do eleitorado. Você age como um chefe político, que anuncia ter uma vida republicana, mas tem um governo envolvido em corrupção e escândalos", afirmou o candidato da Coligação "A Vontade do Povo".
Ele afirmou que o governador não pode se orgulhar de ter um governo republicano, porque prometeu 40 anos em quatro e o povo da Paraíba desaprovou o governo. "Você perdeu a eleição no primeiro turno. As oposições tiveram mais votos do que você", disse. "Você é um oportunista que usa o poder para perseguir os pequenos. Nós vamos fazer um governo voltado para os paraibanos, respeitando as pessoas, os funcionários públicos", garantiu.
O senador condenou o governador por ter trazido para o debate o acidente que vitimou estudantes de Uiraúna. "Você usa a morte de estudantes de uma forma oportunista", afirmou. O socialista questionou o tucano sobre o investimento que ele fez com armamento na época em que foi governador.
Cássio convidou Ricardo para visitar sua página na internet e conhecer os investimentos que fez na área e lembrou que o estado de São Paulo doou para a Paraíba, no atual governo, 400 pistolas para o uso da polícia. Ele também se comprometeu a convocar os concursados e promover novos concursos para delegados e agentes da polícia civil.

Transtornado, Gobira retira ‘apoio’ que nunca dera a Ricardo e diz que se mantém neutro neste segundo turno. Veja:

Durou pouco, muito pouco. Menos de 24 horas. Na verdade, armaram para cima de Antônio Gobira (Psol), apontado como o fenômeno das eleições para a Câmara Federal. Sapateiro, sem nenhuma estrutura de campanha, obteve mais de 50 mil votos. Ele ficou transtornado com uma brincadeira de mau gosto, que ele atribui ter sido promovido pelo ex-prefeito de Cajazeira, Carlos Antônio (DEM) que é coordenador da campanha do governador Ricardo Coutinho (PSB) na região de Cajazeiras.
A ideia era transformar Gobira em um dos apoiadores da candidatura oficial no segundo turno das eleições para o governo da Paraíba. Conforme ele, “até adesivo do candidato colocaram em minha testa e fizeram uma foto”. Ainda jogaram nas redes sociais. Gobira reagiu: “Quero dizer que continuo neutro no segundo turno e não aceito que coloque o retrato de Ricardo Coutinho na minha, pois não apoio candidato de Carlos Antônio”, disse. Agora, confira abaixo áudio do transtornado Gobira:

Câmara de Diamante homenageia professores e aprova regulamentação de transporte para universitários que estudam em Patos

Em sessão realizada neste sábado (18) a Câmara Municipal de Diamante prestou homenagens aos professores Adenildo Teixeira, Edson Franco e Hérmes Filho, que receberam Votos de Aplausos, ambos com vasta biografias acadêmicas e trajetória de vida semelhantes. Também houve a outorga do Título de Cidadã Diamantense a professora Fátima Dantas, que é natural de Santa Luzia, mas há três décadas tem contribuindo com a formação educacional no município.
Os requerimentos para votos de aplausos foram apresentados pelo vereador Alan Deivid (PT), que é presidente da Casa, enquanto, o título de cidadania diamantense foi proposto pelo vereador coronel Fonseca. Também aprovaram, por unanimidade, projeto de lei que regulamenta o transporte dos estudantes universitários que se deslocam diariamente para a cidade de Patos. Uma comissão de alunos participaram da sessão para acompanhar a votação da matéria.

Ex-prefeita de São José dos Ramos deixa RC e anuncia adesão à Cássio...

A ex-prefeita de São José dos Ramos, Cida Amorim, anunciou na noite desta sexta-feira (17) sua adesão à candidatura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB). No primeiro turno das eleições ela havia votado no candidato à reeleição Ricardo Coutinho (PSB), mas agora resolveu mudar de lado.
“Cássio é o melhor para a Paraíba e por isso estou aderindo a sua candidatura ao governo da Paraíba. Cássio vai vencer as eleições porque tem o melhor discurso e sabe o que quer para a Paraíba”, disse a ex-prefeita.
Na noite desta sexta-feira, Cida Amorim foi esperar o senador – que estava a caminho de Itabaiana - na entrada de São José dos Ramos. Após cumprimentar o senador, Cida reafirmou em alto e bom som que não apenas votará como trabalhará firmemente para a vitória do tucano no próximo dia 26.

Eleita em 2012 com 1.185 votos a mais votada de Coremas, a vereadora Ivanete de Janderley deixa RC e anuncia adesão à Cássio...

Como anunciado, semana passada, no programa Tribuna PB, transmitido pela Rádio Pedra Bonita FM, a vereadora Ivanete de Janderley (foto) da cidade de Coremas acaba de oficializar sua adesão à candidatura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB). Com esse reforço, acredita o prefeito Antônio Lopes (PSDB), a vitória do tucano no município será alcançada. 
Eleita em 2012, Ivanete foi a mais votada do município com 1.185 votos. Ela é esposa do presidente da colônia de pescadores e ex-vereador Janderley Batista, ambos votaram no governo Ricardo Coutinho (PSDB) no primeiro turno e, agora, reforçam a campanha de Cássio neste segundo turno.

Cássio percorreu bairros de João Pessoa em grande carreata que contou com a participação do senador Cícero Lucena...

Após mais de sete horas percorrendo vários bairros de João Pessoa, a carreata da vitória promovida ontem pelo senador Cássio Cunha Lima (PSDB) foi encerrada em meio a uma multidão que tomou conta do bairro do Bancários. Na ocasião, Cássio agradeceu a população que acompanhou a carreata durante todo o percurso e ainda pediu votos para ele e para o presidenciável Aécio Neves.
Em seu discurso, Cássio destacou os compromissos do seu amigo Aécio Neves, que concorre à Presidência da República, tem para com a Paraíba caso seja eleito nas eleições do dia 26 de outubro. Cássio citou uma série de investimentos em obras estruturantes que serão feitos em seu governo em parceria com Aécio. - O que está acontecendo na Paraíba hoje é uma chance que nunca tivemos de receber investimentos transformadores para a nossa realidade econômica – disse Cássio.
O senador Cícero Lucena (PSDB) também da carreata ao lado de Cássio e pediu aos pessoenses que votem no tucano para tirar a Paraíba do atraso e da perseguição. “Estou incorporado à campanha do senador Cássio ao governo do Estado porque ela representa o melhor para a Paraíba. Desde cedo estou nas ruas pedindo votos para Cássio”, disse o senador.

