sexta-feira, 31 de outubro de 2014

UEPB confirma adesão integral ao Sistema de Seleção Unificada para ingresso na Instituição

A partir do período letivo 2015.1, todas as vagas ofertadas pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) para os seus cursos de graduação serão preenchidas a partir do desempenho dos candidatos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A informação foi confirmada nesta sexta-feira (31), pelo pró-reitor de Graduação, professor Eli Brandão.
Conforme o pró-reitor, o vestibular tradicional da Universidade foi extinto, tendo o Vestibular 2014 sido o último realizado pela UEPB. Desta forma, a Universidade Estadual da Paraíba, através da Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD), vai estabelecer critérios para nota mínima e peso das notas, de conformidade com o que já era praticado no vestibular.
O número de vagas a serem ofertada pela UEPB para 2015 ainda está sendo definido junto com as coordenadorias dos cursos e será anunciado em breve. Os coordenadores de cada curso deverão informar a Pró-Reitoria de Graduação a quantidade de vagas que será aberta para preenchimento por meio do SiSU a partir de cada realidade. Devido a crise financeira que a UEPB atravessa, a tendência é que o número de vagas para ingresso na Instituição seja inferior ao ofertado no último vestibular.

MPE manifesta-se pela manutenção da cassação da prefeita de Diamante Marcília Mangueira e TRE-PB prepara agora votação no pleno...


Três meses após retornar ao cargo de prefeita, por conta de limitar concedida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB), que suspendeu decisão da 33ª Zona Eleitoral que cassou seu mandato por captação ilícita de sufrágio (compra de voto) nas eleições de 2012, a prefeita de Diamante, Marcília Mangueira (PMDB), encerra o mês de outubro com decisão desfavorável na Corte Eleitoral.
É que o Ministério Público Eleitoral se manifestou pela manutenção da cassação dos mandatos da prefeita e do vice-prefeito Damião Juca, conforme decisão proferida no fim de julho passado pelo juiz Carlos Gustavo Guimarães - da 33ª Zona Eleitoral de Itaporanga. O Procurador Regional Eleitoral, Rodolfo Alves Silva, decidiu-se pelo indeferimento do Recurso interposto pela prefeita. 
Ao se manifestar pelo indeferimento do recurso, o procurador pede a manutenção da sentença "em todos os seus termos, devendo ser o segundo colocado na disputa chamado a assumir o cargo", tendo em vista que Marcília foi eleita com menos de 50% dos votos válidos. Assim sendo, Carmelita Mangueira (PSDB) deve assumir o cargo de prefeita que, inclusive, chegou a ser empossada horas antes da liminar conseguida no TRE-PB por Marcília.
No recurso ao TRE-PB, a defesa da prefeita cassada, Marcília Mangueira, alega que "houve cerceamento de defesa, acolhimento de prova ilícita e ausência de prova robusta". Teses desmanchadas pelo MPE que entende ter "comprovado nos autos a conduta de captação ilícita de sufrágio". A decisão do MPE foi dada no último dia 22.
Além da cassação do mandato, como pedida na Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), a Justiça Eleitoral também determinou o pagamento de multa no valor de R$ 10 mil. O processo [recurso] é o de nº 750-57.2012.6.16.0033, que tem como relator o desembargador João Alves - vice-presidente do TRE-PB.
Leia também: Justiça cassa mandato da prefeita de Diamante, Marcília Mangueira que respondia a uma AIJE por compra de votos nas eleições de 2012...

TCE reprova contas de 2012 e imputa débito de R$ 1,2 milhão despesas não comprovadas feitas pelo ex-prefeito de Serra Grande, João Bosco...

TCE imputa débito de R$ 1,2 milhão a ex-prefeito e rejeita contas de gestores
O Tribunal de Contas do Estado, reunido ontem (30), emitiu parecer contrário à aprovação das contas de 2012 do ex-prefeito de Serra Grande, João Bosco Cavalcante, a quem impôs o débito de R$ 1.259.148,23 milhão por despesas irregulares, conforme entendimento do conselheiro Fernando Catão, relator do processo. O ex-prefeito, que deixou de apresentar defesa, ainda poderá fazê-lo em grau de recurso.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Lindolfo Pires defende participação de PT e PMDB no novo governo de RC: ‘Quem apóia merece fazer parte do projeto’.

O deputado estadual reeleito Lindolfo Pires (DEM) comentou que acredita que o governador Ricardo Coutinho (PSB) deve abrir conversação com todos e afirmou que ‘quem apóia merece fazer parte do projeto’.
Em entrevista ao Sistema Arapuan de Comunicação, Pires explicou que os parlamentares ainda estão em ‘ressaca cívica’ e que o novo governo começa a partir de janeiro, mas não é preciso esperar a posse.
Para o democrata, Coutinho vai ‘governar com quem votou nele’ e defende a participação do PT e do PMDB na composição do futuro governo do socialista.

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Presidente do Cruzeiro de Itaporanga confirma interesse em disputar a presidência da FPF e afirma ter o apoio de 14 clubes...

