sexta-feira, 29 de abril de 2016

Em Campina Grande: Eleja-se promoveu congresso com debates sobre assessoria de imprensa e propaganda eleitoral...

 
Na tarde desta sexta-feira (29) o Congresso de ‘Direito, Marketing, Pesquisa e Contabilidade Eleitoral: Eleja- se!’ promoveu debates sobre Assessoria de Comunicação, Contabilidade e Direito Eleitoral. O ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e do Supremo Tribunal Federal (STJ), Castro Meira, participou do evento e proferiu palestra sobre as jurisprudências para a propaganda eleitoral. Falou das mudanças que foram realizadas ao longo dos anos e sobre propaganda extemporânea.
O tema reforma eleitoral foi abordado pelo advogado Ricardo Sérvulo, do escritório Villar e Varandas, e mediado pelo desembargador Breno Wanderley. Ele falou sobre a legislação e diz que elas se tornaram uma "colcha de retalhos", que não deixa muito claro o que pode e o que não pode ser realizado pelos gestores.
Sérvulo falou sobre o uso das redes sociais nas eleições deste ano e diz que recomenda o uso, obedecendo aos requisitos legais. Ele lembrou que a propaganda eleitoral tem que ter cunho gratuito e, por isso, não se deve impulsionar publicações (pagar taxas para atingir determinado público) nas redes sociais. "Esse mecanismo pode gerar problemas jurídicos, até se utilizado na pré-campanha.

Assessoria - A jornalista e especialista em Marketing, Marly Lúcio, da Múltipla Comunicação proferiu a palestra 'O candidato e a imprensa', que foi mediada pelo presidente da Famup, Tota Guedes. Ela mostrou a importância da assessoria de imprensa para a construção de imagem e gerenciamento de crises.
Marly destacou que a comunicação é integrada, deve está interligada em seus muitos meios como publicidade, redes sociais, gerenciamento de crises, formação de imagem. Ela afirmou que todo político precisada de estratégias e adotar bandeiras de luta. A jornalista falou de atitudes e casos que geram crises, como irregularidades, contradição, preconceito, vida pessoal, postura e gafes, que foram exemplificadas através de cases. "A imagem que o candidato passa, também transmite um discurso", disse.

Os participantes tiveram a oportunidade de participar de discussões sobre a conjuntura política atual é de palestras sobre direito eleitoral, contabilidade, Coaching, assessoria de imprensa, pesquisa e marketing. O evento contou com uma mesa redonda sobre o atual cenário político vivido pelo país diante do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), além da importância da profissionalização das campanhas políticas com a participação do deputado dos deputados federais Pedro Cunha Lima (PSD/PB), Rômulo Gouveia (PSD/PB), Manoel Júnior (PMDB/PB) e Wilson Filho (PTB/PB). O debate foi mediado pelo jornalista e diretor do Portal MaisPB, Heron Cid.

A primeira palestra teve como tema Transformando Equipes em Times Campeões através do Coaching e foi ministrada pelo consultor Dunga Júnior. Ele afirmou que a montagem de equipe é fundamental para o sucesso de uma campanha. "Não podem haver panelinhas, temos que ter uma equipe trabalhando pelo mesmo propósito", comentou. Logo em seguida, o publicitário Stalimir Vieira falou sobre Marketing político em tempos de não-política. O debate foi mediado por Edjane Rodrigues da Mais Comunicação.

Prestação de contas - O especialista em auditoria, Neuzomar Souza, falou sobre a prestação de contas em uma campanha eleitoral e mostrou que ela deve ser realizada com muito cuidado para não prejudicar o candidato. O mediador foi o advogado Harrison Targino, que destacou os problemas jurídicos que podem ser gerados por erros contábeis.

O evento foi realizado no auditório do Hotel Garden e ficou lotado por gestores, parlamentares e candidatos a cargos eletivos no pleito de outubro próximo.

Após conversa demorada com o governador RC, Cida Ramos terá seu nome lançado domingo pelo PSB; “Vamos retomar o desenvolvimento da Capital".