Vitalzinho participa de comício em Queimadas e diz que reeleger Dilma e Ricardo é garantir mais avanços para o estado

O senador Vital do Rêgo (PMDB), participou na noite deste sábado (19) de um comício da Coligação 'A Força do Trabalho', que tem Ricardo Coutinho (PSB) como candidato à reeleição, na cidade de Queimadas. Durante o comício, Vital falou sobre carreata realizada ontem em Campina Grande e pediu para que os queimadenses votem para reeleger Dilma Presidente e Ricardo Governador.
Vital destacou a união de forças para reeleger Dilma e Ricardo, lembrando que, na Paraíba, Ricardo está com Dilma e que todos, juntos, tem condições de ampliar os investimentos no Estado para garantir mais avanços. “Vamos reeleger nossa presidente Dilma e reconduzir Ricardo ao Governo. Assim, a Paraíba vai avançar ainda mais”, destacou.

Áudio Bomba! Proprietário da 6Sigma abre o jogo sobre pesquisa que o contratante não deixou divulgar e zomba do Ibope.

Em entrevista concedida neste sábado (18) ao repórter Fabiano Gomes, editor do Blog do Gordinho, o empresário Pedro César – proprietário do Instituto 6Sigma – expôs uma cronologia reveladora das pesquisas realizadas pelo Ibope na Paraíba. A pesquisa da 6Sigma deveria ser divulgada ontem na TV Master (chegou a anunciar) e Campina FM, mas ordenaram a suspensão.
Pedro Cesár explicou que só confiava no Ibope quando o renomado instituto “copiou os dois últimos resultados da gente (6Sigma). Agora, como não tiveram como copiar voltou ao mesmo padrão Ibope”, disse. Explicou que o instituto não divulgou o resultado da pesquisa “porque o contratante mandou suspender”.
Mas ordenou a suspensão por quê? “Não posso nada… Estou com o contrato assinado, entendeu! Pra minha empresa é ruim, porque acabo perdendo espaço na mídia e divulgação”, destacou. O repórter perguntou ainda: "Tem qualquer possibilidade de informação para o blog. Um bizu dos números?"
"- Infelizmente, Fabiano, não posso". Respondeu Pedro.
"Uma informação que seja. Esta pau a pau (a disputa Cássio Cunha Lima versus Ricardo Coutinho)…"
"- [Risos] Que está pau a pau já é a leitura. Acho que as internas (pesquisas) dizem tudo.", disse Pedro zombando dos números do Ibope.
Portanto, segundo Pedro, a pesquisa mostra que a disputa para governador da Paraíba está 'pau-a-pau', ou seja, disputadíssima. Pedro acrescentou que o único objetivo de não ter divulgado o número foi porque a pessoa responsável por contratar o instituto não permitiu eu os números viessem à tona.
O resto da entrevista você acompanha abaixo com o áudio da conversa do repórter com o empresário Pedro César, proprietário da 6Sigma, que deveria divulgar pesquisa do segundo turno da disputa para o governo da Paraíba.
Escute:

sábado, 18 de outubro de 2014

Outro caso estranho: 6Sigma, ligado a esquema de RC, ‘aborta’ pesquisa e dono de veículo de comunicação diz que nem ele sabe o que aconteceu

Por falar nisso, outro fato estranho está no ar. O Instituto 6Sigma, em parceria com a TV Master e Rádio Campina FM, deveria ter divulgado, neste sábado (18), às 13 horas, uma pesquisa de intenção de votos para o governo da Paraíba. Contudo, até às 15 horas, os números ainda não haviam sido revelados e a empresa não explicou os motivos de ‘abortar’ a divulgação.
O empresário e comunicador Alex Filho, da TV Master, ao responder sobre os motivos pelos quais a pesquisa não foi ao ar disse que “nem eu sei o que aconteceu”. Já o 6Sigma não explicou os reais motivos da desistência da divulgação da pesquisa, que foi anunciada, inclusive nas redes sociais, para revelar as intenções de votos dos paraibanos na tarde de hoje.
A 6Sigma é ligado ao deputado federal Damião Feliciano, cuja esposa Lígia é candidata a vice-governadora na chapa encabeçada pelo governador Ricardo Coutinho. 

Ibope divulgou mesmos números em três estados diferentes e na PB, sem fato novo, inverteu candidatos, em relação à Ipesp divulgada um dia antes

Realmente estranho essa rodada de pesquisas que o Ibope divulgou ontem (17), realizadas em vários estados onde a disputa segue no segundo turno. Estranho por que o instituto usou os mesmos números em três estados estados: 53% a 47%. Na Paraíba, ficou mais estranho ainda que confrontado com os números do Ipesp, divulgados no meio da semana, pelo mesmo sistema de comunicação que contratou o Ibope houve uma inversão dos candidatos, mantendo-se os mesmos números. 
Na do Ipesp, divulgada no Jornal da Paraíba, na quinta-feira (16), Cássio aparece com 53% e Ricardo com 47%. Enquanto, na do Ibope, divulgada na sexta-feira (17), pela TV Cabo Branco, é Ricardo quem aparece com 53% e Cássio vem com 47%. Não tiveram o cuidado nem de mudar os números, mesmo que o candidato que saiu na frente fosse o mesmo. E o mais curioso é que não houve qualquer fato novo que pudesse alterar o quadro. 
Na realidade, houve sim um fato novo e foi nesta sexta-feira (17): a decisão do senador Cícero Lucena de se engajar na campanha de Cássio nessa reta final da campanha. O Sistema Paraíba de Comunicação fica num canto de parede por não esclarecer como divulga duas pesquisas, num intervalo de um dia de uma pra outra, com os mesmos números mas invertendo os candidatos.
Ou seja, tudo para confundir. E agora é com o eleitor: acreditar em qual pesquisa? Prefiro a da urna no próximo dia 26.

Auxílio-moradia de R$ 4.377,37 mil para juízes custará cerca de R$ 12 milhões ao Tribunal de Justiça da Paraíba

Os desembargadores e magistrados das comarcas da Paraíba onde não há residência oficial passam a ter direito a receber mensalmente um auxílio-moradia no valor de R$ 4.377,73 mil. O benefício, que importará um aumento em torno de R$ 12 milhões, por ano, à folha de pagamento do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), será depositado a partir do próximo mês, com pagamento retroativo a setembro deste ano.
A concessão do benefício, autorizada por meio de liminar do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux, foi aprovada pelo pleno do TJPB na tarde da última quarta-feira e publicada no Diário da Justiça de ontem. Em um ano, cada magistrado terá um acréscimo de R$ 52.532,76 em seus rendimentos. A média salarial dos magistrados, entre juízes substitutos e desembargadores da Corte Estadual, é de R$ 21 mil por mês.