A Federação Paraibana de Futebol divulgou na noite de ontem (28) o edital de convocação para as eleições que vão escolher o novo presidente da entidade. O pleito será realizado no dia 12 de dezembro na sede da FPF. Um dos interessados em comandar a entidade é o presidente do Cruzeiro de Itaporanga, Nosman Barreiro (foto). O dirigente afirmou ter o apoio de alguns clubes profissionais, amadores e ligas.
- Tenho interesse em disputar a eleição da Federação Paraibana de Futebol. Tenho o apoio de 14 clubes, entre profissionais e amadores, mas estamos buscando novos apoios. Além de Nosman Barreiro, mais cinco pessoas demonstraram interesse em ocupar a cadeira que foi de Rosilene Gomes por 25 anos.  
Devem ser candidatos os interventores da FPF, Ariano Wanderley e João Máximo, o ex-presidente do Campinense Clube, Rômulo Leal, o ex-presidente do Auto Esporte, Klécius Gomes, e o presidente do Conselho Deliberativo do CSP, Josivaldo Alves. (Luiz Carlos Roque/Pré-Temporada)

Bandidos atiram contra deputado estadual Domiciano Cabral durante assalto em bairro nobre da Capital

O deputado estadual Domiciano Cabral (foto) foi vítima de um assalto, no início da tarde desta quarta-feira (29), em frente a sua residência, localizada no bairro do Bessa, em João Pessoa. Os bandidos chegaram a atirar em direção aos pés do parlamentar, que nada sofreu.
De acordo com informações da assessoria do deputado, minutos antes ele havia sacado dinheiro em uma agência bancária próxima. Ao chegar a sua residência e estacionar o veículo em frente ao portão principal, ele foi abordado por homens armados que o renderam e levaram todo o dinheiro.
A Polícia ainda não tem pistas dos suspeitos pelo crime. 

Comando do 13º BPM agradece e parabeniza os policiais militares pelo trabalho na Operação Voto Seguro, no Vale do Piancó.

O Comandante (foto) do 13º Batalhão de Polícia Militar, sediado em Itaporanga, vem de público agradecer a todos os policiais pelo brilhante trabalho realizado em todo o Vale do Piancó, sertão da Paraíba, durante as eleições 2014, denominada de Operação Voto Seguro. 
"Aos militares que atuaram na atividade meio, bem como no patrulhamento e na guarda das urnas, em prol da segurança do cidadão, este Comando parabeniza-os pelo trabalho ordeiro e imparcial, onde foram cumpridas todas determinações do comando e da Justiça Eleitoral, proporcionando segurança e tranquilidade à população.
Graças a Deus e ao empenho dos nossos guerreiros, tivemos, indubitavelmente, uma das eleições mais tranquilas dos últimos tempos, sem registro de ocorrências de destaque ou de qualquer alteração que pudesse prejudicar o andamento dos trabalhos eleitorais.
Quero estender a todos, os elogios recebidos por parte das autoridades e de todos aqueles que nos procuraram para parabenizar a Polícia Militar pelo trabalho desenvolvido.
Até a próxima. Abraço a todos".

Major Jurandy – Comandante do 13º BPM

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Juíza da 32ª zona eleitoral fez balanço positivo das eleições, em Piancó...

Eleições 2014 na 32ª Zona Eleitoral em Piancó 
O segundo turno das eleições para presidente e governador em Piancó e nas demais cidades que compõe a 32ª Zona Eleitoral, além da 66ª Zona Eleitoral, seguiu seu curso normal. Segundo ítalo Lopes chefe do cartório da 32ª eleitoral não foi registrado nenhum incidente. Patrícia Cristina chefe do cartório eleitoral da 66ª zona também informou que a eleição seguiu normal.
A juíza Bárbara Bortoluzzi responsável pela 32ª zona eleitoral, percorreu os locais de votação em Piancó.  Segundo ela, não foi registrado nenhuma denúncia e nas sessões, nas conversas com mesários e fiscais, tudo transcorreu normalmente. A juíza esteve na companhia de policias militares e federais. O promotor de justiça Elmar Pereira também disse que a eleição em Piancó se deu de forma tranquila. A PM reforçou a segurança nas ruas e nos locais de votação. (com ValeNewsPB)

Mensagem do prefeito Nilson Lacerda aos funcionários públicos...

No Dia do Funcionário Público, 28 de outubro, quero parabenizar aos homens e mulheres que com empenho, suor e dedicação ajudam a construir uma cidade mais justa e digna.
Os esforços de cada um de vocês resultam em avanços para o município nas mais diversas áreas. Hoje, as melhorias na saúde, educação, assistência social, dentre outras, evidenciam a força e o desejo de servir do funcionário público municipal.
Isso porque servir implica vontade de realizar, empenho e dedicação nas atividades diárias. Servir dignifica e nos faz orgulhosos do que ajudamos a construir.
O município de Conceição tem razões para se sentir orgulhoso dos seus servidores que com responsabilidade, e que diante das dificuldades pessoais e profissionais, vencem dificuldades e barreiras diárias para cumprir fielmente suas tarefas, contribuindo para o crescimento do nosso município.
Renovamos, portanto, nesta data, nossa gratidão, respeito e homenagem a todos os servidores públicos municipais que constroem com respeito e seriedade suas funções de servir à população. Parabéns a todos os funcionários públicos que fazem a diferença e ajudam a edificar uma Conceição cada vez melhor!

Nilson Lacerda – Prefeito de Conceição – PB

‘Eleitor manda dois recados claros: mudança e reforma’, diz a presidente Dilma Rousseff na 1ª entrevista após reeleição...

Em sua primeira entrevista exclusiva na TV brasileira, a presidente Dilma Rousseff (PT) afirmou nesta segunda-feira (27) que o eleitor manda dois recados diretos com sua reeleição: mudança e reforma. A presidente sugeriu mudanças na área econômica e recomendou “calma e tranquilidade” para o trabalhador brasileiro.
Questionada sobre a pequena diferença de votos que lhe deu a vitória sobre Aécio Neves (PSDB), Dilma afirmou que “toda democracia manda um recado de mudança numa eleição”.
— Uma reeleição é ainda mais um momento de mudança. Qual é o recado que o eleitor está mandando para você? “Eu acho que você acertou em umas coisas, mas você tem de melhorar, tem de fazer mais”. Acho que mandam dois recados claros: mudança e reforma. [...] Vou buscar fazer as mudanças e reformas que o Brasil exige.