A Secretária de Desenvolvimento Humano do Governo do Estado, Cida Ramos, confirmou em contato com a reportagem do Portal Wscom que aceitou o desafio de ser a pré-candidata a prefeita de João Pessoa pelo PSB. No próximo domingo, em local ainda a ser definido, seu nome será lançado oficialmente contando com as presenças do governador Ricardo Coutinho, de João Azevedo e Estela Bezerra. 
- Vamos construir nova fase na História da cidade retomando o desenvolvimento social e econômico de uma Capital que precisa avançar – declarou Cida Ramos. Ele confirmou que esteve reunida nesta quinta-feira à noite com o governador Ricardo Coutinho avaliando os diversos cenários a partir do universo nacional, estadual e em especial de João Pessoa.
- Conversamos sobre todos os cenários e estamos convencidos de que vai ser possível, sim, retomar o desenvolvimento da Capital como se deu a partir da gestão de Ricardo Coutinho – frisou.

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Câmara de Itaporanga aprovou concessão do Título de Cidadã Itaporanguense a Dona Dalvinha, numa justa homenagem aos serviços prestados à comunidade.

Foi aprovado por unanimidade na noite desta quinta-feira (28), pela Câmara Municipal de Itaporanga, Projeto de Decreto Legislativo nº 01/2016, que outorga o título de Cidadã Itaporanguense a servidora pública aposentada Lindinalva Silva Pinto, pelos serviços prestados à comunidade local, por seu trabalho como servidora pública e ativista comunitária que sempre propiciou aos itaporanguenses grande dedicação e compromisso social. 
O vereador Jailson de Zeca (PTB), propositor da justa homenagem, destacou o papel importante de Dona Dalvinha "da Emater", como é conhecida a homenageada. “É uma grande honra para esse mandato e para Câmara conceder essa honraria para dona Dalvinha, guerreira, honrada e abnegada mãe de família, que é um exemplo para toda população. Soube enfrentar as dificuldades que a vida colocou em sua frente, quando ficou viúva ainda jovem mas criou seus filhos com dedicação e ainda hoje dá sua contribuição à nossa comunidade...”, disse o vereador. A entrega da honraria será feita em sessão solene, em data a ser agendada.