Ricardo realizou ontem campanha em cidades do Sertão e recebe adesões

Ricardo em carreata no Sertão
Já o governador e candidato à reeleição Ricardo Coutinho (PSB) cumpriu atividades de campanha no Sertão nesta sexta-feira (17). Em Brejo dos Santos, Ricardo anunciou a construção de um hospital municipal. “Essa foi uma solicitação do prefeito e nós garantiremos os recursos para o hospital ser gerido pela prefeitura”, disse. 
No município de Brejo do Cruz, aliados prometeram empenho redobrado para reelegê-lo.Em São Bento o prefeito Gemilton Sousa disse que, neste segundo turno, a população deve, mais uma vez, dar vitória a Ricardo Coutinho nas urnas do município. 
O governador recebeu na cidade de Gado Bravo o apoio do vice-prefeito Neto Lucena e o vereador Nego de Zé Preto, ambos do PRB.

Cícero revela que decidiu trabalhar para eleger Cássio após conversa com dona Glória...

O senador  Cícero Lucena, que ficou neutro no primeiro turno, vai trabalhar na campanha de Cássio Cunha Lima (PSDB) nesses últimos dias que antecipa o segundo turno. Cícero e Cássio subiram  juntos no palanque de Aécio Neves, nesta sexta-feira (17), em Campina Grande.
Durante a sua fala no comício de Campina Grande, Cícero falou em gratidão e lembrou o poeta e ex-governador Ronaldo Cunha Lima. “Para que nesse desafio, ele possa ser o melhor governador desse Estado. Porque ele (Cássio) aprendeu, como eu aprendi, com o poeta Ronaldo Cunha Lima a ser grato aqueles que depositam confiança em nós”, disse Cícero ao pedir votos para Cássio e Aécio.
Já Cássio agradeceu o gesto de Cícero em se juntar a  campanha tucana na disputa pelo Palácio da Redenção. “Quero agradecer esse gesto generoso, magnânimo e comprometido com a Paraíba. Cícero está aqui porque sabe que chegamos em um momento histórico”, argumentou Cássio durante a sua fala. 
A decisão de se incorporar a campanha de Cássio aconteceu após Cícero ligar para Dona Glória, mãe de Cássio, onde ficou confirmada a sua entrada na reta final da eleição. O senador decidiu assumir uma postura neutra dentro do partido e sem aparecer em eventos políticos após ser preterido na chapa majoritária.

Em comício, Aécio diz que Paraíba será prioridade no seu governo e pede que paraibanos elegem Cássio "para que eu possa ajudar a Paraíba".

O senador Aécio Neves (PSDB) anunciou, na noite desta sexta-feira (17), durante comício, no Busto de Tamandaré, que se for eleito presidente do Brasil vai resgatar um débito que o governo federal tem para com a Paraíba. E assumiu o compromisso público: vai destinar investimentos da União para que o Estado possa se desenvolver.
Aécio esteve em João Pessoa participando do ato político ao lado do senador Cássio Cunha Lima e do senador Cícero Lucena, coordenador regional da campanha presidencial tucana. “Não poderia terminar essa campanha sem voltar à Paraíba para agradecer a votação que obtive aqui”, disse o candidato a presidente do PSDB.
Aécio chegou a João Pessoa vindo de Campina Grande. Ele estava acompanhado dos senadores Cássio e Cícero e de diversas outras lideranças políticas de João Pessoa e do interior do Estado, que foram assistir ao comício do PSDB.
“Estou pronto para derrotar o PT e iniciar um ciclo de crescimento e desenvolvimento no Brasil. O país precisa de um governo que combata a corrupção e tenha coragem de mudar o Brasil”, afirmou ele.
Antes de encerrar seu discurso, voltou a fazer um pedido que tem insistentemente divulgado na atual campanha: “Mas eu preciso, também, que vocês elejam Cássio governador deste Estado para que eu possa ajudar a Paraíba”, finalizou.

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Cícero Lucena reaparece ao lado de Cássio e Aécio, declara apoio e pede votos para os tucanos deixando a mágoa de lado...

O senador Cícero Lucena (PSDB) deixou as mágoas de lado e declarou apoio à candidatura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) em comício realizado no início da noite desta sexta-feira (17), com a presença do presidenciável Aécio Neves (PSDB), na Pirâmide do Parque do povo, em Campina Grande.
Após um longo atraso no voo do presidenciável, Cássio, Cícero e Aécio chegaram juntos ao Parque do Povo. Em rápido discurso, o candidato ao Governo da Paraíba destacou a importância do apoio de Cícero Lucena na reta final da campanha. “Eu jamais esquecerei esse gesto generoso, magnânimo e comprometido com a Paraíba. Cícero é um político que tem serviços prestados ao Estado e que chega para somar”, disse. 
E complementou: “Cícero está aqui porque ele entende que chegamos agora em um momento histórico. A Paraíba nunca recebeu do Governo Federal a atenção que o nosso Estado merece. Agora temos a oportunidade rara de ver Cássio, no Governo e Aécio Neves, na Presidência da República. O paraibano não irá negar essa chance ao nosso Estado”.
O senador Cícero Lucena começou o seu discurso destacando o reencontro com os seus “verdadeiros amigos”. “Nós teremos um futuro mais justo, mais humano e mais solidário, eu conheço o compromisso do presidente Aécio Neves e tenho identificado em suas propostas uma vontade que o País cresça e se desenvolva. Tenho certeza que ele irá resgatar a dívida do governo com os paraibanos e, nada melhor, do que cumprir esse compromisso ao lado de Cássio, como governador da Paraíba”, afirmou.
O presidenciável Aécio Neves começou o seu discurso agradecendo ao povo campinense, responsável pela única vitória do tucano em cidades da Região Nordeste. O senador mineiro ainda afirmou que deseja ser lembrado no futuro como “o melhor presidente que o Nordeste já teve”.
“Vou resgatar uma dívida histórica do Governo Federal com a Paraíba. Vou trazer para aqui os mais importantes programas e obras estruturantes. Daqui a uma semana, nós teremos a oportunidade única, de escolhermos para governar a Paraíba o melhor amigo do presidente da República, Cássio Cunha Lima, para que, juntos, nós possamos construir o melhor governo que este povo merece”, disse Aécio.

O Sistema Paraíba de Comunicação não quer errar nestas eleições pois o Ipesp aponta Cássio com 53% e Ricardo com 47% já o Ibope inverte e dá Ricardo com 53% e Cássio com 47%...

