Em respeito à justiça eleitoral os comentários estão temporariamente desativados.

sábado, 20 de setembro de 2014

Ex-reitora da UEPB, a professora itaporanguense Marlene Alves recebe Lucélio Cartaxo durante reunião de sua militância, em João Pessoa...

“Marlene é uma mulher forjada nas lutas sindicais e com sensibilidade suficiente para atender os anseios do povo paraibano.” Estas foram algumas das palavras de Glauce Jácome - coordenação da campanha da professora itaporanguense e ex-reitora da UEPB Marlene Alves (PCdoB). O discurso foi proferido nesta sexta-feira, 19, em reunião realizada em João Pessoa.
Candidata à deputada estadual, Marlene esteve ao lado de companheiros de lutas sindicais do PC do B e outros partidos, a exemplo do candidato a senador Lucélio Cartaxo (PT), que definiu Marlene como uma trabalhadora incansável pelo direito à educação na Paraíba. “A defesa da educação faz parte da vida de Marlene. E posso dizer com certeza que a Paraíba precisa dela. E nós merecemos uma deputada estadual dessa magnitude para amparar as transformações pelas quais estamos passando no Brasil.”
Também estiveram presentes outras figuras importantes do cenário político na Paraíba como Odon Bezerra (PT), Adalberto Fulgêncio (PT), Simão Almeida (PCdoB), Marco Melo, entre outros que destacaram Marlene Alves como “a melhor opção de voto nessas eleições”. O público formado por professores, técnicos, estudantes, apoiadores escutou com atenção todas as falas, mas todos esperavam pelo momento em que Marlene Alves tomou a palavra. Marlene iniciou seu discurso agradecendo aos militantes do PC do B e partidos da coligação pelo empenho e dedicação a sua campanha. 
 
Ela comentou sobre sua militância no partido e nas gestões como reitora da UEPB (2005-2012). Entre outras discussões, Marlene destacou o poder e importância do voto consciente: “O voto consciente é o nosso único e forte instrumento de transformar colocando o povo no poder. No dia que eu estiver na assembléia, vocês também estarão lá. Eu nunca falei nada para agradar as pessoas, eu só digo que vou fazer algo quando sei com certeza que sou capaz de faze-lo. A minha vida sempre foi assim. Quem me conhece sabe: eu nasci na luta, vivi na luta e morrerei na luta pelos trabalhadores”.
A candidata à assembleia legislativa do estado possui um longo histórico de sindicância e grande contribuição para o desenvolvimento do estado da paraíba, principalmente nos temas educação e cultura. 

MP pede condenação de ex-chefe da Casa Civil e 1ª-dama Pâmela Bório por gastos na Granja Santana, com devolução de R$ 5,123 milhões ...

É de uma gravidade tamanha que está contido no texto insondável de Ação Civil Pública – 0020581-68.2014.815.2001 – ajuizada pelo Ministério Público do Estado contra a primeira dama Pamela Bório e o ex-secretário da Casa Civil, o cientista político Lúcio Flávio Vasconcelos, não deixam dúvidas de um malfeito que mexe com todo cidadão, e das mais diversas classes sociais. Eles (Pâmela e Lúcio) são acusados por improbidade administrativa praticado na Gestão Ricardo Coutinho. 
Diz respeito aos gastos excessivos da Granja Santana, residência oficial do governador, ocupada momentaneamente por RC. Assinaram a ação os promotores Alexandro de Lacerda Siqueira e Ricardo Alex Almeida Lins. Para o Ministério Público não existe nenhuma dúvida de que Lúcio Flávio é responsável por 23 comportamentos que tipificam improbidade administrativa, sobretudo por ter sido ele gestor de contas enquanto secretário-chefe da Casa Civil, ainda em 2011. 
Portanto, inicio do governo “socialista”. Teria deixado correr pelos ralos da Granja Santana R$ 853.996,00 mil. Pâmela, a esposa do governador, nada fez para impedir o exagero de gastos com produtos para a residência onde ocupa atualmente com o esposo. Os promotores afirmam que a jornalista e primeira dama foi beneficiada diretamente pelos ilícitos.
Pois bem. O MP pediu a condenação de Lúcio Flávio por ato de improbidade, suspensão dos direitos políticos por oito anos e pagamento de Multa Civil no valor de R$ 3.415.984,00 (três milhões, quatrocentos e quinze mil e novecentos e oitenta e quatro reais). E mais: proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente por cinco anos.
Quanto a primeira dama Pâmela Borio, esposa do governador do Estado, o Ministério Público pediu a condenação dela por ato de improbidade administrativa, de conformidade com o art. 10 da Lei 8.429, em seu inciso VIII que diz:  “Constitui ato de improbidade administrativa que causa lesão ao erário qualquer ação ou omissão, dolosa ou culposa, que enseje perda patrimonial, desvio, apropriação, malbaratamento ou dilapidação dos bens ou haveres das entidades referidas no art. 1º desta lei, e notadamente”.
O MP pediu a suspensão dos direitos políticos por 8 anos da Primeira Dama e ainda que fique proibida de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de cinco anos.

SABONETE LÍQUIDO, PAPEL HIGIÊNICO E SAIS DE BANHO
Na Ação Civil Publica é descrito que a auditoria feita pelo Tribunal de Contas do Estado da Paraíba revelou gastos pessoais de Ricardo Coutinho e Pâmela Bório, foram custeados com dinheiro público. Aproximadamente R$ 22 mil foram gastos em artigos de cama, banho, decoração, móveis e acessórios para quarto de bebê, sem licitação e onde os fornecedores foram previamente definidos, em tese, por Pâmela Bório. Para decoração de banheiro pessoal de Pâmela e Ricardo, a empresa Onda Comércio e Representações forneceu sabonete líquido de R$ 263,90, sais de banho por R$ 144,80, espuma de banho de R$ 222,90, papel higiênico de R$ 59,80 o rolo.

DIÁRIAS E HOSPEDAGENS E ENRIQUECIMENTO ILÍCITO
Na Ação Civil Publica consta ainda um despacho assinado pelo Promotor  Rodrigues Pires de Sá sobre recebimentos de diárias e hospedagens para o governador da Paraíba,  R$ 28.375,00 em diárias e R$ 11.175,00 para hospedagem. “É importante registrar que entre as várias irregularidades detectadas pela Corte de Contas, há uma, qual seja, a descrita no Item  7.5.1 do Relatório citado, que aponta para prática, em tese, ato de improbidade administrativa gerador de enriquecimento ilícito pelo atual Governador da Paraíba”. No total, a Casa Civil do Governador gastou em 2011 R$ 160.415,00 com diárias e R$ 206.444,22 com hospedagem.

FORAM 7.500 KG DE CARNES EM 6 DIAS NA GRANJA SANTANA
Ou coisa que chama atenção no relatório que compõe a Ação Civil Publica diz respeito a quantidade de carnes entregues na Granja para alimentar o governador da Paraíba e seus convidados. Diz o relatório que entre os dias 6 e 13 de dezembro de 2012 foram entregues na Granja do Governador 7,5 toneladas de carnes de diversos tipos, mesmo sendo produtos perecíveis e de difícil conservação naquele local.
Em apenas 6 dias foram entregues 400 Kg de  costela suína sem osso, 32 Kg de Bacon defumado fatiado, 240 Kg de salsicha de frango, 200 Kg de filé de peito de frango, 200 Kg de peito de frango, 300 Kg de linguiça de frango, 2.200 Kg de frango inteiro congelado, 240 Kg de salsicha bovina, 510 Kg de paleta bovina sem osso, 400 Kg de patinho, 400 Kg de musculo sem osso, 300 Kg de carne de segunda sem osso, 500 Kg de coxão duro sem osso, 400 Kg de costela, 400 Kg chã de dentro, 980 Kg de charque, 80 Kg de bucho bovino.

Ricardo e Lucélio conduzem caravana por seis cidades do Brejo, amanhã.