Histórico

Lindinalva Silva PintoDona Dalva, Dalvinha da Emater, Dalvinha de Dandão. Pernambucana de nascimento, paraibana de coração. Nasceu no dia 15 de novembro de 1942.  Caminhando para os 74 anos de vida, dedicados à família, ao trabalho, ao serviço da comunhão e da vida. 
Jovem, no dia 21 de agosto de 1963, casou-se com João Pereira da Silva (Dandão), na matriz Nossa Senhora da Conceição em Itaporanga, seu enlace matrimonial foi celebrado na presença do Reverendíssimo Padre José Sinfrônio de Assis Filho. 
Os primeiros anos de casada foram vividos em João Pessoa, em seguida Boa Ventura, Diamante e, finalmente, Itaporanga. Terra que Dona Dalvinha adotou como mãe, faltando que esta Terra fizesse justiça, adotando Dona Dalvinha como filha, não só de fato, mas de lei, de reconhecimento, de gratidão, como cidadã Itaporanguense. O que aconteceu nesta noite.
Mãe de 10 filhos, Risalva faleceu ainda criança, os outros 09 filhos (João, Rafael, Roméria, Rosimere, Risoneide, Roberta, Rubênia, Ruth e Ricardo) constituem o verdadeiro legado do casal Dandão e Dalvinha.  Filhos que com as graças e a coragem de Dona Dalvinha, triunfaram e prosperaram na vida pessoal e profissional. Avó de 14 netos: Rodrigo, Raphaela, Rayane, Itauã, Rayslânia, Rauan, Ruan, Rauana, Raquel, Barbára, Bianca, Renan, Beatriz e Raissa,  3 bisnetos: Anna Katarina, José Arthur e Santiago. 
O poeta Vinicius de Moraes escreveu: “A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida”. No dia 26 de janeiro de 1980, Dona Dalvinha fica viúva com o falecimento do seu esposo João Pereira da Silva – Dandão. 
O óbito do esposo, do companheiro, do amigo. Abalou a família de nove filhos, o mais velho com 14 anos. Mas, a fé perseverante de Dona Dalvinha  não foi abalada, confiou nos ensinamento de Jesus: “No céu não haverá tristeza, doença, nem sombra de dor, e o prêmio da fé é a certeza, de viver feliz com o Senhor”. 
Foram momentos difíceis, de dificuldades, de dúvidas, mas a devoção a Nossa Senhora da Conceição e as orações fortaleceram a família. Dona Dalvinha assim, como Rute a viúva de bom coração presente no antigo testamento, escutou de Deus: “Agora, minha filha, não tenha medo; farei por você tudo o que me pedir. Todos os meus concidadãos sabem que você é uma mulher virtuosa” (Rute 3:11).
Assim como o anjo do Senhor anunciou a Maria. Surgem anjos na forma humana e estendem as mãos a família. São muitos que estenderam as mãos para ajudar, ao lembrar alguns: Seus irmãos Chico e Luzinete que foram luz na vida da senhora e da família; o ex-prefeito Marleno Barros, que deu o primeiro emprego ao seu filho mais velho; o ex-prefeito Abraão Diniz que foi o amigo do casal; o ex-presidente da Assembléia Legislativa da Paraíba, deputado Soares Madruga que deu a oportunidade do primeiro emprego, fonte de sustento da família; Padre José Sinfrônio que acolheu seus filhos no Colégio Diocesano, e tantos outros, que silenciosamente contribuíram e acreditaram que “a mulher sábia edifica a sua casa”. 
Não poderia esquecer Dona Dalva, as pessoas mais importantes, quando ela mais precisou, “aqueles que lhe deram a vida”: “Pai Tonho” e “Codina”, seus pais, presentes na educação dos filhos e esteve sempre próximo da filha e dos netos.
Dona Dalvinha, a senhora não estaria aqui recebendo tamanha homenagem sem o sangue, o suor, as lágrimas e a mão estendida de tantos amigos presentes durante 30 anos, dedicados profissionalmente a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Governo do Estado da Paraíba – EMATER-PB. Trabalho que rendeu na empresa e na vida pessoal, um novo batismo “Dalvinha da Emater”. Atualmente, está aposentada pela empresa, mas sempre recebe o carinho e a visita dos colegas de trabalho.
Desbravadora, na década de 1990, construiu uma casa no loteamento do Rosário, com a ajuda dos amigos eletrificou, sendo a primeira moradora, ainda hoje conhecida como a Rua de Dona Dalvinha, que por iniciativa do vereador Antonio de Bruno Pitas, carrega o nome do seu esposo Rua João Pereira da Silva. Dona Dalvinha também foi presidente do Núcleo de Integração Rural do Junco.
“Dizem que quando rezamos, nós estamos fazendo pedidos a Deus, e quando meditamos estamos agradecendo”. Todas as manhãs, encontro Dona Dalva meditando silenciosamente o terço, agradecendo ao Senhor pela vida. No silencio da meditação, acredito que muitas vezes Jesus falou: “No mundo tereis tribulações. Mas, tende coragem! Eu venci o mundo”
Dona Dalva é uma mulher cujo coração é todo tecido de bondade acolhedora e compreensiva, bondade que não se gasta com o tempo, mas se enriquece ao embate da dor, se agigantou diante da perca do esposo, e construiu uma família feliz, realizada e de sucesso. 
Na vida religiosa da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição sempre foi presente e ativa, sempre tinha um neto coroando a Imagem da Padroeira, contribuindo socialmente com o Rosário de Nossa Senhora. No leilão, lá estava à devota com a galinha nas mãos. E o leiloeiro a gritar: “Quanto vale essa galinha Dona Dalvinha?” 
Mulher de muita religiosidade, fé e humildade compõem a Liga de Santa Terezinha, inspirado nos ensinamentos teresianos:
”Fica sempre um pouco de perfume
Nas mãos que oferecem rosas
Nas mãos que sabem ser generosas
Dar o pouco que se tem a quem tem menos ainda
Enriquece o doador, faz sua alma ainda mais linda
Dar ao próximo alegria parece coisa tão singela
Aos olhos de Deus, porém é das artes a mais bela”
 
 
No último dia 08 de março, Dona Dalvinha foi homenageada pela Prefeitura Municipal representando aa garra e bravura das Mulheres de Itaporanga.
Dona Dalvinha, o seu conterrâneo pernambucano Luiz Gonzaga, puxou a sanfona e ecoou:  “Olha lá. No alto do morro. Ele está vivo. O padre não tá morto........ Viva meu Padim. Viva meu Padim. Cícero Romão” . Dona Dalvinha, não poderia esquecer a confiança e a devoção que a senhora tem ao Padre Cícero do Juazeiro e a Nossa Senhora das Dores. Quantas viagens em romaria ao Juazeiro do Norte para agradecer. Acompanhado das fitas do Padim Ciço, das velas, muitas vezes, o santinho do candidato do coração faziam parte dos agradecimentos.
Eis a mulher Lindinalva Silva Pinto, viúva aos 38 anos, funcionária da EMATER-PB por trinta anos, cuidou e formou nove filhos, acolheu 14 netos e 03 bisnetos.  Um legado, que justifica a homenagem a Dona Dalvinha, que no momento representa, outras tantas mulheres guerreiras de Itaporanga.