Ipespe: Cássio lidera no 2º turno com 48%; Ricardo tem 43%
Faltando uma semana para a eleição de segundo turno na Paraiba, os novos números apresentados pelo Ibope, sob contrato das TVs Cabo Branco e Paraiba, apontam a liderança do governador Ricardo Coutinho nas intenções de voto com 48% contra 42% em favor do candidato Cássio Cunha Lima. Na verdade, tomando por base os critérios do Tribunal Superior Eleitoral de apontar apenas os votos válidos, Ricardo teria 53% dos contra 47% em favor de Cássio.
Cada instituto utiliza de metodologias próprias, portanto a captação de dados e a sistematização e leituras do campo têm significado distinto do ponto-de-vista da estruturação da pesquisa. Mesmo dentro deste contexto, chama a atenção o fato de que os números do Ibope reproduzem cenário exatamente contrário ao que divulgou o Instituto Ipesp, de Pernambuco, através do Jornal da Paraíba, no meio da semana onde Cássio aparecia 53% enquanto Ricardo surgia com 47%.
Ora, diante de tamanho confronto de números, há de se admitir que algo de errado está em curso e/ou sendo processado porque inexiste mudança de tendência eleitoral, em tese, em tão pouco tempo – dois dias, aliás. Em síntese, é preciso apurar, investigar e dar uma explicação plausível para tamanho descompasso.
Pelo sim, pelo não, o Sistema Paraíba de Comunicação não quer errar nestas eleições já que contratou os dois institutos.

No Tribuna PB, Souza Neto agradece votação recebida, conclama povo a trilha 'revolução social', critica ausências de políticas públicas na região e reafirma apoio à Cássio, neste segundo turno.

O noticioso Tribuna PB, apresentado pelo signatário do Blog e levado ao ar pela Rádio Pedra Bonita FM de Itaporanga, recebeu nesta sexta-feira (17) em sua bancada o jornalista Souza Neto, que foi candidato a deputado estadual no primeiro turno das eleições deste ano, quando obteve quase mil votos - 643 dos quais somente em Itaporanga.
Souza disse que recebeu o resultado das urnas com satisfação ao passo do resultado ter sido positivo, já que não tinha estrutura financeira e desenvolveu uma campanha sem recursos, apenas contando com colaboração para entrega de santinhos, por exemplos, dos muitos amigos tanto na zona urbana como na rural. Ele condena as caras campanhas em voga: "Se estivesse com mala de dinheiro estava fazendo o desserviço à democracia", disse.
O jornalista, que estava acompanhado dos líderes comunitários Manoel Osmindo e Alan Kardec, agradeceu o empenho os amigos e aos que lhe confiaram o voto. Na oportunidade, enfatizou que vai continuar na militância política, após disputar dois pleitos [em 2012 e agora, em 2014], defendendo a conscientização do povo itaporanguense para que juntos possam lutar por uma sociedade mais justa. Defendeu e conclamou o povo a entrar numa trincheira por uma revolução social no Vale do Piancó.
Ex-candidato a prefeito de Itaporanga, nas eleições de 2012, Souza lembrou dos sérios problemas vividos não só pelos itaporanguenses, mas pelos valepiancoenses também. "Continuamos com o maior problema da cidade que é a água, pois não podemos aceitar que em localidades como Balduino de Carvalho, a Vila Mocó os moradores travem uma luta às vezes física para ter acesso à água. Enquanto isso, a adutora continua parada, sem esquecer que quando ela for concluída virá outro problema que é o açude, que precisa ser ampliado", comentou. 
Nesse sentido, ele criticou a ausências de ações importantes na região que visem o bem-estar do povo. "Precisamos de uma universidade, do ensino profissionalizante, de uma UTI, da delegacia da mulher, de uma penitenciária feminina, de um IML, apesar de defender no lugar a instalação de um IPC, de melhorias sanitárias... O povo não pode mais sofrer com abandono de ruas em Itaporanga, onde bairros inteiros, como o Adailton Soares, não tem esgotos e os moradores convivem com a lama e doenças na porta de suas casas". 
Souza entende como necessária a renovação política em Itaporanga, "pois os grupos que dominam o poder há décadas em Itaporanga não fez nada pela cidade. Por isso, temos a convicção de que fazendo nosso papel estamos levando conscientização ao povo para lutar por uma sociedade mais justa", disse. Ele assegurou também que irá levar ao deputado reeleito Jutay Meneses, presidente estadual do seu partido, as reivindicações da região onde ele foi muito bem votado, com mais de 8 mil votos.
Por fim, Souza Neto revelou que neste segundo turno tomou a decisão de seguir no apoio à candidatura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), ao governo do estado, mas que respeitará a opção que seu eleitorado tiver em prol do candidato adversário, o governador Ricardo Coutinho (PSB). "Voto em Cássio porque sou membro de um partido que o apoio e seria de minha parte falta de ética e incoerência não seguir a orientação partidária. Se assim não fosse sairia do partido. Porém, respeito alguém que votou em mim, por ventura optar pelo governador Ricardo Coutinho", concluiu.

Cássio denuncia uso de presidiários na campanha de Ricardo e Governo se isenta...

Nunca na história das eleições na Paraíba se usou tanto o servidor público para trabalhar na campanha oficial como agora. O Ministério Público Eleitoral (MPE) está concluindo uma investigação, cuja denúncia chegou ao órgão através de funcionários que atuam em grupos, numa operação batizada de “visitas qualificadas”.
Até presidiários, entre eles um condenado com mais de 55 anos de reclusão, estão sendo usado para fazer panfletagem para o candidato reeleitoral Ricardo Coutinho (PSB). A denúncia foi veiculada no guia do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), desta sexta-feira (17), de que presidiários do regime semi-aberto e integrantes do Programa O Trabalho Liberta, do Governo do Estado, estão sendo usados na campanha de rua do governador Ricardo Coutinho (PSB), que disputa a reeleição. A reportagem do Portal WSCOM falou com o secretário de Administração Penitenciária, Walber Virgolino e ele afirmou que a responsabilidade de sua pasta se restringe a dentro dos presídios. Já o superintendente do Detran-PB (onde os presos trabalham), Rodrigo Carvalho, informou que a responsabilidade do órgão com os detentos é dentro da repartição.
presidiários1 presidiários3
A reportagem exibida no guia flagrou homicidas condenados a dezenas de anos de reclusão distribuindo panfletos nas ruas de João Pessoa e segurando bandeiras dos candidatos Ricardo Coutinho e Dilma Rousseff. Vários outros grupos de detentos, diariamente, fazem o mesmo trabalho em outras cidades do Estado.
A panfletagem, de acordo com o que mostra o guia eleitoral, acontece todos os dias e começa logo cedo. O grupo de presidiários incluídos no programa de ressocialização vai para as ruas segurar bandeiras e distribuir material de propaganda do candidato Ricardo Coutinho. E com um detalhe: panfletos e adesivos da candidata à reeleição, presidente Dilma Rousseff, também faz parte do pacote "preso-cabo-eleitoral".
Apresentando imagens flagradas em João Pessoa, notadamente no bairro de Mangabeira, o guia apresenta três exemplos de apenados  na campanha do governador:  Arlindo Odilon de Maria, condenado a 18 anos de prisão por latrocínio (roubo seguido de morte); Durval Mariano Arcoverde, que cumpre 55 anos por latrocínio, homicídio e roubo qualificado, além de Manoel Nunes Pereira, que foi sentenciado pela Justiça a cumprir 16 anos de detenção por homicídio.
À medida em que apresentou os presos, o guia eleitoral exibiu a ficha de cada um dos detentos que estão sendo desviados do programa de ressocialização para integrar uma iniciativa polêmica na campanha de Ricardo Coutinho. E com um detalhe ainda mais escandaloso: só depois da panfletagem por coerção, os presos vão cumprir sua carga de trabalho no Detran.