A 'Caravana do Trabalho', da Coligação 'A Força do Trabalho', terá mais uma edição neste domingo (20). A comitiva conduzida pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) e pelo candidato ao Senado Lucélio Cartaxo (PT) coloca o pé na estrada às 10h, partindo do conjunto Cidade Alta, em Bananeiras, em direção dos municípios de Belém, Tacima, Araruna, Cacimba de Dentro e Solânea.
Depois de largar em Bananeiras, a primeira parada da Caravana do Trabalho será em Belém, por volta das 11h30, onde acontecerá um ato público na Rua Feliciano Pedrosa, no Centro.  Em seguida, Ricardo e sua comitiva seguem para as cidades de Tacima, Araruna, Cacimba de Dentro e Solânea.
A agenda de campanha de Ricardo e Lucélio neste domingo será encerrada em Guarabira com um comício, na Avenida Pedro II, no Centro da cidade. Prefeitos, vice-prefeitos, candidatos a deputados, vereadores e lideranças políticas da região do Brejo paraibano que apoiam Ricardo já confirmaram presença em mais uma edição da 'Caravana'.

Sol escaladante não intimida multidão que tomou ruas de Campina na tradicional 'Passeata das Mulheres' em apoio à Cássio...

Não foi só o público feminino que se vestiu de amarelo e ocupou as ruas do centro de Campina Grande na manhã deste sábado (20). Homens, jovens, adultos e muitas senhoras não se intimidaram com o sol forte e acompanharam o senador Cássio (PSDB), na tradicional Passeata das Mulheres. Vereadores da cidade, lideranças políticas e vários candidatos a deputado estadual e federal estiveram ao lado do tucano durante todo o percurso.
Na concentração, às 10h, a aposentada Regina Coeli, de 62 anos, já traçava a estratégia para não perder um só momento da caminhada. "Eu vou caminhando devagarzinho e procurando as sombras", disse, sorrindo e segurando uma garrafa d'água, antes de manifestar sua confiança na campanha.”.  E concluiu: “Faço questão de acompanhar essa passeata e dar minha pequena contribuição, meu apoio, porque se cada um fizer sua parte, a Paraíba vai voltar a avançar com Cássio “.
A caminhada saiu da Pirâmide do Parque do Povo e seguiu pela rua Sebastião Donato, passando pela Índios Cariris até chegar a Rua João Pessoa. Lá, a estudante Josimeire do Nascimento, de 18 anos, esperava a comitiva ao lado da sua mãe, que carregava um histórico santinho da campanha do poeta Ronaldo Cunha Lima ao Governo do Estado. "Meus pais sempre contam com muito orgulho o que Ronaldo e Cássio fizeram por Campina e pela Paraíba. É por isso que vou ter a honra de dar meu primeiro voto a Cássio, porque eu também sei o que melhor para nosso povo", relatou a jovem.
  
Já passava do meio-dia, quando a caminhada entrou na rua Marquês do Herval, uma das zonas de silêncio estabelecidas pela Justiça Eleitoral. Sem o som do trio elétrico ou dos paredões, o povo seguiu a animação literalmente no gogó, saudando o candidato do PSDB ao governo. "Eu vou com Cássio, quarenta e cinco, ôh ôh ôh", entoou a multidão, emendando o coro com o tradicional "ôh, o campeão voltou!".
Depois de passar rapidamente pela avenida Floriano Peixoto, seguindo pela Irineu Joffily e Vidal de Negreiros, a passeata amarelou a rua Afonso Campos, que se transformou num corredor dourado para saudar Cássio. Na sequência, a caminhada atravessou Vila Nova da Rainha e chegou a rua Severino Cruz, às margens do Açude Velho, onde foi montado palco para um rápido discurso do tucano.

Flagra de adultério agita cidade do sertão, esta madrugada, ex-prefeito teria pego sua jovem esposa com parente que é candidato a deputado...

Vieram me contar que um assombroso caso de adultério,com direito a flagra e tudo o mais,está agitando o sertão da Paraíba desde primeiras horas deste sábado. O idílio envolveria um líder político, sua jovem esposa e um parente próximo do dito cujo que disputa um mandato eletivo nas eleições deste ano e contava, até então, com o apoio irrestrito do parente.
Acontece que o candidato não só queria o apoio do parente.Queria também o amor da mulher do familiar.E isso somente foi descoberto porque o parente traído resolveu voltar pra casa antes da hora prevista e, ao entrar, deparou-se com o esperto parente abufelado com a sua esposa num canto de parede, “coisando”.
Desesperado, o traído partiu pra cima dos dois, houve tabefe, rasgação de roupa,mas terceiros não permitiram que acontecesse coisa mais grave. Revoltado, o traído ainda saiu para o terreiro e rasgou a propaganda do parente que estava pregada nas paredes e na lataria do seu carro.
Aproveitando a trégua, o candidato fugiu com a amante e estão, os dois, nesse momento, em lugar incerto e não sabido. Na próxima segunda, o traído promete explicar tudo numa declaração em emissora de rádio local. (com Tião Lucena)

Ibope: 53% apostam na vitória de Cássio, já 29% acreditam em Ricardo.

De acordo com números do Ibope, divulgados na edição deste sábado (20) do Jornal da Paraíba, 53% dos entrevistados apostaram na vitória do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), candidato a governador pela coligação ‘A Vontade do Povo’. O governador Ricardo Coutinho (PSB), candidato à reeleição pela coligação ‘A Força do Trabalho’, foi apontado como favorito por 29% dos eleitores entrevistados pelo Ibope. 
O senador Vital do Rêgo Filho (PMDB), da coligação “Renovação de Verdade”, foi considerado favorito por apenas 1% dos entrevistados. Os demais candidatos – Major Fábio (Pros), Antônio Radical (PSTU) e Tárcio Teixeira (Psol) - não pontuaram. Já 16% não souberam ou não opinaram.
Quanto a quadro específico da disputa nas quatro mesorregiões do Estado, Cássio lidera as intenções de votos nas regiões do Agreste, Borborema e Sertão. Já o governador Ricardo Coutinho (PSB) lidera na Zona da Mata paraibana (Litoral).
Litoral: Ricardo obteve 49% contra 33% dados à Cássio, 3% a Vitalzinho, 1% de Major Fábio, Radical e Tárcio ficaram com menos de 1%. Brancos ou nulos 9% e 4% não souberam ou não opinaram. 
Agreste: Cássio abre ampla vantagem ao registrar 52% das intenções de voto, enquanto Ricardo apresentou 21%, Vitalzinho com 5%, Major Fábio com 2%, Radical e Tárcio somaram juntos 2%. Brancos ou nulo, 10%; não souberam ou não opinaram, 9%.
Borborema: Cássio também lidera com 45%, enquanto Ricardo registou 27%, Vitalzinho 3%, Radical e Tárcio somaram juntos 1%. Major Fábio não pontuou; branco ou nulo, 13%; não souberam ou não opinaram, 10%.
Sertão: é a região onde a disputa aparece mais acirrada. De acordo com os números, Cássio lidera com 43%, um ponto percentual a mais do que Ricardo, com 42%. Vitalzinho registrou 5%; Radical e Tárcio somaram juntos menos 1%; Major Fábio não pontuou; branco ou nulo, 6%; não souberam ou não opinaram, 5%.
Em números gerais, Cássio lidera a pesquisa com 42% das intenções de voto. Ricardo Coutinho aparece cinco pontos percentuais atrás, com 37%. Vital do Rêgo Filho (PMDB) registrou 4%; Major Fábio, 1%; Antônio Radical (PSTU) e Tárcio Teixeira (PSOL) somarão juntos 1%. Votos brancos ou nulos representaram 9% e 6% não souberam ou não opinaram.

Ex-prefeito Lauro Maia (Catolé do Rocha) rompe com o primo deputado estadual Gervásio Maia após discussão por motivos de ordem pessoal...

ZéMaranhão.Vitalzinho.LauroMaia.GervásioMaia
Informações chegadas da cidade de Catolé do Rocha dão conta de que houve um racha político entre os primos Lauro Maia e o deputado estadual  Gervásio Maia, ambos do PMDB. 
As primeiros informações são de que teria havido discussões entre os dois, por motivos de ordem pessoal e que teria descambado para o lado político.  
O incidente teria ocorrido na madrugada de hoje. Dizem que é coisa muito cabeluda. Intensa troca de tapas e tudo mais...

Num cenário de acirramento, o Ibope entrevistou apenas 812 eleitores...