[Texto do professor e historiador Francisco Raimundo, quando da homenagem recebida por Dona Dalvinha, no último dia 08 de março]

Em ação rápida, policiais militares prenderam suspeitos de assaltos em Piancó...

Em Piancó, PM prende suspeitos de assalto
O assalto ocorreu por volta das 11:00 Horas da manhã no mercadinho Santo André, localizado no Bairro Ouro Branco. O dono do estabelecimento informou a PM que, a dupla chegou de moto, usando um revólver calibre 38 e anunciou o assalto, em seguida fugiram do local. A PM foi acionada segundos depois e policias da Rotam, conseguiram capturar dois suspeitos. Através deles, os policias descobriram que haviam outros envolvidos. 
Sob o comando do Tenente Souto, viaturas e vários policiais militares foram ao Bairro Mutirão e após localizar a casa onde os suspeitos estavam, conseguiram prender outras seis pessoas que estavam na residência de Mauricio Ferreira Junior. No local foram encontrados celulares, tablet, sete capacetes, quatro motocicletas, dinheiro, receptor, roda de moto, bateria de carro, aparelho de som e um revólver que, segundo a PM pertence a uma das pessoas que estavam no local. Ainda segundo a polícia, uma das motos pode ser roubada. 
Foram presos: Alex Fernandes Alves, 19 anos de idade, Felipe Jhonata Vicente 19 anos de idade, K.J.F, 17 anos de idade, Erlandio Márcio Valdivino Pereira, 21 anos de idade, Wendell Thiago Galdino Batista, 19 anos de idade, Manoel Messias, Jorge de Sousa, 19 anos de idade e Erivandy Galdino, 37 anos de idade. Todos de Piancó. Após a prisão os suspeitos e o material apreendido foram levados para delegacia de polícia civil de Piancó. (com ValenewsPB)

"Cida Ramos é o melhor nome para o PSB", diz o deputado Genival Matias...

"Cida Ramos é o melhor nome para o PSB" diz Genival Matias
O deputado estadual Genival Matias (PT do B), um dos primeiros a apoiar o nome de João Azevedo para concorrer ao comando da Prefeitura de João Pessoa, lamentou a retirada da pré-candidatura e reafirmou a importância da permanência dele em continuar à frente da Secretaria de Estado dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia.
O parlamentar destacou que a decisão considerada "fruto de uma necessidade" da gestão de Ricardo Coutinho para o Estado continuar contando com o secretário em seus quadros técnicos num momento de instabilidade do país, foi tomada de comum acordo entre o partido, o Governo e o próprio João Azevedo, que teve o nome lançado como pré-candidato a prefeito de João Pessoa num encontro estadual realizado pelo PSB, no dia 20 de fevereiro, no Hotel Tambaú.
Genival Matias afirma que o PSB possui excelentes nomes em seus quadros, assim como o da secretária de Estado do Desenvolvimento Humano, Cida Ramos, com quem se reuniu na tarde desta quarta-feira (27). Segundo Matias, a professora reúne todas as qualidades para chefiar a Prefeitura de João Pessoa, uma vez que tem personalidade agregadora e, por sua história de luta e superação, se apresenta como figura capacitada para assumir tal responsabilidade e ajudar no progresso de uma cidade para a qual realizou tantos serviços.
“Com certeza a professora Cida Ramos reúne qualidades essenciais para seguir na disputa rumo ao cargo de prefeitura de João Pessoa. Ela é querida por aliados e opositores do Governo, é uma pessoa agregadora, com uma história muito bonita de superação e tem serviços prestados em João Pessoa. Portanto, é o melhor nome para substituir João Azevedo e se revela como a pré-candidatura ideal. Por isso, falando como presidente estadual do PTdoB, indicaria o nome dela para que os filiados apoiassem. Mas, como digo sempre, a palavra final em relação a apoios em João Pessoa, é de responsabilidade do diretório municipal”, declarou Genival.
Formada em Serviço Social, com doutorado, Cida Ramos é professora da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e é considerada uma das auxiliares de maior confiança do governador Ricardo Coutinho. Está à frente da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano desde o começo da gestão do governador e, recentemente, passou a acumular a presidência da Fundação de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente Alice de Almeida (Fundac). Se confirmada como candidata, ela deve ser exonerada dos cargos até o dia 2 de junho.