Aécio e Marina aparecem juntos pela primeira vez após anúncio de apoio

Falando nisso, Marina Silva (PSB), terceira colocada no primeiro turno das eleições presidenciais, apareceu hoje pela primeira vez ao lado de Aécio Neves (PSDB) após anunciar apoio à candidatura tucana. Os dois tiveram uma conversa em São Paulo. Marina foi à reunião sem o tradicional coque no cabelo, que marcou seu visual de candidata durante a campanha.
Conforme informou o porta-voz da Rede Sustentabilidade, grupo político de Marina Silva, Walter Feldman, o encontro desta sexta serviu para que a ex-senadora e Aécio possam tratar de vários assuntos que julgam necessários para o segundo turno. Estiveram no encontro o candidato a vice-presidente na chapa de Aécio, Aloysio Nunes, Beto Albuquerque, que disputou o primeiro turno como vice na chapa de Marina, e o próprio Feldman.

Visita de Aécio hoje à PB é uma deferência pessoal ao seu amigo Cássio que favorece o estado em caso do mineiro vir a se eleger presidente

Aécio ladeado por Cássio e seu filho Pedro, o deputado federal mais votado da PB
Se o presidenciável Aécio Neves (PSDB) fosse se guiar unicamente pelo acirramento eleitoral que mostram as pesquisas nacionais mais recentes, certamente não agendaria uma visita à Paraíba nessa reta final do 2º turno. Boa parte de sua sorte eleitoral deste ano, a essa altura, está depositada no veredicto que lhe darão os eleitores de São Paulo, Rio de Janeiro e de sua Minas Gerais, os mais adensados colégios eleitorais do País.
O deslocamento à Paraíba é uma inequívoca concessão ao seu amigo Cássio, que lhe proporcionou no Estado o melhor desempenho no Nordeste, no 1º turno, assim como a vitória em Campina Grande, singular em termos de grandes cidades na região. A visita igualmente indica o prestígio que o ´tucano´ poderá conferir ao Estado, na hipótese de ele e seu aliado local emanarem das urnas como vitoriosos no dia 26 próximo.
Por sinal, os eventos programados com o presidenciável hoje em Campina e na Capital servirão para fortalecer uma convicção que foi incorporada nos últimos dias à campanha ´tucana´. Aécio como presidente materializaria o que Cássio tem verbalizado em vários eventos de campanha: a destinação ao Estado de uma obra estruturante, que projete para outro patamar a economia regional.
No caso específico de Campina, os tucanos acentuam que o alinhamento de correligionários em todos os níveis – Romero (prefeito), Cássio (governador) e Aécio (presidente) – criaria as condições para a cidade passar por um ciclo virtuoso de desenvolvimento. (Arimatea Souza)

Estudantes e médicos fizeram manifestação pró-Aécio/Cássio, na UFPB

 
Servidores, estudantes e médicos da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) fizeram manifestação próximo ao Hospital Universitário em prol das candidaturas de Aécio Neves e Cássio Cunha Lima, ambos do PSDB, candidatos a Presidente da República e Governador do Estado. O movimento mostrou o descontentamento da classe estudantil e médica com os governos estadual e federal, ao que com faixas pediram mudanças. Aconteceu também um outro movimento pró-Dilma que acabou gerando tumulto e teve que ser dispersado pela Polícia Militar.

Expectativa para inauguração da Churrascaria Kaiana Show, no próximo dia 24 em Itaporanga...

Será inaugura em grande estilo no próximo dia 24, vésper de eleição, em Itaporanga a Churrascaria Kaiana Show, de propriedade do comerciante Caiana Celular. A churrascaria fica localizada às margens da BR-361, ao lado da subestação da Energisa. 
Lá você terá à disposição os melhores pratos, um atendimento especializado, num ótimo espaço, com amplo estacionamento e música ao vivo. Na inauguração, a animação ficará por conta de Saulo e Forró de Lamparina, além dos Los Amigos. 
Sem dúvidas, o novo point para itaporanguenses e visitantes. Portanto, marque aí em sua agenda. Dia 24, inauguração da Churrascaria Kaiana Show. 

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Dilma quis constranger Aécio perguntando sobre lei seca e ele responde: "tenha a coragem de fazer a pergunta direta. A senhora faz a campanha mais baixa da história desse país".

No debate desta noite no SBT, a presidente Dilma Roussef (PT) quis constranger o senador Aécio Neves (PSDB), ao reportar sobre a Lei Seca: “Todos os anos, milhares de pessoas morrem por acidentes causados por motoristas embriagados. Eu queria saber o que o senhor acha e como vê a Lei Seca, e se todo cidadão deve se dispor a fazer exame de álcool...”. 
Aécio, irritado, respondeu: “Tenha a coragem de fazer a pergunta direta. Eu tive um episódio em que parei em uma Lei Seca porque minha carteira estava vencida e não fiz o exame. Me arrependi e me desculpei disso”, afirmou. “Explique aqui porque mantém nomeada na Itaipu o tesoureiro do seu partido que recebia propina para alimentar a sua campanha. Não é possível que a senhora queira fazer a mais baixa das campanhas até aqui. Não é possível que esse mar de lama em que se transformaram as redes. A senhora, por não ter tido em sua vida oportunidade de ter tido em outras disputadas, foi ungida por um presidente muito popular. O seu governo fracassou. A senhora parece que não foi presidente da república”.
A completa: "(...) A senhora faz a campanha mais baixa da história desse país. Não se comporta como se fosse presidente". Dilma teve a baixa de pressão, passando mal depois do debate.