Para quem nunca acreditou nas pesquisas do Ibope, o governador e candidato reeleitoral Ricardo Coutinho (PSB) não tem motivos para comemorar os números jogados ao meio-fio nesta sexta (19). Os 37% conferidos a ele, contra 42% do seu rival Cássio Cunha Lima (PSDB), sinalizam de que não poderá relaxar nesta reta final da campanha.
Nesta pesquisa do Ibope/TV Cabo Branco, apenas 812 eleitores foram ouvidos em apenas 42 dos 223 municípios da Paraíba. É possível que RC venha à boca do palco para contestar os números mais recentes, questionar o instituto como costumou a fazer desde a primeira vez que concorreu a prefeitura de João Pessoa, também mais recentemente durante a pesquisa que conferiu a Cássio 47% contra 33% de Ricardo.
Candidato do PMDB, Vital do Rêgo aparece com 4%, seguido do Major Fábio (Pros), 1%; Tárcio Teixeira (Psol) e Antônio Radical (PSTU) não chegaram a 1% das intenções de voto. Brancos e nulos somam 9% e 6% não responderam.
Encomendada pela TVs Cabo Branco e Paraíba, o Ibope fez a pesquisa entre os dias 16 e 18 de setembro. A margem de erro é de três pontos para mais ou para menos.

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Ministro do TSE rejeita recurso e confirma inelegibilidade Raoni Mendes

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luiz Fux, relator do processo de inelegibilidade do vereador [mais votado em João Pessoa, nas eleições de 2012] e candidato a deputado estadual, Raoni Mendes (PDT), rejeitou o recurso do pedetista e confirmou a decisão já tomada pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), que o tornou inelegível. A decisão foi em concordância com o Ministério Público Federal.
A candidatura do pedetista foi barrada pelo TRE pelo excesso de doações nas eleições de 2010. Segundo o MPE, a impugnação do parlamentar foi acarretada por uma doação ilícita no valor de R$ 900,00. Raoni Mendes está de licença na Câmara Municipal para se dedicar à campanha eleitoral.

Sobre as pesquisas, as chances de cada um e o recado dessa rodada...

Sobre as pesquisas, as chances de cada um e o recado dessa rodada
De uma hora para outra quem esculhambava as pesquisas, impedia a divulgação com ações da Justiça e dizia que o Ibope nunca acertou na Paraíba, mudou de ideia e passou a depositar toda sua esperança naquilo que semana passada condenava.
Bastou que o previsível acontecesse para os aliados do governador Ricardo Coutinho tratarem como espetacular, o óbvio. Ricardo tem a máquina e o fermento para fazer o bolo crescer. Se não crescesse era burro.
Três pesquisas divulgadas em três dias e todas trazendo o reposicionamento do governador Ricardo Coutinho para um acirramento histórico nas retas finais de campanha bastaram para entusiasmar uns, acabrunhar outros. A diferença da liderança de Cássio para o segundo lugar de Ricardo oscila entre 110 e 220 mil votos.
Não vou entrar no mérito de que as pesquisas estão certas ou erradas, mas que nada substitui o voto e este só se pronuncia na cabine indevassável, onde o eleitor e sua consciência são soberanos.
E se essa rodada foi assim, a próxima pode ser assado. Reta final na Paraíba sempre foi assim e sempre será. Ombro a ombro, voto a voto. (Dércio Alcântara)

Ibope/TV Cabo Branco aponta cinco pontos de vantagem de Cássio sobre Ricardo, embola cenário e aquece disputa na reta final da campanha

Os números da nova pesquisa do Ibope divulgados pela TV Cabo Branco, na noite desta sexta-feira (19), botou fogo na campanha, que seguia morna, até bem pouco tempo. A onda de denuncias e até ataques pessoais iniciaram as faíscas e o Ibope incendiou de vez. O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) segue na dianteira, com uma vantagem de 5 pontos, que não é mais tão folgada como antes.
De acordo com os dados da pesquisa, Cássio tem 42% das intenções de voto contra 37% obtidos pelo governador Ricardo Coutinho (PSB). O senador Vitalzinho (PMDB), aparece com 4%. Major Fábio (Pros) teve 1%. Antônio Radical (PSTU) e Tárcio Teixeira (Psol) somarão juntos 1%. Votos Brancos representaram 9% na pesquisa, enquanto que votos nulos somaram 6%. A margem de erro é de 3 pontos percentuais.
Portanto, restando pouco mais de 15 dias para a eleição os números embolam o cenário, tendo em vista ainda a margem de erro. O acirramento da campanha já era esperado, tendo em vista que historicamente não há eleição fácil na Paraíba. A reação foi imediata. Ricardistas comemorando e Cassistas convocando a militância para o sprint final.
Uma certeza apenas. Os próximos 15 serão emocionantes e decisivos.
Comparativo
No comparativo com a primeira pesquisa Ibope/TV Cabo Branco, divulgada no dia 1º de setembro, o senador Cássio Cunha Lima, que antes registrou 47% das intenções de votos, perdeu cinco pontos percentuais. Já o governador Ricardo Coutinho, que tinha 33%, cresceu quatro pontos.
O candidato Vital do Rêgo Filho permaneceu com os mesmos 4% da primeira pesquisa. Major Fábio, 1% e os candidatos Antônio Radical e Tárcio Teixeira, também mantiveram os mesmos percentuais, 1% juntos.

Presidente do TJPB confirma concurso para contratar 64 novos juízes...

Seminário 'Justiça e Democracia – Perspectivas de efetividade'
Em seu discurso na abertura do Seminário 'Justiça e Democracia – Perspectivas de efetividade', a presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargadora Fátima Bezerra Cavalcanti, confirmou que "dentro de 30 dias" estará deflagrando concurso público para o preenchimento de 64 vagas de juízes no estado. O edital do concurso estava sendo elaborado e que havia uma carência de pelo menos 60 magistrados em todo o estado. 
A desembargadora Fátima Bezerra observou que com a efetivação desses concursados o Judiciário paraibano estará ampliando sua efetividade. "A partir do momento em que suprirmos essas vagas nas comarcas, poderemos atender às demandas das comarcas e temos a certeza de que Justiça trabalhará mais célere”, disse.

Abandonado pelos prefeitos de seu próprio partido, o senador Vitalzinho desabafa: “O que me resta é a decisão do povo”.

O senador Vitalzinho, candidato ao Governo da Paraíba pelo maior partido do Estado - principalmente pelo elevado número de prefeitos que a sigla possui, 58 no total - o PMDB nas eleições estaduais de 2014, foi escanteado para dar espaço as vontades individuais de seus filiados. Traições, dissidências e adesões inusitadas marcam a campanha deste ano de uma forma inusitada.
“Eu entrei nesse processo e estou provando desses dissabores, exatamente pela falta de compromisso partidário dos filiados que pudesse ter um propósito claro. O descasamento da campanha com os correligionários gera pressões e fatos como este que estamos acompanhando”. O desabafo é do senador Vitalzinho, que viu vários prefeitos, vice prefeitos, vereadores e até deputados do partido abandonar a sigla para seguir o projeto de outras agremiações.
Vitalzinho lembrou que o PMDB, por exemplo, tem um elevado número de prefeitos, mas que apenas poucos estão seguindo a campanha. “O PMDB tem 58 prefeitos, imagina se eu tivesse o apoio de todos eles, estaria com uma campanha maravilhosa, porque onde tem prefeito do PMDB apoiando PMDB nossa campanha é boa, se todos esses prefeitos fossem fiéis ao partido nós estaríamos com a campanha assegurada”, relatou.
Vital disse que a campanha do PMDB é eficaz e não ficará lamentando as perdas. “Eu quero efetivamente passar uma régua em tudo isso e fazer uma campanha voltada para a pessoa de casa que esta vendo minhas propostas, pois só o que me resta é a decisão do povo” Até agora, o único deputado do partido a defender abertamente a candidatura de Vital é Raniery Paulino, que tem o pai Roberto Paulino, como candidato a vice na chapa.