Eleições na UFPB: Margareth se reelege com 53,79% e Luiz tem 46,21%...

A reitora da Universidade Federal da Paraíba, Margareth Formiga, foi reeleita, na noite dessa quarta-feira (27), para comandar os destinos da instituição pelos próximos quatro anos, com 53,79% dos votos válidos. O professor Luiz Júnior obteve 46,21%.
A apuração dos votos teve início por volta das 21h em uma sala do prédio da Reitoria. Já passavam das 23h, quando o resultado final do pleito foi confirmado pela comissão eleitoral.
Logo após a proclamação dos números finais,  os apoiadores da chapa vitoriosa iniciaram a comemoração nas dependências do Campus I, em João Pessoa. Em outros campi da instituição também houve a celebração do resultado.

O significado da marcha à ré do PSB...

joaoricardo
João Azevedo, a criatura, não resistiu, apesar do esforço do criador, Ricardo...
“Mas eis que chega a roda viva/E carrega o destino pra lá”. Os versos do inconfundível Chico Buarque ilustram bem a decisão do PSB oficializada no sereno da noite desta terça-feira, ao bater em retirada com a candidatura do secretário João Azevedo, apresentado em dezembro passado como representação máxima do êxito do governo RC.
A mudança brusca de planos representa um recuo e transmite, queira ou não queira, um atestado de fragilidade no chamado “projeto”. Foi João o homem ‘eleito’ por Ricardo Coutinho como o mais preparado para governar João Pessoa e como o melhor quadro disponível do partido para assumir a tarefa de enfrentar as urnas em 2016 como a personificação do padrão socialista de administrar.
Foi João o beneficiário de toda uma estratégia midiática e política com direito a mídia-training, repaginação visual, entrevistas seguidas, aparições, menções, discursos em seu favor e ataques seqüenciados contra o adversário Luciano Cartaxo, tudo executado sob a batuta pessoal do próprio Ricardo Coutinho, cabo eleitoral, timoneiro e artífice maior da operação.
De tanto esforço, o governador exagerou na dose e não permitiu que João existisse como personagem com capacidade de caminhar com as próprias pernas, como se o engenheiro ilustre de Cruz das Armas fosse candidato a despachante do Palácio e não prefeito da maior e mais importante cidade do Estado, cuja auto-estima impõe a condição de ser  governada por um líder, e não por um capricho.
A justificativa dada pelo partido em nota, rasa e inverossímil, teve pouca serventia para explicar a saída. Prestou-se mais para diminuir João enquanto agente político e evidenciá-lo como figura pública sem autonomia sequer para ser o dono de sua desistência. Pela forma, Azevedo não foi somente retirado da disputa, foi achatado de possibilidades futuras. Coisa que, pela contribuição e valor pessoal, ele poderia ter sido poupado.
Mas o PSB não tem mais tempo para chorar o leite derramado. Diante do quadro desfavorável e delicado, urge a missão de explicar: como o candidato que tinha a cara do governo vitorioso e do governador não tem voto para subsistir na disputa? Para complicar mais, precisará escolher um substituto que levará nas costas o peso do fracasso do substituído. Um ‘vivo’ carregando um ‘morto’. (Por Heron Cid)

Após desistência de João Azevedo, Cida Ramos já adota discurso de pré-candidata do PSB em JP: “Estou pronta para o desafio”