Governador Ricardo Coutinho anuncia reforma administrativa até o fim de dezembro já incluindo nomes do PMDB e do PT...

O governador reeleito Ricardo Coutinho (PSB) disse na noite desta segunda-feira (27), durante entrevista ao programa Conexão Master, da TV Master, que deverá fazer uma reforma administrativa ainda este ano. 
"Posso e devo fazer [a reforma]. Vou começar um diálogo com os partidos e buscar cada vez mais qualificar o governo, ampliando com os novos companheiros do PMDB e do PT. Quero fazer isso o quanto antes para que no dia 1º de janeiro não assuma um monte de pessoas e para que tenhamos transição tranquila", disse. 
Com uma base estimada atualmente em 15 parlamentares na Assembleia a partir do próximo ano, o governador concordou com a tese divulgada pela deputada estadual eleita Estelizabel Bezerra (PSB) sobre a mudança no comando do Legislativo Estadual. 

Presidente da Assembléia Legislativa, deputado reeleito Ricardo Marcelo diz que as eleições passaram e agora é a hora de trabalhar pela Paraíba

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Ricardo Marcelo, fez um chamamento, na noite desta segunda-feira (27) se trabalhar pelo Estado.
De acordo com Ricardo Marcelo, após concluídas as eleições, a Paraíba inicia “um novo período”.
“As eleições passaram. Agora vamos com força e fé trabalhar por nossa Paraíba”, postou o presidente estadual do Partido Ecológico Nacional (PEN), em sua conta no Twitter.

RG se coloca à disposição de Lígia para transição, na vice-governadoria

O vice-governador Rômulo Gouveia (PSD), eleito deputado federal nestas eleições, afirmou ontem que o seu gabinete está à disposição da vice-governadora eleita Lígia Feliciano (PDT), na chapa “A Força do Trabalho”, encabeça pelo governador reeleito Ricardo Coutinho (PSB), para possibilitar a transição da gestão. “A partir de hoje ou da próxima semana, quando a nova vice-governadora preferir”, declarou.
Rômulo disse que pretende abrir as portas do seu gabinete, agora que retoma normalmente as atividades após as eleições, inclusive com a expectativa de encerrar o mandato sem arestas com o atual governador. “No período eleitoral, eu respeitei o processo de disputa, mas, depois do dia 5 de outubro, já despachei normalmente. Vou me manter no papel de vice como me mantive a campanha toda. Não tem muita coisa, a estrutura administrativa da vice é pequena. Mas da mesma forma como Luciano Cartaxo fez comigo, irei passar para Lígia. O papel de vice é um eventual substituto, não há nenhuma anormalidade”, afirmou.
Apesar de considerar de não haver muito o que precise ser passado sobre as funções e atividades da vice-governadoria, Rômulo Gouveia disse que deve entregar os trabalhos que foram desenvolvidos ao longo de seu mandato. “Procurei ser um vice atuante e vou fazer questão de passar tudo para a próxima vice-governadora. Vou entregar as gavetas, a papelada nos próximos 60 dias que nos restam, até porque também estou me preparando para assumir o meu mandato de deputado federal”, garantiu.

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Porta voz de RC desabafa sobre vitória e sentencia que eleitorado da PB deu uma lição aos políticos

O secretário estadual de comunicação, jornalista e blogueiro Luis Torres comentou a vitória das urnas que reelegeu o governador Ricardo Coutinho (PSB). Para ele, a vitória representa mais que um projeto e sim uma lição. "É mais que uma vitória, é uma lição. A Paraíba e seu eleitorado deu uma lição na classe política, a essa geração política e as que virão", sentenciou.
Para Torres, a vitória representa uma mudança de paradigma no cenário local e enfatizou que os políticos devem compreender o recado dado nas urnas. "Os políticos têm que trabalhar para dar resultados. É preciso muito mais do que uma embalagem, tem que ter conteúdo. Eu fico feliz hoje em presenciar um momento histórico na Paraíba. E fica um recado aos políticos: É preciso que vocês atendam e entendam que é preciso ter conteúdo, resultados, é preciso fazer. Minha felicidade maior é ver que o povo da Paraíba está amadurecendo para isso. Parabéns", finalizou Torres.

Durante coletiva: Cássio parabeniza Ricardo, taxa PMDB de oportunista, evita falar em terceiro turno e diz que fará uma oposição altiva...