Servidora com câncer revela que foi demitida por perseguição política, pela atual gestão Ricardo Coutinho, e vive com ajuda de familiares...

servidora_maria_da_luz
Um vídeo incluído no guia eleitoral do candidato do PSDB, Cássio Cunha Lima, parece revelar mais um caso de perseguição política a servidores do Estado. Trata-se do caso de uma servidora, que trabalhava numa escola de Guarabira, e que foi demitida, sem qualquer aviso, apesar de estar com câncer.
Veja o vídeo, abaixo, e conheça a história da professora Maria da Luz, de Guarabira, doente de câncer, que foi demitida por perseguição política pela atual gestão. Seu depoimento comove, pela forma como o caso se desenvolveu. Ela havia sido nomeado em fevereiro de 2011, e foi exonerada no último mês de junho passado, após ter apresentado um atestado para se tratar da doença. 
O caso contraria promessa expressa do então candidato a governador Ricardo Coutinho, no guia eleitoral de 2010, de que não iria perseguir servidores públicos a partir de sua posse em 1º de janeiro. Vítima de câncer,  Maria da Luz da Costa Silva, que foi contratada em 1º de janeiro de 2011 para trabalhar na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Monsenhor Emiliano de Cristo, popularmente conhecida como Polivalente, em Guarabira, teve seu desligamento dos quadros do governo por meio de uma crueldade sem limites.
Sem nunca ter faltado um só dia ao trabalho na escola, Maria da Luz teve de pedir licença médica, no final de abril de 2014, para se submeter a um tratamento de câncer, mais especificamente uma neoplasia maligna. Para sua surpresa, em julho, mesmo com a legislação trabalhista dando amparo e estabilidade provisória, a servidora foi sumariamente afastada dos cargos e das funções, sem qualquer processo administrativo instaurado.
Clique e confira vídeo com o depoimento da servidora:

Revelando que sobrevive com a ajuda de familiares, a servidora demitida sumariamente revelou ainda um outro dado comovente. “Na página do Facebook da escola, tem lá uma bicicleta sendo sorteada pra ajudar a comprar medicamento”, disse Maria da Luz. Encerrando sua entrevista, Maria da Luz, visivelmente magoada, presta um depoimento comovente: “Eu acredito na Educação, mas este governo me decepcionou muito”.
Em 18 de agosto último, Maria da Luz ingressou com uma ação judicial contra o Governo do Estado, em Guarabira. Recorreendo à Justiça Gratuita, a servidora pede para ser indenizada pelo constrangimento e por ter seus direitos atropelados por mera perseguição política, sem direito à defesa ou comunicação prévia.:19

Wilson Braga e Lúcia declaram apoio à candidatura de Odon Bezerra...

O presidente licenciado da OAB-PB e candidato a deputado federal, Odon Bezerra, recebeu, na noite desta quinta-feira (18), apoio do ex-governador e deputado estadual Wilson Braga (PV) e de sua esposa, a ex-deputada Lúcia Braga (PV), durante atividade de campanha no bairro de Cruz das Armas, em João Pessoa.
Na oportunidade, Odon destacou a importância de receber o apoio do ex-governador. “É gratificante contar com a parceria do ex-governador pela sua história e larga folha de serviço prestado em toda a Paraíba”, afirmou.
Já sobre Lucia Braga, Odon disse que a ex-deputada tem um carisma especial, por ser assistente social e ter realizado um ótimo trabalho junto à população mais carente de João Pessoa e de todo o Estado. “Estes apoios são muito importantes nesta reta final de campanha”, ressaltou.

Candidatos denunciam esquema de "caixa 2" em doações para campanha de Ricardo Coutinho, por empresas beneficiadas pelo FAIN...

Tárcio-e-Nelson-PSOL2
Candidatos ao governo e senado, Tárcio Teixeira e Nelson Júnior, ambos do Psol, acabam de fazer uma denúncia grave que remete para o Ministério Público Eleitoral uma investigação trilhando pelo caminho do uso de suposto “caixa 2” na campanha do PSB, do governador Ricardo Coutinho. A notícia foi veiculada pelo Wscom nesta sexta (19).
Conforme a matéria, envolve um esquema de doação de dinheiro para a campanha do governador Ricardo. Segundo os candidatos denunciantes, diz respeito a participação de empresas beneficiadas com isenção fiscal de até 15 anos, algo denunciando durante a aprovação da lei pela Assembleia Legislativa.
Detalhe: as doações ocorrem após as concessões do beneficio. Veja agora o curso das operações, como elas funcionavam: na segunda prestação de contas parcial ao Tribunal Regional Eleitoral consta doações da Via Engenharia na campanha de Ricardo no valor de R$ 1.743.544,00. É bom lembrar que essa empresa é responsável pela construção do Centro de Convenções de João Pessoa.
Os candidatos do Psol denunciam, ainda, que a empresa Elizabeth Porcelanato fez uma doação de R$ 500.000,00 mil em 15 de agosto, em pleno período da macro-campanha eleitoral, conforme o TRE. Tárcio e Nelson Júnior jogaram ao meio-fio que duas empresas do grupo, a Elizabeth Cimentos e Elizabeth Mineração; foram favorecidas com a tal da renúncia fiscal do governo, conforme edição do Diário Oficial do Estado de 6 de setembro de 2014.
Chamou a atenção na denúncia que em 15 de agosto a empresa Intercement (antiga Cimpor) foi beneficiada pelo FAIN (Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Industrial da Paraíba) e, por coincidência, fez uma doação no valor de R$ 200 mil a campanha do “socialista” Ricardo Coutinho.
Veja o que disseram os candidatos: “Esta é mais uma comprovação de que na prática o candidato e atual governador se utiliza dos instrumentos legais de Governo para reforçar seu caixa de campanha, de forma claramente comprometedora em relação ao interesse púbico, portanto, a sociedade paraibana precisa se advertir contra os maus exemplos adotados por quem posa de paladino da Justiça mas compromete o bem público em troca de apoio para sua campanha”.

Na reta final da campanha: Governador Ricardo Coutinho retira recursos de 22 hospitais, dentre eles os de Coremas, Itaporanga e Piancó, para garantir suplementação para Trauma (JP), gerido pela Cruz Vermelha...

Dos hospitais do Vale do Piancó, foram retirados: Hospital Distrital de Itaporanga (R$ 300 mil), Hospital Regional de Piancó (R$ 200 mil) e do Hospital Distrital de Coremas (R$ 300 mil). Ricardo Coutinho anulou também R$ 1 milhão que seria destinado para construção do Centro de Oncologia em Patos.
O governo do Estado destinou mais de R$ 9,8 milhões para manutenção do Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, por meio de abertura de crédito suplementar. O hospital é gerido pela organização social Cruz Vermelha. O decreto para suplementação no valor de R$ 14,392 milhões foi publicado no Diário Oficial da quarta-feira (17). Para garantir o repasse, o governo retirou recursos que inicialmente seriam aplicados na manutenção de outras 22 unidades hospitalares, entre elas o Hospital Infantil Arlinda Marques e o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. O Hospital Arlinda Marques perdeu recursos que somam R$ 500 mil, foram anuladas dotações orçamentárias liberadas anteriormente na ordem de R$ 500 mil que seriam aplicadas na construção de unidades de saúde, R$ 700 mil que inicialmente seriam destinados à Maternidade Frei Damião, R$ 460 mil que iriam para o Complexo de Saúde Juliano Moreira, além de R$ 300 mil para o Hospital Clementino Fraga.
O valor de R$ 1 milhão que seria direcionado para construção e instalação do Centro de Oncologia de Patos também foi anulado pelo governo. Entre os setores afetados pela anulação de dotações orçamentárias constam ainda: hospitais de Guarabira, Monteiro, Infantil de Patos, Cajazeiras, Sousa, Princesa Isabel, Regional de Piancó, Catolé do Rocha, Coremas, Itaporanga, Solânea, Santa Luzia, Itapororoca, Itabaiana, Belém, Getúlio Vargas, Mamanguape, Emergência e Trauma de Campina, além do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen).