Apesar de ainda não ter seu nome sacramentado pelo PSB, a secretária de Desenvolvimento Humano e presidente da Fundação de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente “Alice de Almeida” (FUNDAC), Cida Ramos, já adotou um discurso de pré-candidata a prefeita de João Pessoa. Durante plenária do partido, realizada na noite desta quarta-feira (27), no Tambaú Flat, ela assegurou estar preparada para entrar na disputa.
“Sou uma soldada do partido e se é deliberação do partido, estarei pronta para enfrentar o desafio. Se o partido achar que o meu nome é o melhor para governar João Pessoa, posso afirmar e tenho certeza em dizer que estou pronta para o desafio e João Pessoa irá voltar às mãos da população”, declarou.
A socialista garantiu que a legenda marchará unida na disputa pela Prefeitura da Capital. “O partido vai sair unido, forte e firme para ganhar essa eleição. Eu recebo de forma tranquila e feliz a lembrança do meu nome”, afirmou.
Ela disse que nunca pensou em ser prefeita de João Pessoa e acredita que o trabalho realizado para o fortalecimento de políticas públicas a credenciou para ser indicada como possível candidata. “Meu pensamento sempre foi fortalecer as políticas públicas, trabalhar pela construção de relações humanas melhores e dentro dessa perspectiva do trabalho realizado é que meu nome foi lembrado”, acrescentou.
Cida Ramos negou ainda conversas com o governador Ricardo Coutinho (PSB) após a desistência de João Azevedo (PSB) que não emplacou como candidato nem empolgou a militância. “O governador está em Brasília e quando chegar vai tomar conhecimento e poder participar desse processo”, finalizou.

As cidades de Coremas e Malta devem sediar grande potencial de energia solares...

A Paraíba vai contar com cinco parques solares até 2021 e a licitação para construção destes parques, que irão converter a luz solar e transformá-la em energia elétrica, já foi realizada. Todos os parques serão instalados no sertão, onde a incidência solar é uma das mais altas do mundo. As cidades de Coremas e Malta devem sediar a maior parte destes parques, que juntos terão capacidade para oferecer energia para cerca de 10 milhões de casas. 
Essa questão e outros assuntos relacionados à matriz energética brasileira foram temas de debates do II Fórum da Energia Solar e a II Conferência Regional da Sustentabilidade Ambiental- ESSA 2016 que aconteceu, semana passada, em Pombal. O deputado estadual e presidente da Comissão de Desenvolvimento, Turismo e Meio Ambiente da ALPB, Jeová Campos, participou do evento, no dia 18, na condição de debatedor do painel ‘Desafios e perspectivas para viabilização da energia solar no semiárido’. 
“O potencial de radiação solar que nós temos no sertão paraibano e que ainda é inexplorado é fantástico. Temos sol o ano inteiro, de segunda a segunda, e precisamos aproveitar isso que a natureza nos dá de graça. Os governos precisam se dar conta de que o sol é um parceiro na geração de energia que não pode mais ser desprezado”, disse Jeová, que defende o financiamento e políticas tributárias, como a desoneração do Imposto sobre a Comercialização de Mercadorias e Serviços(ICMS), para aquisição de placas fotovoltaicas. 
O diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André da Nóbrega, falou sobre a incidência de raios solares na região Nordeste e reforçou que a região tem vantagens sobre a utilização da energia solar. “Nós temos o Brasil inteiro com grande atratividade para a energia solar. A região do semiárido nordestino, que envolve Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte,  é o grande vetor atrativo desta energia já que a incidência de raios solares no Nordeste é uma das mais altas do planeta e o sertão da Paraíba é ainda mais privilegiado neste aspecto. O que dificulta ainda a exploração deste recurso natural é o investimento na aquisição dos equipamentos, especialmente, das placas fotovoltaicas que são importadas, o que pode ser facilitado com o financiamento público e com políticas tributárias específicas”, disse André. 
Ele lembrou que diversos estados já aderiram ao  convênio do CONFAZ onde não cobram ICMS pela produção de energia descentralizada, mas que o estado da Paraíba ainda não avançou nesse sentido. O coordenador-geral do Comitê de Energia Renovável do Semiárido - CERSA, Cesar Nóbrega, avaliou que o Fórum contribuiu para a inserção da temática das energias renováveis  na sociedade, pensando na qualidade de vida da população do Semiárido.  “E mais uma vez estamos agregando parceiros para juntos promovermos a difusão das tecnologias fotovoltaicas, pensando principalmente nas famílias mais carentes que poderão ser beneficiadas com essa energia produzida de uma fonte limpa e inesgotável” disse Nóbrega. 
O Fórum teve a participação de membros de instituições de ensino e pesquisa, de instituições públicas e privadas, ONGs,  empresários, órgãos de fomento, políticos, além de dirigentes, docentes e estudantes de ensino municipal, estadual e federal.  (com maispatos)

terça-feira, 26 de abril de 2016

Manoel Júnior se licenciará da Câmara Federal e jovem suplente assume mandato

Nessa segunda-feira, 25, o pré-candidato a prefeito de João Pessoa, o deputado federal Manoel Junior (PMDB) anunciou que dará início aos preparativos para o pleito desse ano e pra isso se licenciará dos trabalhos da Câmara Federal.
Em seu lugar fica o 1º suplente da coligação André Amaral (foto). No pleito de 2014, Amaral obteve 6.552 votos. André Amaral, com 25 anos, será o deputado federal mais jovem da Paraíba, e um dos mais jovens do país.
O rapaz foi o primeiro suplente do PMDB e suas maiores votações aconteceram em João Pessoa (1.900) e Bayeux (1.435). 