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) concedeu agora a pouco, no Auditório da Asplan, em João Pessoa, uma entrevista coletiva à imprensa. Na oportunidade, o tucano disse que, sem dúvida, a aliança do PSB com PT, PMDB e DEM fizeram a diferença no resultado das eleições e que fará uma oposição altiva ao governador Ricardo Coutinho.
Durante a coletiva, ele preferiu não falar sobre ações judiciais que resultem num possível terceiro turno e disse que caberá aos advogados e ao Ministério Público investigar os atos denunciados. O tucano afirmou que perdeu a campanha lutando contra três máquinas poderosas: a do Governo Federal, Estadual e do Municipal de João Pessoa. “Nós brigamos com três máquinas. Afora essas máquinas, teve o bom trabalho feito pelo prefeito Luciano Cartaxo e seu irmão, o candidato a senador, Lucélio, que trabalharam muito. No interior Efraim Morais e Efraim Filho, fizeram o mesmo com a ajuda de Damião Feliciano e Lígia”, ressaltou o senador Cássio Cunha Lima.
Cássio ainda afirmou que a posição dos peemedebistas no segundo turno não foi correta, foi oportunista. “Não há como não deixar de dizer que faltando 20 dias para a eleição, o reforço do PMDB na campanha de Ricardo foi imprescindível agora no segundo turno. Isso também ocorreu no primeiro turno com o apoio do PT… O PMDB passou quatro anos fazendo uma oposição dura, contundente com Ricardo; e agora , vem de uma forma oportunista se aliar a quem sempre fez oposição. Cadê a verdadeira oposição. Eles nunca foram a verdadeira oposição”, disparou o senador.
O tucano preferiu reduzir a causa da derrota: “Tive menos votos”. “A democracia é feita por governo e oposição. Vamos cumprir este papel que a sociedade nos reservou”, disse Cássio, lembrando que obteve, como oposição, mais de um milhão de votos.  Cássio agradeceu a votação e evitou falar sobre judicialização das eleições após o pleito. 
Por fim, Cássio cumprimentou Ricardo pela vitória. “Torço para que ele (Ricardo) faça um bom governo pelo bem da Paraíba. No entanto, farei uma oposição altiva e vigilante,” finalizou.

domingo, 26 de outubro de 2014

Na campanha mais acirrada desde 1989, Dilma Rousseff é reeleita com 51,59%; Ao perder em Minas Gerais, Aécio Neves ficou com 48,41%...

Após uma campanha de intensa polarização no segundo turno, a presidente Dilma Rousseff (PT) foi reeleita neste domingo (26) e impediu a virada do senador mineiro Aécio Neves, candidato do PSDB - nunca um candidato que ficou em segundo lugar no primeiro turno foi eleito presidente do Brasil.
Por volta da 20h30, com 98% das urnas apuradas, Dilma tinha 51,45% dos votos e Aécio, 48,55%. A diferença de votos era de 3 milhões. Essa foi a menor diferença de votos em um segundo turno desde a redemocratização.
Antes disso, a disputa mais apertada foi em 1989, quando Fernando Collor de Mello (então no PRN) venceu Luiz Inácio Lula da Silva (PT) por 4 milhões de votos. Na época, Collor teve 53,03% contra 46,97% de Lula.
Nas outras eleições presidenciais decididas em duas etapas, a diferença entre o vencedor e o segundo colocado foi maior. Em 2002, Lula teve 19,4 milhões de votos a mais do que José Serra (PSDB). Quatro anos depois, Lula foi reeleito com uma margem ainda maior: 20,7 milhões de votos a mais do que Geraldo Alckmin (PSDB). Já na última eleição, a diferença voltou a se estreitar, e Dilma bateu Serra por 12 milhões de votos.
Com a vitória, o PT vai para o quarto mandato seguido e deverá completar 16 anos à frente do governo federal. Primeira mulher a presidir o país, a petista liderou a votação no primeiro turno, mas passou a maior parte da campanha do segundo turno em situação de empate técnico com Aécio nas pesquisas de intenção de voto.
É a quarta derrota seguida que o PT impõe aos tucanos nas eleições presidenciais. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma venceram José Serra – duas vezes -- e Geraldo Alckmin nas eleições de 2002, 2006 e 2010.
Com Dilma, o vice-presidente Michel Temer (PMDB) também foi reeleito. Os dois tomarão posse do novo mandato em 1º de janeiro de 2015.

Cássio concederá entrevista coletiva em João Pessoa nesta segunda-feira

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB), que perdeu as eleições para governador neste domingo (26), irá conceder entrevista coletiva a imprensa, na tarde desta segunda-feira (27), no auditório da Asplan, localizado no centro de João Pessoa (PB). A informação é da assessoria do tucano. Cássio acompanhou a apuração em Campina Grande (PB), mas já se deslocou para João Pessoa.

Socialista Ricardo Coutinho é reeleito governador da Paraíba

O Tribunal Regional Eleitoral já apurou 9.494 urnas, ou seja, 99,70% das seções espalhadas pela Paraíba. Os números confirmam a reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB) para um mandato de mais quatro anos. O socialista, da coligação “A Força do Trabalho”, está com 52,59% dos votos (1.122.300).
O senador Cássio Cunha Lima (PSDB), da coligação “A Vontade do Povo”, ficou em segundo com 47,41% - 1.011.567 votos apurados até o momento. Foram apurados até o momento 2.825.937 votos. A abstenção registrada é de 17,99% - 508.368 pessoas. Cássio pela primeira vez é derrotado nas urnas.
Ricardo conseguiu reverter a situação desfavorável do primeiro turno, quando Cássio foi mais votado com 47,44% dos votos válidos (965.397 dos totais) e ele obteve 46,05% ( 937.009).

Com 74% dos votos já apurados na Paraíba, Ricardo Coutinho já pode se considerar reeleito possui 52,21% e Cássio Cunha Lima 47,79%...

Cássio acompanha apuração na residência dos pais, em Campina Grande, enquanto Ricardo acompanhará da Granja Santana, em João Pessoa...