Pesquisa Souza Lopes/Correio divulgada hoje traz Cássio com 44,9%, Ricardo tem 35,1% e Vitalzinho com 3,6%...

pesquisa-correiosouza-lopes-cassio-tem-449-ricardo-351-e-vitalzinho-36.jpg.280x200_q85_crop
Pesquisa do Instituto Souza Lopes divulgada pelo Jornal Correio da Paraíba, nesta sexta-feira (19), mostra o tucano Cássio Cunha Lima, candidato da coligação ‘A Vontade do Povo’, com 44,9% das intenções de votos par ao Governo do Estado. O socialista Ricardo Coutinho (PSB), da coligação ‘A Força do Trabalho’, tem 35,1%. Ricardo Coutinho disputa a reeleição.  
A terceira colocação é do peemedebista Vital do Rêgo. O candidato da coligação ‘Renovação de Verdade’ somou 3,6% das intenções de votos. O Major Fábio, candidato do Pros, vem na quarta posição com 0,5% da preferência do eleitorado. Em quinto lugar é de Antônio Radical (PSTU) com 0,3%. Em seguida vem Tárcio Teixeira, com 0,1%. 5,3% dos eleitores disseram que votarão nulo; Já 10,2% não sabem ainda em quem votar.
A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) sob o número PB-0030/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00689/2014. As consultas foram feitas entre os dias 15 e 18 deste mês. Foram ouvidos 1.500 eleitores de todas as faixas etárias, idades e classes sociais. A margem de erro é de 2,6 pontos percentuais para mais ou para menos.

Pesquisa Souza Lopes/Correio: Maranhão tem 31,2% para o Senado; Santiago aparece com 18,3% e Lucélio 14,1%

O candidato a senador pela coligação, ‘Renovação de Verdade’, José Maranhão (PMDB), aparece com 31% das intenções de votos em pesquisa do Instituto Souza Lopes, divulgada no Jornal Correio da Paraíba, nesta sexta-feira (19).
A segunda colocação é do petebista Wilson Santiago (PTB), da coligação ‘A Vontade do Povo’. Santiago tem 18,3% das intenções de votos. O candidato do PT, Lucélio Cartaxo, da coligação ‘A Força do Trabalho’, está em terceiro lugar, com 14,1% das pretensões de votos dos paraibanos.
Leila Fonseca (Pros) e Walter Brito (PTN) empatam com 1,1% dos votos. Rama Dantas (PSTU) tem 0,3%, o mesmo percentual de Nelson Júnior (Psol). 8,4% dos eleitores disseram que anularão o voto. Já 25% afirmaram que não sabem ainda em quem votar.
A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) sob o número PB-0030/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00689/2014. As consultas foram feitas entre os dias 15 e 18 deste mês. Foram ouvidos 1.500 eleitores de todas as faixas etárias, idades e classes sociais. A margem de erro é de 2,6 pontos percentuais para mais ou para menos.

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

‘The Economist’ destaca resposta de Marina a Dilma: "Dilma, você fique ciente! [...] Eu sei o que é passar fome!". Veja o vídeo...


Os ataques da campanha de Dilma Rousseff renderam a Marina Silva uma manchete —‘Não é discurso. É uma vida’— e alguns centímetros de notícia na revista britânica ‘The Economist’. A mais prestigiosa revista econômica do planeta destacou o embate das duas candidatas em torno do Bolsa Família.
A revista informa que Dilma alardeia que só a vitória dela pode assegurar a continuidade do principal programa social do governo. O texto realça que, num universo de 140 milhões de votos, o Bolsa Família beneficia direta ou indiretamente 30 milhões de eleitores —uma arma poderosa.
“The Economist” conta aos seus leitores que Marina veiculou uma resposta a Dilma em sua propaganda eleitoral de 16 de setembro. Escrita para inglês entender, a notícia explica que, para sentir a força das palavras de Marina, era necessário saber que ela nasceu no Seringal Bagaço, nos fundões pobres do Acre.
“Diferentemente de quase todos os políticos brasileiros, ela sabe o que é sentir fome”, anotou a 'Economist', antes de transcrever o discurso de Marina, filmado num comício em Fortaleza. Diz a candidata, a certa altura:
“Dilma, você fique ciente! Não vale combater com as suas armas. Vale combater com a nossa verdade, com o nosso respeito e com as nossas propostas", disparou Marina.
"… Nós vamos manter o Bolsa Família. E sabe por quê? Porque eu nasci no Seringal Bagaço. Eu sei o que é passar fome. Tudo o que minha mãe tinha para oito filhos era um ovo e um pouco de farinha e sal, com umas palhinhas de cebola picada. Eu me lembro de ter olhado pro meu pai e minha mãe e perguntado: vocês não vão comer? E minha mãe respondeu: 'nós não estamos com fome.' E uma criança acreditou naquilo. Mas eu depois entendi que eles há mais de um dia não comiam. Quem viveu essa experiência jamais acabará com o Bolsa Família. Não é um discurso! É uma vida!”.
Para azar de Marina, a ‘The Economist’ não circula nas áreas pobres do Norte, do Nordeste e nas periferias das grandes cidades brasileiras. (com Josias de Souza)

Cássio reúne prefeitos e lideranças de todo Estado no Clube Cabo Branco em JP, para pedir empenho na reta final da campanha...

Cássio reúne milhares de lideranças de todo o Estado no Clube Cabo Branco
O Ginásio do Clube Cabo Branco, em João Pessoa, ficou pequeno para caber os prefeitos e lideranças do senador Cássio Cunha Lima, que participaram do Encontro de Lideranças Políticas no final da tarde desta quinta-feira (18) que apoiam a chapa majoritária da Coligação "A Vontade do Povo".
Prefeitos, vice-prefeitos, ex-prefeitos, vereadores e líderes políticos de todas as regiões do Estado se fizeram presentes ao Cabo Branco para manifestar seu apoio à candidatura do senador ao governo e de Wilson Santiago ao Senado Federal. Cássio fez uma leitura do eleitorado do Estado e disse que vai ganhar a eleição porque esta é a mensagem presente nas ruas de toda a Paraíba. 
"Estamos pedindo o empenho de todos nesta reta final", disse o senador. O senador lembrou que todas as pesquisas lhe mostram na frente da corrida eleitoral na Paraíba, mas denunciou que existe uma estratégia de marketing por parte do governo para confundir a cabeça do eleitorado paraibano.
Para ele, o governo se esforça para mostrar através do marketing político que faz uma boa administração. "Mas eu tenho andado por toda a Paraíba e as pessoas me dizem ao contrário", garantiu Cássio, observando que o governador quer que as pessoas se convençam que seu mau humor é sinônimo de seriedade.
Emocionado, Cássio disse que as pessoas no interior do Estado estão assustadas com a perseguição do governo, com a apreensão de motos e com a demissão em massa de funcionários comissionados do Estado. "O que se faz com essas pessoas é um gesto desumano. Voltamos à década de 30. A Paraíba precisa de um governo que promova a reconciliação do povo com a sociedade", bradou o senador.

Governo da Paraíba pagou banquete da pré-campanha Eduardo Campos

1
A Casa Civil do governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), pagou R$ 7.956,00 a Sonho Doce Festas Ltda., por serviço de buffet (almoço) para 100 pessoas no dia 21 de maio deste ano, dia em que conforme matéria do Diário de Pernambuco, foi oferecido um almoço ao então ex-governador e pré-candidato do PSB a presidência da República, o falecido Eduardo Campos.
Ainda segundo matéria do Diário de Pernambuco, Eduardo chegou a fazer um discurso ao lado de Ricardo Coutinho. "À tarde, o socialista almoçou com prefeitos, vereadores e lideranças partidárias do Estado, acompanhado pelo governador Ricardo Coutinho (PSB). Em breve discurso, o ex-governador falou sobre o 'arrocho fiscal' que os gestores vêm sofrendo por não conseguirem fechar suas contas. Aos que se mostraram entusiasmados com o discurso, Campos assumiu o compromisso de ser o 'presidente que vai descentralizar a receita pública'".
No texto exibido no Sagres do Tribunal de Contas da Paraíba, a justificativa para a despesa é: "Serviço de buffet (almoço) para 100 (cem) pessoas para o dia 21/05/2014, quando da reunião do governador e refeitos da região". Em momento algum é citada a presença  do ex-governador e já candidato. Mais que defender sua candidatura, segundo matéria do site paraibano PB Agora, Eduardo pediu votos para o governador Ricardo Coutinho.
"O pré-candidato à Presidência da República, o ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), em visita à Paraíba, nesta quarta-feira (21) afirmou que o governador Ricardo Coutinho teve a coragem de fazer as mudanças necessárias para a Paraíba se desenvolver e precisa de mais quatro anos para ampliar e aperfeiçoar esse trabalho que está transformando o Estado". A matéria mostra ainda ataques aos tucanos e peemedebistas.
"O presidenciável lembrou que José Maranhão e Cássio tiveram dois mandatos para governar e não realizaram as mudanças necessárias para o Estado e é justo que Ricardo também tenha mais quatro anos para administrar". "Agora a Paraíba está vendo os resultados de um investimento que se ampliou e aparece com o asfalto chegando nas cidades isoladas, nas atividades produtivas, nas escolas, nos hospitais e no fortalecimento da segurança que dá o direito a Ricardo de andar por qualquer lugar e pedir ao povo paraibano a oportunidade de seguir mudando a Paraíba", ressaltou.