Na Comissão do Impeachment no Senado, Dilma só tem 6 votos...

O plenário do Senado ratificou nesta segunda-feira os nomes indicados pelos blocos partidários para compor a comissão que analisará se a Câmara acertou ou errou ao abrir um processo de impeachment contra Dilma Rousseff. No momento, apenas seis dos 21 membros titulares do colegiado apoiam a presidente. Repetindo: apenas 28,5% dos membros da comissão são contrários ao impeachment.
A lista dos membros da comissão está disponível abaixo. Os senadores pró-Dilma são, por ora, os seguintes: Lindbergh Farias (PT-RJ),
 Gleisi Hoffmann (PT-PR), 
José Pimentel (PT-CE),
 Telmário Mota (PDT-RR), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM)
 e Wellington Fagundes (PR-MT).  A oposição ainda não perdeu as esperanças de seduzir Fagundes para a causa do impedimento. Nessa hipótese, restariam do lado de Dilma cinco senadores —a lotação de um fusca.

– PMDB – 5 vagas: Raimundo Lira (PMDB-PB),
 Rose de Freitas (PMDB-ES), 
Simone Tebet (PMDB-MS), 
Dário Berger (PMDB-SC) 
e Waldemir Moka (PMDB-MS).

– Bloco da oposição (PSDB-DEM-PV) – 4 vagas: Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), 
Antonio Anastasia (PSDB-MG),
 Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) e
 Ronaldo Caiado (DEM-GO).

– Bloco de apoio ao governo (PT-PDT) – 4 vagas: Gleisi Hoffmann (PT-PR), 
Lindbergh Farias (PT-RJ), 
José Pimentel (PT-CE) e 
Telmário Mota (PDT-RR).

– Bloco Socialismo e Democracia (PSB-PPS-PCDOB-REDE) – 3 vagas: Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE)
, Romário (PSB-RJ)
, Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM).

– Bloco Parlamentar Democracia Progressista (PP-PSD) – 3 vagas: 
Ana Amélia (PP-RS), 
José Medeiros (PSD-MT) 
e Gladson Cameli (PP-AC).

– Bloco Moderador (PTB-PR-PSC-PRB-PTC) – 2 vagas: 
Wellington Fagundes (PR-MT) 
e Zezé Perrella (PTB-MG).

Proposta de convocar 'Eleições Gerais' é jogada de Lula contra impeachment...

A proposta de antecipar eleições, defendida até por Dilma, representa no governo a admissão de derrota no Senado, no impeachment, e uma jogada para reforçar o discurso favorável a “eleições gerais” de senadores “independentes” que têm em comum o fato de serem ex-petistas, na maioria. O objetivo é manter Dilma no cargo por mais um ano, porque as regras de eleição só podem ser alteradas no ano anterior, e dar a Lula a última chance de ganhar foro privilegiado. A informação é do colunista Claudio Humberto, do Diário do Poder.
Alguns senadores caíram na jogada. Até o independente Lasier Martins (PDT-RS) passou a defender “eleições gerais”, como queria o Planalto. Se a eleição ficar para 2018, como está previsto, Lula pode estar preso ou inelegível, em razão de condenações dadas como certas. Petistas querem incluir Michel Temer no impeachment porque se ambos forem cassados nos primeiros dois anos, haverá nova eleição.