Os dois candidatos a governar a Paraíba nos próximos quatro anos, acompanharão a apuração dos votos, neste domingo (26), em suas residências ao lado de familiares, amigos e correligionários. 
O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) como faz tradicionalmente em todas as eleições, acompanhará a divulgação do resultado na residência dos seus pais, Ronaldo Cunha Lima (in memorian) e Dona Glória Cunha Lima, na rua Agamenon Magalhães, no bairro do Alto Branco, em Campina Grande. 
O governador Ricardo Coutinho (PSB) acompanhará na Granja Santana, residência oficial do chefe do Executivo estadual, localizada na avenida ministro José Américo de Almeida, no bairro de Miramar, em João Pessoa. 

PB: Governador eleito deve ser conhecido por volta das 19h30, diz TRE

alexandra-cordeiro
A diretora-geral do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Alexandra Cordeiro, afirmou que o resultado das eleições deve ser conhecido por volta das 19h30 deste domingo (26). Ela lembrou que no primeiro turno, o TRE já havia apurado 95% dos votos por volta das 19h30.
Alexandra informou que as urnas que apresentaram problemas no primeiro turno das eleições foram substituídas e as que não tiveram defeitos estão sendo utilizadas normalmente.
A diretora do TRE disse ainda que o pleito segue tranquilo no estado e o eleitor tem comparecido massivamente para votar desde cedo. “O eleitor paraibano está dando um exemplo de cidadania e não registramos grandes ocorrências. Tudo está sob controle”, declarou.

Presidente do TRE diz que eleição tranquila de Cabedelo a Cajazeiras

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, desembargador Saulo Benevides, fez um balanço da primeira etapa da votação em todo estado e garantiu que o pleito está ocorrendo dentro da normalidade sem nenhum registro de ocorrência mais grave.
O desembargador revelou que vem mantendo contato com todos os juízes eleitorais do estado e as notícias que vem recebendo é que tudo ocorre tranquilamente. "A eleição está ocorrendo com tranquilidade sem registro de ocorrências graves de Cajazeiras e a Cabedelo", revelou o presidente.
Até o meio dia, 38 urnas haviam sido substituídas, sendo 19 em João Pessoa, mas sem prejuízo, já que foram substituídas imediatamente, sem ocorrer atrasos.

Já se foi metade do dia e a votação segue acirrada em meio ao silêncio...

Tanto o candidato à reeleição, Ricardo Coutinho, quanto o candidato do PSDB, Cássio Cunha Lima, saíram das urnas pela manhã apostando na vitória. Como só terá um vencedor, independentemente cremos ser plausível e lógico projetar um resultado apertado.
Estamos a poucas horas do fim da votação e o silêncio segue ensurdecedor. Nos bastidores as informações de pesquisas internas fervem a todo vapor, mas como não podemos desrespeitar a lei, ou seja, revelar o que não está em acordo com registro e providencias legais, vamos deixar para expor depois da votação. (Walter Santos)

Nas redes sociais, a primeira dama Pâmela Bório defende alternância de poder: "Quem entra vem cheio de gás e vontade de fazer mais...", diz.

pamelaalternaciapos
Mais uma vez, a primeira-dama Pâmela Bório veio à boca do palco neste domingo (26) de votação no segundo turno das eleições para o governo da Paraíba e presidente da República. Sem citar nomes, PB – não é por coincidência – usou as redes sociais para expor seu ponto de vista através da seguinte mensagem:
“Uma das coisas mais importantes na democracia é a alternância de poder. Quem entra vem cheio de gás e vontade de fazer mais…” Ela não esconde que vota em Aécio Neves para sucessão presidencial, mas colocou um ponto de interrogação quanto ao voto para o governo do Estado, se no marido candidato à reeleição ou no senador Cássio Cunha Lima (PSDB). (com Marcone Ferreira)

Devido parcialidade TRE-PB afasta comandante da PM em Pombal...

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba afastou do cargo neste domingo (26), o comandante da Polícia Militar de Pombal, Capitão C. Lima. A juíza eleitoral da 31ª Zona, Isabelle Braga Guimarães e o Ministério Público Eleitoral teriam confeccionado um relatório e enviado ao TRE-PB pedindo o afastamento do comandante, suspeito de parcialidade nas eleições de 2014. O MPF comunicou o caso à Justiça Eleitoral, que determinou o afastamento do capitão do cargo durante a realização das eleições neste domingo. O Comando Geral da Polícia Militar foi notificado e o major Rômulo substituiu o capitão temporariamente.

Junto de multidão, Cássio vota em CG e revela expectativa por vitória

Acompanhado de multidão, Cássio vota em CG e revela expectativa por vitória no segundo turno 
"Nós enfrentamos a máquina do governo federal, do governo do estado e nunca vimos um pleito tão desigual, mas forte é o povo", declarou o senador e candidato Cássio Cunha Lima (PSDB), após votar no colégio estadual da Prata, em Campina Grande, no final desta manhã. Cássio destacou expectativa pela vitória no segundo turno das eleições.
Na oportunidade, o tucano lembrou que foi o único candidato de oposição que venceu o primeiro turno das eleições apesar de enfrentar as máquinas do estado e do governo federal. Ele ainda ressaltou que a Paraíba vive um momento único por ter a chance de eleger um governador amigo do presidente da República, em caso de eleição de Aécio Neves.
Cássio criticou ainda o governador Ricardo Coutinho (PSB), que disputa a reeleição, ressaltando que ´a saúde vai mal, a educação e a segurança também'. Segundo o candidato deve-se investir em mobilidade urbana, na transparência e ética para governar o estado. Cássio votou por volta das 11h acompanhado de familiares e correligionários e concedeu entrevista na chegada ao local de votação.