Aécio conversa com Cícero, amanhã, e pedirá engajamento pró-Cássio para reverter vantagem de Ricardo Coutinho em João Pessoa...

Pouca gente sabe que nos últimos dias foi intensificado o assédio por parte de integrantes da família Cunha Lima para que o senador Cícero Lucena (PSDB) deixe a postura de neutralidade nas eleições da Paraíba e venha a apoiar o palanque tucano do senador Cássio Cunha Lima (PSDB). 
Informações de bastidores obtidas nesta quinta, 16, dão conta que a principal interlocutora da família, leia-se Dona Glória Cunha Lima, matriarca do Clã Cunha Lima, já chegou a ter um diálogo com Cícero com o intuito de atenuar as mágoas do senador com Cássio, por conta da não indicação do Caboclinho do Sertão para a vaga no Senado, tendo sido preterido por Wilson Santiago (PTB) que ficou na terceira colocação. 
A cúpula tucana tentará colocar lado a lado nesta sexta, 17, Cícero, Cássio e Aécio para que a roupa suja seja lavada, fazendo com que o ex-prefeito de João Pessoa suba enfim no palanque capitaneado por Cássio e Ruy Carneiro. “Aécio explicará a Cícero que o nosso projeto nacional é superior a todo tipo de divergência política, acredito que Cícero estará conosco e deixará a neutralidade de lado”, contou fonte. 
O mistério em torno do posicionamento de Cícero Lucena será desvendado nesta sexta, quando o candidato a Presidência Aécio Neves cumprirá agenda de campanha nesta sexta em Campina Grande e João Pessoa. O tucanato paraibano espera participar do encontro com Aécio literalmente com bico empinado. (PB Agora)

Após crise, com criação de comitê pró Aécio na Paraíba, Lucélio Cartaxo cancela ida a comício de RC em Pombal e faz caminha pró-Dilma em JP

O ex-candidato a senador Lucélio Cartaxo (PT) cancelou participação, nesta quinta-feira (16), no comício do governador Ricardo Coutinho (PSB) em Pombal. Lucélio trocou o evento no interior da Paraíba por uma caminhada política no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa, ao lado do irmão - o prefeito da capital Luciano Cartaxo - pedindo empenho na campanha da presidente Dilma.
O cancelamento da agenda política de Cartaxo acontece após crise na base político do governador desencadeada com os petistas após criação, por parte de aliados do governador, de um comitê pró-Aécio no segundo turno na Paraíba. Um dos organizadores do comitê favorável a Aécio é o deputado federal Efraim Filho (DEM, filho do coordenador político da campanha de Ricardo Coutinho, Efraim Morais (DEM).
Na tarde de hoje, petistas cobraram providência ao governador Ricardo Coutinho sobre a criação do comitê. “Vamos procurar o governador para saber como vai ficar esse negócio”, disparou Anísio Maia alegando que a criação do comitê seria “um tiro no pé” da campanha socialista. Já Adalberto Fulgêncio.  disse que não saberá como os petistas entenderá a criação do comitê.

Ipespe: Ricardo Coutinho lidera rejeição com 41% contra 38% de Cássio

O Ipespe indagou do eleitor em quais dos candidatos não votaria de jeito nenhum para governador. Ricardo Coutinho aparece na primeira posição com 41%. Cássio tem 38% de rejeição. Os que rejeitariam os dois somam 4%, enquanto que 13% poderiam votar nos dois e 4% não sabem ou não responderam.
Ricardo lidera a rejeição nos grupos com idade de 16 a 24 anos (39% a 37%), 25 a 44 anos (44% a 38%), acima de 45 anos (39% a 38%); com ensino fundamental (42% a 36%), ensino médio (42% a 39%); com até dois salários mínimos (42% a 36%) e de dois a cinco salários mínimos (41% a 40%). Já Cássio tem as maiores taxas de rejeição entre os eleitores com ensino superior (46% a 35%) e com mais de cinco salários mínimos (44% a 35%).
O Ipespe quis saber também quem o eleitor acha que tem maiores chances de ser eleito governador da Paraíba, independente de seu voto. Cássio é considerado favorito por 49% dos eleitores contra 37% de Ricardo. Os entrevistados que não sabem ou não responderam somam 14%. Tanto em João Pessoa como em Campina Grande a pesquisa aponta o favoritismo de Cássio. Na Capital, ele obteve 47% contra 38% de Ricardo e em Campina 57% contra 27%.

JPB: Gerente de regional de ensino, que é Irmã de procurador do Estado, cobra empenho de prestadores de serviço em prol da reeleição de Ricardo Coutinho em nome da manutenção dos empregos...

"Quem estiver comigo está com Ricardo". Foi este o tom de uma conversa que a gerente da 13ª Região de Ensino, que abrange a região de Princesa Isabel, Nininha de Lucena, manteve com os prestadores de serviço da educação. A reunião foi realizada no último dia 10, na escola estadual Miguel Otaviano de Medeiros, na cidade de Imaculada.
Na conversa, ela pediu todo empenho dos prestadores de serviços em prol da reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB), sob pena de perderem os empregos. "Vocês gostam de receber o dinheiro de vocês? Vocês querem continuar recebendo? Então vamos multiplicar nossas opiniões. Nós temos obrigação de sermos vigia e partimos pra luta, para ir em busca, pedir voto". Ela afirma que a ordem é demitir no dia seguinte a eleição, quem não votar em Ricardo.
No município de Imaculada, Cássio Cunha Lima venceu a eleição no primeiro turno com 52,24% dos votos contra 45,8% de Ricardo Coutinho. "Nós temos que tirar a diferença que Imaculada precisa", afirmou a gerente da 13ª Região. Nininha Lucena é irmã do procurador corregedor da Procuradoria do Estado, jornalista Sebastião Lucena. (Jornal da Paraíba)

Nénem de Adahilton defende no Tribuna PB projeto que cria programa do primeiro emprego em Itaporanga e reafirma apoio à Ricardo e Dilma...