Ricardo recebe apoio de lideranças políticas da cidade de Puxinanã...

Lideranças políticas e empresariais de Puxinanã anunciam apoio à reeleição de Ricardo
O governador Ricardo Coutinho (PSB), candidato à reeleição pela coligação 'A Força do Trabalho', recebeu o apoio de várias lideranças políticas e empresariais da cidade de Puxinanã, na manhã desta quinta-feira (18), em um hotel de Campina Grande. Liderado pelo vice-prefeito Marcos de Zuca (PSB) e pelo vereador Elias Nascimento (PSB), o grupo ressaltou que Ricardo sabe usar o dinheiro público para o bem comum e para melhorar a vida do povo. 
"Nosso apoio é um reconhecimento por tudo que tem sido feito pela Paraíba e pelo nosso município. O desejo da nossa população é reeleger Ricardo para mais um mandato, para que ele possa continuar usando os recursos públicos para o bem comum e para melhorar a vida da nossa gente", disse o vice-prefeito, relembrando ações em Puxinanã como a construção de uma escola e a reforma de outras três, a entrega de quatro ônibus escolares e uma ambulância, e a instalação de 850 cisternas na zona rural.

Wilson e Lúcia Braga anunciam apoio à candidatura de Zé Maranhão...

O ex-governador José Maranhão (PMDB), que segue liderando pesquisas de intenções de voto na corrida pelo Senado, recebeu declaração de apoio ao seu projeto do ex-governador[atual deputado estadual] Wilson Braga e da ex-primeira-dama e ex-deputada Lúcia Braga, ambos do PV, durante encontro na residência do ex-governador. 
Maranhão também recebeu adesão de sete vereadores de Campina Grande. São eles, Pimentel Filho, Ivan Batista e Alexandre do Sindicato, todos do PROS, Inácio Falcão (PTdoB), Lafit (PSC), Rodrigo Ramos (Solidariedade), Vaninho Aragão (DEM). Além dos sete nomes desta quarta, Olímpio e Metuzelar do PMDB, Galego do Leite (PMN) e Orlandino (PSC) já tinham anunciado apoio.

Instituto 6Sigma/TV Itararé acabam de divulgar nova pesquisa mostrando queda na diferença entre Cássio, com 43,2%, e Ricardo, com 36,1%...

O Instituto 6Sigma e a TV Itararé acabam de divulgar nova pesquisa com intenção de vota para a disputa ao Governo do Estado. De acordo com os dados, foi reduzida para 7 pontos percentuais a vantagem do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), candidato da Coligação 'A Vontade do Povo', em relação ao seu principal concorrente, o governador e candidato à reeleição Ricardo Coutinho (PSB), da Coligação 'A Força do Trabalho'.
De acordo com a pesquisa divulgada na manhã desta quinta-feira (18) pela TV Itararé e a Rádio Campina FM, realizada pelo instituto 6sigma, Cássio obteve na pesquisa estimulada 43,2% das intenções de voto, contra 36,1% destinados a Ricardo Coutinho. Vital Filho (PMDB) recebeu 4,4%, Major Fábio (Pros) 0,5%, Antonio Radical (PSTU), 0.3% Tárcio Teixeira (Psol) 0,2%.
A equipe jurídica da coligação liderada pelo governador Ricardo Coutinho vinha obtendo sucesso no TRE ao barrar diversas outras pesquisas, nas últimas semana, entretanto, com o resultado favorável à campanha socialista, o 6Sigma não enfrentou restrição perante à Justiça Eleitoral e teve liberdade para divulgar a presente pesquisa.
Rejeição - Enquanto a rejeição de Cássio é de 22,6% e Vital de 10,2%, Ricardo Coutinho é rejeitado por 24,5%. Com esse resultado, a eleição estadual segue para ser decidida no segundo turno. Brancos e nulos totalizam 5,5%. Não sabe 9,1%. Não informou 0,7%. Foram entrevistadas 1.103 pessoas entre os dias 12 e 16 de setembro. A margem de erro é de 2,95% - para mais ou para menos, com índice de confiabilidade de 95%.
Foram entrevistados 1103 eleitores nas 4 mesorregiões do Estado, no período de 12 à 16 de setembro de 2014. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral 0282014/PB.

Crise na UEPB: falta até papel para a impressão de provas para alunos diz comunicado da coordenação de curso aos professores...

A crise financeira na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) está mesmo enorme. Nesta quinta-feira (18) documento enviado a professores pela coordenação do curso de Odontologia em Campina Grande comunica a falta papel para a impressão de provas. 
“Prezados professores, informamos que, infelizmente, a partir do dia 15 de setembro de 2014, não estaremos realizando a impressão de provas da coordenação do curso em decorrência da falta de papel na Instituição. Como opção, poderá ser impressa 01 (uma) via de cada avaliação para que os senhores providenciem cópias”, diz comunicado enviado pela coordenação aos professores.
Crise financeira da Instituição foi destaque na coluna do jornalista Heron Cid, na sua coluna do jornal Correio da Paraíba desta quinta-feira. Segundo o jornalista, “para não fechar as portas, a Reitoria da UEPB vem apelando insistentemente ao Governo pela antecipação de suplementação de R$ 10 milhões que ficou acertada para ser dividida em oito prestações”.
A proposta da instituição era de R$ 22 milhões, mas terminou reduzida a R$ 10 milhões. A subtração, agravada pelo parcelamento, estaria levando a Universidade à beira do abismo. Serviços básicos e essenciais andam ameaçados e o funcionamento normal já prejudicado.

Cássio diz que vai fazer auditoria no Trauma de JP, que pode resultar no afastamento da Cruz Vermelha mas preservando os funcionários...

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) afirmou que, se eleito para o Governo, vai realizar auditoria no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa para apurar denúncias feitas contra a gestão da organização social Cruz Vermelha, responsável por administrar a unidade hospitalar.
Conforme o candidato, a partir do resultado da auditoria, a organização social poderá ser excluída da gestão hospitalar. As informações foram repassadas em entrevista ao JPB 1ª edição, veiculada ontem pelas TVs Cabo Branco e Paraíba.
No entanto, o candidato explicou que pretende preservar os funcionários que trabalham atualmente no hospital. “A partir da auditoria, nós tomaremos providências e uma delas pode ser o afastamento da Cruz Vermelha, mas preservando os funcionários”, garantiu.
Na entrevista, o candidato reforçou sua proposta de realizar anualmente concurso público para contratar policiais militares, civis e agentes penitenciários. A partir das contratações, conforme o candidato, seria possível reforçar a segurança no Estado e reativar a operação 'Manzuá'.
O tucano ainda afirmou que, se eleito, vai negociar junto ao Fórum dos Servidores Públicos a jornada de trabalho do funcionalismo público, que hoje cumpre carga horária de oito horas diárias. Cássio ainda falou sobre sua proposta para construção de uma ponte para interligar Lucena e Cabedelo, com custo estimado em R$ 600 milhões. 

Ex-deputado Fabiano Lucena volta a usar as redes sociais pra elogiar RC

FACE FABIANO LUCENA
O ex-deputado e ex-secretário de estado Fabiano Lucena, sobrinho do senador Cícero Lucena (PSDB), voltou a usar suas redes sociais ontem (17), para elogiar a atitude do governador Ricardo Coutinho (PSB), em criar um decreto para a implantação do Parque Estadual Trilhas dos Cinco Rios. Fabiano que foi o idealizador do projeto, enalteceu o gestor paraibano ao destacar em seu texto “O justo reconhecimento” a Ricardo Coutinho.
Fabiano que já há algum tempo demostra ter um bom relacionamento com o governador Ricardo Coutinho, por diversas vezes já elogiou a atual gestão pela realização de várias obras e até programas de governo. Confira abaixo o texto postado por Fabiano Lucena.
"Um cidadão e um governante conversam e a cidade sai ganhando. O interesse pessoal é deixado de lado em favor do coletivo. Esse pra mim é o verdadeiro sentido da política.
Ontem, assinei como testemunha o decreto governamental que cria definitivamente o Parque Estadual Trilhas dos Cinco Rios #ParqueDasTrilhas
Ao governador @realrcoutinho o justo reconhecimento. Jamais irei me arrepender de ter contribuído com o ideal de uma João Pessoa sustentável."