Ricardo vota em JP e acredita ter feito bom combate durante campanha

Ricardo Coutinho vota em JP e acredita ter feito bom combate durante campanha
O governador e candidato à reeleição Ricardo Coutinho (PSB) votou na manhã deste domingo (26) por volta das 10h30 na Fundação Casa de José Américo, em João Pessoa. Ricardo compareceu ao local de votação acompanhado por seus dois filhos, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo e seu irmão Lucélio, além de outras lideranças de seu partido e partidos aliados.
Após votar, Ricardo se mostrou confiante e afirmou que fez tudo o que estava ao seu alcance durante a campanha. "Eu acho que fiz um bom combate. Eu, particularmente, espero muito poder continuar esse trabalho e, mais do que nunca, ao lado da presidenta Dilma para que nós dois possamos dar as mãos e trazer muito mais coisas para a nossa Paraíba", ressaltou. 

Abstenção X Cidadania...

O eleitor paraibano, hoje, tem a oportunidade de demonstrar seu amor pela Paraíba e praticar a cidadania, não abrindo mão de escolher o próximo governador. É que as estatísticas do TSE apontam para uma abstenção maior no 2º turno, e o feriado da próxima terça-feira (dia do servidor), com ponto facultativo para muitos na segunda-feira, não ajuda em nada, diante de um ‘feriadão’...
No 1º turno, dos 2.834.782 eleitores aptos a votar no Estado, 2.334.522 compareceram às urnas – uma abstenção de 17,65%. Nas eleições gerais de 2010, a abstenção foi de 506.052 no 1º turno e 521.249 no 2º. Em 2006, 419.613 eleitores abriram mão de votar no 1º turno, enquanto no 2º o número chegou a 441.170. Nas eleições de 2002, a abstenção também foi maior no 2º turno: de 416.560 ausentes no 1º para 427.754 no 2º.
Quem deixou de votar no primeiro turno, mesmo sem justificar a ausência, poderá votar normalmente neste domingo. Os eleitores que estiverem nessa situação terão de, obrigatoriamente, justificar ausência até 4 de dezembro.

Democracia, que bom...

A democracia tem muitos defeitos, não tenho dúvida. Mas é bom saber que é sob suas bases que nós vivemos. Hoje vamos escolher o novo presidente, o novo governador e, independente do resultado, devemos ficar felizes porque não nos foi imposto goela abaixo um representante. Não foi com um fuzil na cabeça que decidimos qual será o condutor das questões administrativas, políticas, econômicas, sociais, ambientais. Isso é uma vitória inegável. Não podemos perder de vista esse nosso direito.
As divergências são necessárias no processo de construção e amadurecimento de nossa política e nem os ataques pessoais, nem as propostas superficiais tiram a importância e força deste momento. Estamos amadurecendo nossas práticas democráticas, deixando em nossa história de país onde as ideias, crenças percorrem livres na sociedade, em nossas instituições.
No caso aqui da Paraíba, temos dois candidatos que até pouco tempo eram aliados. Os interesses se tornaram conflitantes e, mesmo em meio às divergências, trocas de farpas, eles foram aceitos pelo seu povo como possíveis representantes. A semente das candidaturas pode até ter sido regada pela vontade de um grupo, de alguns líderes, de algum político, mas é o “saber” da população que avaliza o nome e o coloca no duelo democrático.
Como é bom ver olhares diferentes sobre a política do país, do estado, juntos nos argumentos, das discussões, desentendimentos e entendimentos. A democracia permite que um beneficiário do programa Bolsa Família vote em Aécio e que o presidente de uma grande empresa vote em Dilma. Permite ver fiéis membros do coletivo girassol lutando pela candidatura de Cássio, bem como “velhos tucanos”, defendendo o socialista Ricardo Coutinho. Sem a democracia não teríamos isso. 
Mesmo com os excessos, erros e abusos, temos sob a nossa égide a Justiça. Às vezes falha, às vezes cega, mas como um eixo para balizar as nossas posturas éticas. Temos a imprensa livre que para divergir, concordar, contrariar. Somos, ainda, livres para expressar nossas ideias para o nosso círculo de amigos virtuais e compartilhar nosso pensar sem o medo da prisão ou da coação. Hoje devemos brindar a democracia e, independente do resultado, valorizemos esta forma de governo para, sob sua base, contestar o que vem por aí, se não foi como pensávamos ou queríamos. (LC)

Dia ‘D': Cássio e Ricardo disputam os votos de mais de 2,8 milhões de eleitores neste domingo...

Neste domingo (26), mais de 2,8 milhões de paraibanos vão às urnas eleger o gestor que deverá comandar os destinos da Paraíba pelos próximos quatro anos. Disputam à preferência do eleitorado o ex-governador e senador Cássio Cunha Lima (PSDB) e o atual governador Ricardo Coutinho (PSB). Dois políticos que, por já terem experiência administrativa no cargo, conhecem a fundo os principais problemas do Estado.
Hoje será o capitulo final de uma campanha que se apresentou acirrada, tanto no primeiro turno, quanto – como se desenha – na segunda etapa do pleito, bem como um processo eleitoral marcado por acusações de ambos os lados, e que, muitas vezes, deixou para um plano secundário propostas e projetos importantes para o desenvolvimento do Estado.
Diante disso, seja qual for o resultado, o que se espera do candidato vitorioso será, no mínimo, uma postura de reconciliação. Afinal, juntos (me refiro aos mais de 3,9 milhões de paraibanos) é que poderemos gerar um ambiente propício para tentar resolver, se não amenizar, graves questões encontradas na saúde, na educação e na falta de segurança desse aconchegante, ensolarado e amado estado chamado Paraíba.

sábado, 25 de outubro de 2014

Ibope e Ipespe mostram candidatos "embolados" na margem de erro; em 2002, 2006 e 2010 (RC) pesquisas davam derrota de Cássio, na véspera, e ele acabou vencendo nas urnas. Resta saber se a história vai se repetir...