O vereador Neném de Adahilton (PSB) e futuro presidente da Câmara Municipal de Itaporanga, eleito meses atrás para o biênio 2015/2016, que assume em janeiro vindouro, esteve hoje (16) na bancada do Tribuna PB, noticioso apresentado pelo signatário do Blog e levado ao ar pela Rádio Pedra Bonita FM de Itaporanga.
Na oportunidade, o parlamentar-mirim convidou a população para se fazer presente à sessão da câmara, esta noite, quando estará em discussão projeto de lei, de autoria do executivo municipal, criando programa destinado a estágio de emprego para jovens matriculados na rede pública municipal e estadual, em Itaporanga.
De acordo com a matéria, retirada de pauta na sessão passada para apresentação de emendas, a edilidade municipal bancará metade dos custos empregatícios cujas empresas contratem os jovens inscritos no programa e que passarem por um processo seletivo. A proposta inicial era a oferta de 6 vagas de empregos nas empresas que aderirem ao programa, sendo 3 para jovens da zona urbana e 3 para os da zona rural. Com a apresentação de emendas essa proposta foi aumentada para 12, sendo 6 para cada zona.
"Peço que a população compareça à câmara esta noite para acompanhar a votação dessa importante matéria, que devemos louvar pela sua iniciativa", disse o vereador. Neném agradeceu, na ocasião, aos aliados que sufragaram os nomes de seus candidatos nas urnas, no primeiro turno, bem como, reafirmou seu apoio neste segundo turno à Ricardo Coutinho e Dilma Rousseff.
"Agradeço aos amigos que votaram nos candidatos que apresentei: Herculano (deputado estadual), Aguinaldo Ribeiro (deputado federal), Lucélio Cartaxo (senador), o governador Ricardo Coutinho e a presidente Dilma Rousseff. Aplaudo a forma independente que o povo de Itaporanga mostrou nestas eleições e reafirmo meu apoio, neste segundo turno, à Ricardo e Dilma", concluiu.

Ex-prefeito de São José de Caiana, Gildivan Lopes [do PMDB] anuncia adesão à candidatura de Cássio...

O ex-prefeito Gildivan Lopes, de São José de Caiana, conhecido como Galego de Caiana, liderança histórica do PMDB sertaneja, declarou adesão ao senador Cássio Cunha Lima (PSDB) neste segundo turno. Na semana passada, o atual prefeito da cidade, José Walter, também do PMDB, já havia aderido ao candidato da Coligação ‘A Vontade do Povo’.
A articulação foi feita pelo ex-candidato ao Senado Wilson Santiago. O Galego de Caiana votou, no primeiro turno, no candidato do PMDB, senador Vital do Rêgo. Segundo o ex-prefeito, a experiência administrativa e política de Cássio fará com que o Estado possa se desenvolver sem brigas e unido em torno do bem comum.

Ricardo recebe em Mulungu apoio de ex-candidato a prefeito [em 2012] e de dois ex-vereadores...

Em comício relâmpago em Mulungu, Ricardo Coutinho recebe novas adesões
Durante um comício relâmpago na noite desta quarta-feira (15), na cidade de Mulungu, no Brejo paraibano, o governador Ricardo Coutinho (PSB) recebeu adesão do candidato a vice-prefeito local, nas eleições de 2012, Ribeiro Rodrigues (PT) e dos ex-vereadores Antônio Doutor (PMDB) e Estenislau Ribeiro (PDT). 
Durante sua fala, Ricardo Coutinho agradeceu as novas adesões e voltou a criticar a falta de investimentos da gestão do PSDB na região do Brejo: “Não há uma obra importante feita por meu adversário”, disse o socialista.

Ricardo não consegue virar o jogo e o PMDB vai saindo à francesa...

Todo mundo esperava o governador Ricardo Coutinho (PSB) na frente na primeira pesquisa divulgada, neste segundo turno. Os cassistas torciam por uma diferença apertada, mas com Ricardo na frente; os ricardistas tinham certeza que abririam no mínimo 10 pontos. E tudo isso graças a crença de que costurar com a cúpula de um partido é garantia de transferência automática de votos, mas nem sempre a base acompanha as manobras feitas por cima.
Uma enquete do Correio Debate deu a primeira pista quando aferiu que 70% dos ouvintes não aprovaram a união do PMDB com Ricardo. Como é que o eleitor de Vital, que votou contra o governo, vai migrar para Ricardo? Como é que o eleitor de Maranhão, que não engole Ricardo, vai apagar as lembranças da memória e seguir seu líder cegamente?
E aí tá o resultado da incoerência na pesquisa do IPESP publicada hoje no Jornal da Paraíba, onde Cássio dispara e abre uma vantagem de cinco pontos na estimulada, 48% X 43%, e também cinco pontos na espontânea, 46% X 41%, Resumindo, confirmando-se essa tendência nas urnas, Ricardo cai arrastando consigo para uma vala comum gente como Zé Maranhão, Vital do Rego e Nabor.
Pergunto: é uma boa estratégia vestir a camisa de Ricardo na véspera nesse finalzinho de festa? Talvez por isso Maranhão esteja viajando, Hugo Mota também, Vital tá cuidando das CPIs e Roberto Paulino não esteja tão empolgado assim e ficou desse jeito após testemunhar a cara de preocupado do governador quando chegou para um comício em Guarabira, conforme foto acima. (Dércio Alcântara)

Clima azedou de vez: Apunhalado pelas costas, PT prepara reação contra criação do comitê Ricardo-Aécio na Paraíba...