Ex-prefeito de Monte Horebe, Bodé desmente jornalista itaporanguense Josinato Gomes e diz que não está o apoiando para deputado federal...

O ex-prefeito de Monte Horebe, Zé Bodé, afirmou ontem que desconhece a informação veiculada na imprensa que estaria apoiando o candidato e jornalista itaporanguense Josinato Gomes (PTB), a deputado federal, da coligação “A Vontade do Povo 1”, para a Câmara dos Deputados. Surpreso com a informação enviado à imprensa pelo próprio Josinato Gomes (foto), Bodé disse que não o apoia mas sim os candidatos escolhidos pela prefeita da cidade, Cláudia Dias. 

Supostas irregularidades com reforma de escolas na Grande JP estariam resultando em ‘rombo’ de R$ 50 milhões aos cofres do Estado...

contrato_escolas
Indícios de irregularidades em obras de reforma de escolas do Estado, localizadas na Grande João Pessoa, estariam resultando em um rombo de R$ 50 milhões aos cofres públicos, de acordo com denúncia publicada no Blog de Hélder Moura. Segundo a reportagem, várias instituições de ensino estariam com as obras paralisadas.
O Blog teve acesso ao contrato para reforma de 181 escolas e, segundo o edital de concorrência, a execução deveria ter o acompanhamento, controle, fiscalização e avaliação por representante da Suplan e era proibida a sublocação dos contratos. Porém, houve sublocação com pelo menos três empreiteiras. E a Suplan parece fazer vista grossa.
Está claro que há, pelo menos, três dos chamados “contratos de gaveta”, que comprovam a irregularidade da subcontratação para as obras de reforma de três escolas localizadas na Grande João Pessoa. Um deles é o da construtora Andrade Galvão Engenharia, que subcontratou a W.E. Construtora e Incorporadora para a reforma da escola Professor Raul Córdula, no bairro da Torre. Um contrato de R$ 407 mil.
O segundo contrato, no valor de R$ 382 mil, foi para reforma da escola Francisco Campos, no bairro dos Bancários e, o terceiro, de R$ 399 mil, foi para a reforma da escola Antônio Gomes, em Bayeux (foto acima). Em todos eles, há as mesmas digitais: prática de sublocação. E, claro, obras paralisadas. Motivo alegado pelas sublocadas: falta de pagamento por parte do Governo do Estado.
contrato_escolas1 contrato_escolas2 contrato_escolas3
Briga na Justiça – As obras iniciadas pela W.E Construtora estão paralisadas. A construtora terceirizada alega que abandonou os serviços por falta de pagamento da Andrade Galvão e, hoje, as duas empresas estão brigando na Justiça, por conta de um passivo na ordem de 467 mil reais. A suspeita é de que esse dinheiro foi usado por alguém sem a menor educação…
Este ano, alunos e pais de alunos fizeram até um protesto e bloquearam a BR 230, em Bayeux, na Grande João Pessoa, contra o atraso nas reformas das escolas. Os mais de 1.200 alunos convivem com o cenário do atraso e se sentem prejudicados por conta do descaso do governo. Até o momento, nem a Suplan, nem a Secretaria de Educação se pronunciaram sobre o assunto.

STF proíbe cobrança de ICMS em compras pela internet na Paraíba e mais 19 estados

Pleno do STF
Por unanimidade, nesta quarta-feira (17), o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) declarou inconstitucional um protocolo de 2011 do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), que exigia, nas compras pela internet o recolhimento de parte do ICMS em favor dos estados onde se encontram consumidores finais. Com a decisão, compras feitas pelo e-commerce não podem ser tributadas na Paraíba e o recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços só pode ser recolhido pelo estado da empresa que vendeu o produto.
O protocolo do Confaz foi uma fórmula encontrada pelos secretários da Fazenda da maioria dos estados para dividir o ICMS. Em junho do ano passado, a 1ª Câmara Especializada Cível do Tribunal de Justiça já havia decidido que a Paraíba não pode cobrar ICMS de mercadorias vendidas pela internet.
Ao julgar o caso, o relator do processo, juiz convocado Marcos Coelho de Salles, explicou que a exigência da cobrança de ICMS nas operações realizadas pela internet, de forma não presencial , teve seus efeitos suspensos em 19 de dezembro de 2011 pelo STF, em decisão liminar do então ministro Joaquim Barbosa, ratificada posteriormente pelo plenário da Suprema Corte.

Ex-prefeito Dr. Odoniel anuncia apoio a Wilson Santiago, em Diamante

Com a saída da prefeita Marcília Mangueira (PMDB) do seu leque de apoios, o ex-senador Wilson Santiago (PTB) acaba de ganhar uma adesão de peso no município de Diamante. Ele agora, terá o apoio do ex-prefeito Odoniel Mangueira (PSDB), cuja esposa Carmelita (PSDB) deve tomar posse na prefeitura local em definitivo no próximo ano. É que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) deve levar a julgamento a liminar que ainda sustenta a peemedebista no cargo de prefeita, cassada que foi em primeira instância. 
Dr. Odoniel já vota no senador Cássio Cunha Lima (PSDB), ao Governo, e nos projetos de reeleição dos deputados Welligton Roberto (PR) e Edmilson Soares (PEN), respectivamente, a deputado federal e estadual. Na última terça-feira (16) a militância cassista em Diamante, comandada pelo ex-prefeito, tomou as ruas da cidade em demonstração de apoio e confiança na vitória do tucano. Também apoiam Cássio, Wilson, Welligton e Edmilso, os vereadores Alan Deivid (presidente da câmara), Cicero Venâncio, Edvan e Juciê. 

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Silêncio de delator na CPI da Petrobrás diz muito sobre o país...

“O senhor sabe que, hoje, o nome que o senhor falar está morto”, disse o deputado Sandro Mabel (PMDB-GO) a Paulo Roberto Costa. Ele chegara à CPI da Petrobras havia quase três horas. Desde o início da sessão, invocara o seu direito constitucional ao silêncio. Mas Mabel queria que o petrodelator ao menos retirasse da fogueira os nomes que ardem no noticiário como beneficiários de propinas.
Entre esses nomes, há dois caciques do partido de Mabel: Renan Calheiros e Henrique Alves, presidentes do Senado e da Câmara. “Ninguém sabe se o senhor falou ou não os nomes dessas pessoas”, lamuriou-se o deputado. O ex-diretor da Petrobras não se deu por achado: “Desculpe, mas reitero minha posição, me permito ficar calado.”
Correligionário do ex-presidenciável Eduardo Campos, incluído depois de morto na lista de supostos alvos da delação de Paulo Roberto, o deputado Júlio Delgado voltou à carga: “…Vou tentar mais uma vez: o senhor confirma esses nomes todos que já foram citados nos órgãos de imprensa? Confirma a participação deles em algum esquema da Petrobras?” E o delator: “Desculpe, mas nada a declarar.”
O silêncio do delator era previsível. Se abrisse o bico, ele correria o risco de perder os benefícios judiciais que reivindica como prêmio no acordo de delação que firmou com a Procuradoria da República. Contra esse pano de fundo, o líder do PMDB, deputado Eduardo Cunha (RJ), cujo nome também foi lançado na fogueira de uma lista, animou-se a inquirir o não-depoente.
Eduardo Cunha soou inespecífico: “Quero saber se o depoente confirma a divulgação de nomes que supostamente teriam sido citados. E, se confirma, qual é a condição e qual é o fato?” Paulo Roberto manteve-se impassível: “Nada a declarar”.
A CPI andava esvaziada. Mas teve quórum máximo durante a sessão. Era grande a expectativa quando Paulo Roberto entrou na sala, pouco depois das 14h30 de terça. Em torno do seu rosto, um halo de glória se desenhava. Estava leve. Era como se a delação tivesse refinado anos de óleo pesado que ele carregava na alma.
Os lábios de Paulo Roberto mal conseguiam esconder um sorriso de orgulho. Ele agora exibe sob o nariz um bigode que evoca a figura de um bandoleiro de filme mexicano. Trocou a delicadeza do cinismo negacionista pela revolucionária admissão de culpa. Virou uma espécie de harakiri da máfia política que o bajulava. Fez isso na ante-sala das eleições gerais. (Josias de Souza)

Ao deixar os Santiagos para apoiar Maranhão e Vené, a prefeita Marcília Mangueira confirma revelação feita pelo Blog em julho passado...