Ibope aponta Ricardo com 53% dos votos válidos contra 47% de Cássio
O resultado das duas pesquisas divulgadas na noite deste sábado (25), do Ibope e do Ipespe, só confirma o grau de acirramento que já e tradicional na política paraibana. Os dois institutos colocam Ricardo Coutinho (PSB) à frente de Cássio Cunha Lima (PSDB), nas intenções de voto nesta véspera de eleição. O Ibope traz Ricardo com 53% contra 47% atribuído à Cássio. Enquanto o Ipespe coloca Ricardo com 52% e Cássio com 48%. 
A pesquisa do Ibope foi encomendada pelas TVs Cabo Branco e Paraíba. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos. Já a pesquisa Ipespe foi encomendada pelo Jornal da Paraíba. E a margem de erro é de 2,6 pontos percentuais, para mais ou para menos.
Resumo da ópera: Em 2002, 2006 e 2010 o Ibope também dava a derrota de Cássio, ou do seu candidato nas vésperas das eleições e o resultado, nós todos sabemos qual foi. Vitória do tucano na força e na raça. Isso é história e não podemos omitir. O certo nestas eleições é que o acirramento está latente. Resta saber se a história vai se repetir...

TRE nega pedido de RC para retirar publicação sobre "Babá" do ClickPB

O TRE negou, nesta sábado (25), pedido da Coligação do Governador Ricardo Coutinho (PSB), candidato à reeleição, para retirar do ClickPB a reprodução de uma notícia publicada no Jornal de Brasília sobre a babá da Granja Santana. De acordo com a matéria, “Jornal de Brasília revela denúncia de ex-funcionária da Granja Santana”, o colunista Mino pedroso publicou uma nota pra lá de comprometedora, envolvendo o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho.
A Coligação de Ricardo pediu a retirada da matéria e multa de R$ 30.000,00 para o Portal ClickPB por reproduzir a notícia. Na decisão, a juíza Niliane Meira Lima diz que na publicação “Não há, portanto, qualquer argumentação ou crítica que construa propaganda eleitoral negativa contra quem quer que seja” e completou: “a própria Presidente da República confessou recentemente em um debate que possui, em casa, R$150.000,00 (cento e cinquenta mil) reais em dinheiro”.

Armação: Governo manda policiais militares invadir produtora de Cássio sem mandado; juiz e promotora encaminhou os policiais para a PF...

Várias viaturas das Polícias Civil e Militar foram deslocadas para a sede da produtora que produziu o programa eleitoral do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), onde também funciona o comitê jurídico da campanha. Sem qualquer mandado, o coordenador jurídico da campanha de Cássio, advogado Harrison Targino, os policiais tentaram invadir a produtora.
Ainda segundo Harrison, os policiais só não invadiram a produtora por conta da intervenção dos advogados da coligação "A Vontade do Povo". O próprio Harrison que se encontrava no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba comunicou o fato ao presidente da Corte, desembargador Saulo Benevides, que imediatamente acionou o comandante geral da Polícia Militar.
"A alegação da Polícia é que existiria uma suspeita, mas só existe suspeita contra Cássio", indagou Harrison. Como medidas contra o abuso, o advogado disse que o presidente do TRE/PB foi comunicado, desembargador Saulo Benevides e o próprio teria mantido contado com o comandante da Polícia Militar, Coronel Euller. "Depois disso, viaturas disfarçadas permaneceram no local o que é um absoluto desrespeito e que caracteriza o abuso de Poder. Vamos representar criminalmente o comandante da PM", arrematou Harrison.
O advogado, que estava no TRE, acionou, de imediato, o presidente da Côrte, desembargador Saulo Benevides, que entrou em contato com o comandante-geral da PM, determinando que dispersasse os policiais.
 
Os policiais justificaram a ação informando que haviam recebidos denuncias de irregularidades no local. Targino procurou a Polícia Federal, juntamente com a juiz eleitoral e a promotora da cidade de Cabedelo para denunciar, o que ele chamou de abuso de autoridade.
Veja o vídeo abaixo:

Funcionários público denunciam no Ministério Público perseguição praticada pelo prefeito de Piancó, por não votar em RC...

Mesmo com a proximidade do 2º turno das Eleições 2014, o prefeito de Piancó Sales Lima (DEM) continua com as práticas de perseguição a funcionários públicos efetivos municipais (e até estaduais) que não acompanham o seu projeto político. Grande parte desses funcionários tiveram seus salários zerados e outros receberam seus vencimentos com descontos inexplicáveis.
Como se já não bastasse o fato de os salários estarem atrasados em quase dois meses, o gestor piancoense realizou o pagamento nesta sexta-feira, 24 de outubro, apenas de parte dos funcionários da prefeitura, deixando de fora pessoas como Neguinha Tomaz (PSB), ex-candidata a prefeita nas eleições de 2012, Carlinhos Marinheiro, irmão do vereador Neguinho Marinheiro (PSD), e Edney Cabral Barbosa, filho da vereadora Pêta Barbosa (PSB), dentre muitas outras dezenas de funcionários concursados da prefeitura. Todos são integrantes do grupo político que apoia a candidatura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) ao governo do estado.
Já o prefeito apoia a reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB), que também patrocinou episódios de perseguição a funcionários públicos estaduais do Hospital Regional Wenceslau Lopes de Piancó, que receberam ameaças de demissão e, posteriormente, tiveram seus salários zerados por não compactuarem com a cartilha do prefeito Sales Lima e do governador Ricardo Coutinho.
Alguns destes funcionários protocolaram denúncia no Ministério Público e esperam que providências sejam tomadas no sentido de resolver esse problema, que já tem se tornado corriqueiro na prefeitura municipal de Piancó desde o ano passado.