O clima 'azedou' na cúpula da campanha do governador e candidato à reeleição, Ricardo Coutinho (PSB). O secretário de Articulação Política da Prefeitura de João Pessoa, Adalberto Fulgêncio (PT), e o deputado federal reeleito, Efraim Filho (DEM), protagonizaram um 'bate-boca' em uma emissora de rádio na tarde desta quinta-feira (16) por conta da criação do comitê Ricardo - Aécio na Paraíba.
Adalberto Fulgêncio acusou o grupo político do parlamentar de agir contra a candidatura do governador. "Esse movimento puxa a campanha de Ricardo para baixo. Estão tirando o peso de 55% da rejeição de Aécio no Nordeste das costas de Cássio e colocando em Ricardo", disparou. Mais adiante, ele chegou a afirmar que o DEM tem convergências com o PSDB por defender políticas do governo FHC e não conseguir garantir a vitória de Ricardo Coutinho na região de Santa Luzia.
Efraim Filho disse que as declarações do petista são ofensivas e desnecessárias. "Nós não podemos aceitar esse patrulhamento ideológico e isso só cria cisão na campanha, pois não estamos atacando ninguém. Agora não pode haver dois pesos e duas medidas". Os ânimos ficaram ainda mais exaltados quando Fulgêncio disse que o DEM não tinha moral para falar de escândalos políticos e ser rebatido pelo parlamentar. "Basta assistir ao Jornal Nacional para ver quem não tem não moral", retrucou Efraim Filho.
Já o deputado estadual reeleito Anísio Maia (PT) revelou indignação com criação do comitê Ricardo - Aécio Neves. Para o petista, o comitê suprapartidário PSB-PSDB irá dividir o eleitorado de Ricardo Coutinho no estado. "Isso foi um chute no pé na campanha do governador, pois ele perder o voto do povo do PT", opinou.
Anísio disse ainda que o chefe do executivo estadual tem responsabilidade sobre as decisões do seu coordenador de campanha, Efraim Morais (DEM), pai do deputado federal reeleito, Efraim Filho (DEM). "Isso ninguém entende. Parece que para o coordenador, a campanha de Aécio é mais importante do que a de Ricardo".
A estratégia da criação do comitê seria confundir a mente do eleitor e associar o crescimento do presidenciável tucano, nas pesquisas, ao socialista no estado. Dessa forma, o eleitorado poderia entender que Ricardo também estaria marchando junto com Aécio e que, a eleição dos dois traria bons frutos para o estado.
Porém, o PT prepara uma reação, diante da iniciativa de Efraim Morais. Segundo Anselmo Castilho, ex-diretor do Ibama e da Emlur, uma ala do partido já manifestou o mal-estar, por compreender que a fragmentação de apoio enfraquece a candidatura de Dilma no Estado. O deputado federal reeleito Luiz Couto (PT), inclusive, já teria sido acionado para levar a insatisfação do partido ao governador Ricardo Coutinho. 
Há poucos dias, a presidente Dilma chegou a revelar sua estranheza com o fato de Efraim ser o coordenador-geral da campanha. O presidente estadual do partido, Charlinton Machado, ainda não se posicionou sobre o assunto. O comitê Ricardo-Aécio, uma iniciativa do ex-senador Efraim, terá como um dos coordenadores o líder estudantil Beto Pirulito e o ex-deputado Fabiano Lucena.

Sob orientação de RC, coordenador da campanha monta comitê Aécio-Ricardo para tentar confundir eleitor

ricardo aecio comite
Sob orientação do governador e candidato à reeleição, Ricardo Coutinho (PSB), o coordenador geral de sua campanha, ex-senador Efraim Morais, juntamente com o deputado federal Efraim Filho e o ex-deputado Fabiano Lucena, estão montando um comitê Aécio-Ricardo. A estratégia seria confundir a mente do eleitor e associar o crescimento do presidenciável tucano, nas pesquisas, ao socialista aqui no estado. Dessa forma, o eleitorado poderia entender que Ricardo também estaria marchando junto com Aécio e que, a eleição dos dois traria bons frutos para o estado.
A orientação teria sido dada por conta da onda de crescimento de Aécio Neves (PSDB) e isso estaria transformando a estratégia de campanha do socialista aqui na Paraíba. A fórmula agora seria confundir o eleitor e mostrar que Ricardo também estaria unido ao tucano e, assim, associar o crescimento do presidenciável ao candidato girassol. Os comitês devem ser instalados no Sertão, em João Pessoa e Campina Grande.
A presidente da República e candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT), esteve na Paraíba na semana passada para dar às mãos ao também candidato à reeleição, Ricardo Coutinho (PSB). Mas, ao que parece bastou a petista ir embora e as pesquisas mostrarem que ela está em segundo lugar na disputa, para o cenário começar a mudar. Em sua vinda à Paraíba, Dilma teria sugerido a Ricardo o afastamento de Efraim Morais da coordenação de sua campanha. O ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, que veio à Paraíba às escondidas, também teria feito o mesmo pedido.
Porém, Ricardo não teria acatado as orientações e, agora, a petista pode enfrentar um problema com a aliança que ela acredita estar segura no estado entre PT e PSB. (Blog do Gordinho)

Juíza alega insuficiência de efetivo da Polícia Militar e solicita ao TRE envio de tropas federais para Pombal

A juíza eleitoral substituta da 31ª Zona, de Pombal, Isabelle Braga Guimarães,  encaminhou ofício ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) solicitando tropas federais para o segundo turno das eleições no município, por entender que o efetivo da Polícia Militar é insuficiente para o dia do pleito, além de argumentar também o acirramento local, de acordo com informações do cartório da zona. A solicitação chegou ontem ao tribunal. No primeiro turno, Pombal recebeu reforço da Polícia Federal.
O presidente do TRE, desembargador Saulo Benevides, explicou na sessão desta quarta-feira (15) que, no primeiro turno, o TRE teve que mandar guarnições da Polícia Federal para Alagoa Nova, Pombal e Pedras de Fogo, municípios em que houve relatos feitos por magistrados de problemas no primeiro turno das eleições. “Inclusive teve uma juíza que pediu a substituição de todo o policiamento desta cidade”, disse.
O presidente adiantou que vai levar o fato ao conhecimento do comando pois, no dia da eleição, os policiais não cumpriram as determinações da magistrada. Já a juíza de Santa Rita teve dificuldade para proibir uma carreata realizada à meia-noite. Num primeiro momento a polícia não atendeu à determinação da magistrada. (Com Jornal da Paraíba)

Relatora condena governador Ricardo Coutinho por conduta vedada no uso de placas em obras públicas do estado...

tre_15
A juíza do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), Antonieta Lúcia Maroja, entendeu que existe conduta vedada na propaganda feita em quatro placas encontradas em locais de obras do governo do estado e decidiu condenar o governador e candidato à reeleição, Ricardo Coutinho (PSB) e a Coligação A força do trabalho, ao pagamento de uma multa de R$ 21,2 mil pela irregularidade cometida. A decisão final da Corte foi adiada com pedido de vistas feito pelo desembargador João Alves.
De acordo com o relato da magistrada, a conduta vedada é verificada na identificação do gestor e não do governo. “Na inicial aparecem elementos estranhos nas placas com frases como ‘o governo está aqui’ ou ‘essa é mais uma obra do governo para melhorar a sua vida’. Houve criação de slogans que identificam o candidato à reeleição e isso fere a legislação eleitoral”, disse a juíza Antonieta.
A ação foi movida pela coligação “A vontade do povo” que argumentou estar, o governador Ricardo Coutinho,  utilizando abusiva e excessivamente da estrutura do estado em sua campanha à reeleição. “Na tentativa de incluir na mente e no cotidiano dos eleitores o nexo entre feitos públicos e imagem pessoal”, afirmou a petição proferida no dia 5 de agosto.