Já dizia o ditado popular: "Todo mundo sabe que jabuti não sobe em árvore. Se lá está é porque alguém o colocou".  No dia 25 de julho publicamos matéria informando que articulação empreendida, na cúpula estadual do PMDB, pelo ex-prefeito Hércules Mangueira (PMDB) para salvar a pele da prefeita cassada Marcília Mangueira (PMDB), que retornou ao cargo devido liminar do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB), renderia uma reviravolta na cidade de Diamante, concernente a disputa eleitoral em curso.
Informávamos na ocasião, que a articulação levaria a prefeita a abandonar o projeto de reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB) e retornar ao apoio à candidatura do seu partido, hoje liderada pelos senador Vitalzinho (PMDB) que ainda segue apoiado por Hércules na cidade. Nestas eleições, apesar de aliados, Marcília e Hércules combinaram apoiar candidatos diferentes, mas nenhum passo é dado sem conversa entre ambos.
Na época, a prefeita até que tentou desmentir a matéria mas decisão tomada ontem a fez desmentir sua própria fala, descompasso e encenação. Segundo informes que chega ao Blog, Marcília decidiu romper politicamente compromisso com as candidaturas de Wilson Santiago e Wilson Filho (foto com Marcília), respectivamente, ao Senado e a Deputado Federal.
A prefeita vai votar agora em Zé Maranhão e Veneziano, respectivamente, ao Senado e a Deputado Federal. Hércules já apoia Maranhão. Aí alguns podem até afirmar: Mas ela não deixou Ricardo! Nem precisaria, ele já está abandonado em Diamante. Mais conveniente para o próprio Vitalzinho, candidato do PMDB ao Governo, foi conseguir o apoio de Marcília para Veneziano. Nessa hora tudo serve.
Uma substancial ajuda para sacramentar a eleição do 'Cabeludo' à uma das 12 vagas na Câmara Federal. Vitalzinho sabe que sua candidatura é apenas simbólica. Quem saiu perdendo mesmo foi Wilson Santiago e Wilson Filho que apostaram fichas na campanha e eleição de Marcília, que agora lhes dá o troco. Uma demonstração de puro oportunismo.
Aqui você sabe: credibilidade acima de tudo!

TSE vai julgar nesta quinta-feira ação do PMDB contra aliança PT/PSB...

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai julgar nesta quinta-feira (18) a ação do PMDB que pede a impugnação da aliança PT/PSB na Paraíba. Às vésperas do pleito, a expectativa agora é saber se o entendimento do relator Luiz Fux alterará ou não o rumo das eleições deste ano, na chapa majoritária encabeçada pelo governador Ricardo Coutinho (PSB).
Na ocasião, a Direção Nacional do PT quis anular a convenção estadual acordada pela coligação PT/PSB. A Nacional alega que a prioridade seria a aliança com o PMDB e que o candidato a governador do Estado seria o senador Vital do Rêgo Filho. A determinação do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba foi de manter a aliança, o que confirmou a coligação 'A Força do Trabalho', que tem como candidato à reeleição o governador Ricardo Coutinho (PSB) e como candidato a senador Lucélio Cartaxo (PT). A decisão do julgamento está na pauta do TSE e prevista para sair nesta quinta (18). Para acompanhar, acesse: http://www.tse.jus.br/servicos-judiciais/pautas-de-julgamento

CCJ recebe pedido de impeachment do governador Ricardo Coutinho pelos crimes de responsabilidade e improbidade administrativa...

Os defensores públicos do Estado ingressaram com o pedido de impeachment do governador Ricardo Coutinho (PSB) na Assembleia Legislativa, pela prática dos crimes de responsabilidade e de improbidade administrativa. Nesta terça-feira (12), o presidente da Comissão de Constituição e Justiça, deputado Jandhuy Carneiro recebe a ação para analisar o termo da denúncia.  
Segundo o defensor público José Cláudio, o principal motivo a ser alegado no pedido de processo de cassação do mandato Ricardo Coutinho, e que o governo do Estado estaria repassando o duodécimo da Defensoria Pública em valores abaixo dos fixados na Lei Orçamentária Anual (LOA).
"O governador da Paraíba é o inimigo número um das categorias, e em especial, tem sido com os defensores públicos. Esperamos que a Assembleia da Paraíba reconheça a improbidade administrativa e possa condená-lo", disse Cláudio. Até outubro de 2013 o governo deveria ter repassado a quantia de R$ 55.952.666,67. No entanto, desde o início da sua gestão, em 2011, que o governador Ricardo Coutinho efetua o repasse do duodécimo em valores inferiores ao fixado na LOA. 

Sem estádio o Cruzeiro pode desistir de disputar a segunda divisão do Campeonato Paraibano...

O Cruzeiro de Itaporanga pode desistir de disputar o Campeonato Paraibano da Segunda Divisão.  A informação foi divulgada pelo zagueiro Rogério através da sua conta no faceboook. Segundo o defensor, o motivo da desistência seria a falta de patrocínios e a situação do Estádio Zezão (foto ao lado), que está passando por reformas.
A situação do Cruzeiro é complicada. O time ainda sequer se apresentou e não poderá atuar no Estádio Zezão, que passa por reformas, Foram anunciados o zagueiro Rogério, os volantes Júnior Boa Ventura e Neto Veloso, ex-Atlético de Cajazeiras, e os atacantes Renatinho, ex-Atlético de Cajazeiras, e Lee, ex-Queimadense. Os demais jogadores serão da região do Vale do Piancó. (com Pré-Temporada) 

Multidão lotou centro de Itaporanga para ouvir Cássio e demonstrar todo apoio e carinho, durante comício realizado nesta terça-feira...

Uma multidão lotou a Avenida Getúlio Vargas, centro de Itaporanga, para festejar e ouvir as palavras do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), durante comício realizado na noite de ontem (16), Antes, o tucano fez um périplo pelos município de Serra Grande, São José de Caiana, Igaracy e Aguiar, locais aonde realizou atividades de campanha.
Ao desembarcar em Itaporanga, por volta das 16h, Cássio foi recepcionado pelo ex-prefeito Djaci Brasileiro (PSDB), pelo ex-prefeito Will Rodrigues (PDT), pelos deputados estaduais Antônio Mineral (PSDB), Branco Mendes (PEN), Vituriano de Abreu (PSC) e pelos candidatos a deutado federal Pedro Cunha Lima (PSDB), dos candidatos a deputado estadual Dinaldinho (PSDB) e Dunga Júnior (PSDB), além de prefeitos, vice-prefeitos, ex-prefeitos e vereadores de toda região.
Em todas as cidades por onde passou, com início às 17h em Serra Grande, Cássio falou durante comícios relâmpagos. Logo depois do comício em Itaporanga, a maratona encerrou-se em Pedra Branca. Mas foi Itaporanga que sediou o principal evento da campanha, no caso o comício, e Cássio conferiu in loco o apoio maciço dos itaporaguenses ao seu retorno para o Palácio da Redenção.
Em seu discuso, Cássio criticou as postulas ditatoriais e perseguição empreendidas pelo atual governador Ricardo Coutinho (PSB). "A Paraíba vai se libertar dessa perseguição que acontece contra os servidores públicos, contra gente que tinha 28 anos de serviço, à categoria dos médicos, pessoal do Fisco... Itaporanga com essa grande festa, cuja avenida vejo agora totalmente lotada será peça fundamental para ajudar a libertar o estado. Avante , Itaporanga! E vamos a vitória!", pontuou Cássio.

Acima, o senador fala para uma avenida completamente lotada; Abaixo, carro de Cássio é cercado por fãs após comício...


Itaporanga deu demonstração de força e carinho com o senador ao ter avenida/centro lotada por multidão...