As duas últimas pesquisas para governador serão divulgadas neste sábado

pesquisas
As duas últimas pesquisas para a disputa ao governo do Estado serão divulgadas neste sábado (25) pela TV Cabo Branco e Jornal da Paraíba. Como o instituto 6sigma foi “convencido” por forças ocultas a não divulgar seus números, as pesquisas Ipespe e Ibope deverão ser as últimas da eleição de 2014. Neste segundo turno, a primeira pesquisa Ipespe do 1° turno trouxe o senador Cássio Cunha Lima com 53% dos votos válidos. Ricardo Coutinho apareceu com 47%. Já a do Ibope deu Ricardo 53% enquanto Cássio teve 47%. Inverteram a posição dos candidatos.

Deputado estadual eleito Ricardo Barbosa reconhece situação difícil de RC e revela que Cássio deve vencer as eleições com 2% de maioria...

Em conversa mantida através de celular [WhatsApp] o deputado estadual eleito Ricardo Barbosa (PSB) reconhece que a situação do governador Ricardo Coutinho (PSB) não está boa nesta reta final de segundo turno e revela que estavam esperando "remessa" que ainda não havia chegado. Ele conversava com um aliado político.
De acordo com o deputado, que foi um dos secretários mais íntimos do governador, os números interno do esquema do governo mostram que o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) deve vencer as eleições deste domingo (26) com cerca de 2% de maioria. 

Grupo aposta tarde de sexo e dinheiro baseado no resultado da disputa entre Cássio e Ricardo...

Um grupo de jovens fez uma aposta inusitada em Guarabira. Defensores de candidaturas opostas ao governo do estado, eles escolheram um representante de cada lado para entrar na disputa que terá como prêmio ‘sexo ou dinheiro’.
Formado por 10 universitário, eles selecionaram um homem e uma mulher para a aposta. O jovem acredita na reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB) e, caso isso aconteça, ele vai ganhar a tarde de sexo com a garota. A universitária, que defende a eleição de Cássio Cunha Lima (PSDB), receberá uma quantia em dinheiro, caso seu palpite seja o correto.
‘Se der sexo’, eles marcaram o encontro para acontecer em um motel de João Pessoa, na tarde da próxima segunda-feira (28), onde será produzido um vídeo, sem indicar os personagens. Os demais vão assistir a ‘premiação’.

Deputado Manoel Júnior bota fervendo em Veneziano: "Quem tem mede de verdade que bote o rabo entre as pernas. Eu não me vendi e não me vendo a governador nenhum".

O deputado federal reeleito, Manoel Júnior (PMDB), reagiu, nesta sexta-feira (24), às acusações de que ele teria ajudado a detonar a candidatura de Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) ao Governo do Estado nas eleições 2014. Em entrevista a Rádio Arapuan FM, o parlamentar disse quem, se alguém ajudou retirar a candidatura do deputado federal eleito, foi o próprio irmão, o senador Vital do Rêgo (PMDB), que disputou o Governo da Paraíba.
“Dizer que nós detonamos a candidatura de Veneziano, se alguém detonou foi o próprio irmão, não fui eu. Ele é que assumiu a condição de candidato. Se alguém traiu, deve ter sido lá em Campina Grande onde um teve 67 mil votos e o outro teve 17”, disparou Manoel Júnior. Após criticar ferozmente Ricardo Coutinho, Veneziano acabou apoiando o governador neste segundo turno.
Ainda durante a entrevista, Manoel Júnior também respondeu a perguntas sobre a aliança do PMDB com o PSB do governador e candidato a reeleição, Ricardo Coutinho (PSB). Manoel Júnior disse que todos aqueles que estão apoiando o socialista precisam explicar a população os motivos do apoio.
“Quem tem medo de verdade que bote o rabo entre as pernas. Eu não me vendi e não me vendo a governador nenhum. Não tem dinheiro, não tem poder econômico e facilitação”, disse Manoel Júnior garantindo que não consegue entender como o partido agora consegue subir em um palanque e negar tudo que disse contra a gestão.

Pedro Ruffo, que teve quase 5 mil votos pra deputado estadual, anuncia adesão ao senador Cássio nesta véspera de segundo turno...

Candidato a deputado estadual nas eleições deste ano, tendo obtido 4.810 votos,  no último dia 5, Pedro Ruffo (PMN) anunciou sua decisão de apoiar o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) neste segundo turno. Contador e professor universitário, Pedro Ruffo já foi secretário de Administração do Conde e teve forte atuação no litoral sul ao longo de sua campanha.
Para  Ruffo, diante das duas alternativas postas neste segundo turno, Cássio se apresenta como o que reúne melhores condições para governar o Estado de forma equilibrada, com espaço para o diálogo e perspectiva de grandes realizações, como projetos estruturantes, ou mesmo uma elevação na qualidade da prestação dos serviços públicos.
Recentemente, Pedro Ruffo esteve com o candidato a vice-governador na chapa de Cássio, deputado federal Ruy Carneiro (PSDB) e reafirmou sua disposição de trabalho pela vitória dos tucanos neste segundo turno.