Ex-miss bumbum, mulher do novo ministro do Turismo causa alvoroço no Ministério

A voluptuosa Milena Santos, mulher do novo ministro do Turismo, Alessandro Teixeira, provocou um certo alvoroço ao visitar o marido, quando produziu praticamente um ensaio fotográfico em seu gabinete, ao lado do marido. Miss Bumbum dos Estados Unidos, em 2013, ela publicou várias fotos em seu perfil do Facebook.
Ligado a Dilma e conhecido pela arrogância inversamente proporcional a sua estatatura física, Teixeira substituiu no Ministério do Turismo ao ex-presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, que deixou o cargo após determinação do seu partido. O novo ministro deve permanecer no cargo por apenas 15 dias, até a conclusão do processo de impeachment da presidente, que avança no Senado.
Teixeira foi assessor de Dilma na Presidência e chegou até a integrar a coordenação da campanha dela à reeleição. Antes de assumir o comando do ministério, estava presidindo a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial.
Quando foi secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Alessandro Teixeira protagonizou vários embates com seu chefe, ministro Fernando Pimentel, atual governador de Minas Gerais. Nessa época, o atual ministro do Turismo foi fotografado descendo de carro oficial, em pleno horário do expediente, vestido a caráter, para malhar em uma academia de Brasília.
Em seu pefil, Milena publicou várias fotos e um texto que maltrata o vernáculo e ignora a modéstia: "Compartilhando com meus amigos meu primeiro dia como Primeira Dama do Ministério do Turismo do Brasil. Te amo meu amor, juntos somos mais fortes! Não é atoa (sic) que ao lado de um grande homem, existe sempre uma linda e poderosa mulher".
Intimidade exposta
Em nota, o ministro explicou que "sua mulher, a ex-vereadora de Salvador Milena Santos publicou fotos com seu marido sem imaginar que iria despertar o interesse da mídia". O ministro também "repudiou a exposição da intimidade do casal" e "lamentou" que tenham sido "resgatadas fotos antigas para denegrir a imagem dos dois".

Olha o nível
Em sua página, Milena Santos critica as manifestações que estão sendo feitas no País contra a presidente Dilma. "Se o que querem é dizer não à corrupção, ela não será resolvida com a queda da presidenta e seu partido... Infelizmente corrupção existe dêsde (sic) que o Brasil é Brasil, Ou esquecemos que o futebol e o nosso carnaval são comandados por criminosos e golpistas??? Se fosse para acabar com a corrupção hoje, todos os partidos deveriam ser banidos e seus líderes também", prossegue ela. 
"E emendou: "Deveríamos parar com a hipocrisia do quem não mama chora e refazer algumas leis, tais como: Ficha limpa , Foro privilegiado, Quebra de cigilo (sic) bancário para políticos... Desculpem os ignorantes, mais o que vejo claramente é um grupo que não está no poder querendo derrubar o outro que está! No final das contas , só existe um perdedor ....nós, que vamos pagar mais essa conta!!!"

Vice-prefeito Bruno Pires deixa base, anuncia adesão à candidatura Odir Borges e causa forte baixa no grupo do ex-prefeito Edivan Félix, em Catingueira.

Depois do apoio do vereador Petrônio Fausto ao grupo de situação, agora foi a vez do vice-prefeito Bruno Pires anunciar apoio ao grupo de oposição, em Catingueira. Após  muita especulação sobre o assunto, o vice-prefeito Bruno Pires (PSD), finalmente anunciou de forma oficial seu apoio ao grupo de oposição liderado pelo pré-candidato Odir Borges (PMDB).
A adesão já não era novidade na cidade já que o assunto já vinha sendo comentado nas principais rodas de conversa, ganhando força nos últimos dias. Todos davam como certo o apoio. O rompimento do vice-prefeito com o grupo de situação ocorreu há algumas semanas. Informações dão conta que o motivo seria a não aceitação do nome da jovem Lariassa Félix como candidata a prefeita, nome indicado pelo ex-prefeito Edivan Félix.
Depois do rompimento, se cogitou fortemente que o grupo do vice-prefeito Bruno Pires estaria formando uma terceira chapa com o empresário Welinton Pires, possível pré-candidato. Oficialmente, nada foi confirmado, mas especula-se que a ex-prefeita Zuila Pires não teria sentido firmeza na possível pré-candidatura de Welinton Pires e teria dado um “ultimato” ao empresário.
Durante este tempo, as conversas sobre um possível apoio do grupo de Zuila Pires ao grupo de Odir começaram a ganhar força. Também se especulou que o pré-candidato a vice-prefeito, Geraldo Demezio, estaria disposto a abrir mão da pré-candidatura para um nome indicado por Zuila, fato que acabou sendo desmentido pelo próprio Geraldo.
Apesar das especulações, nada era confirmado oficialmente e tudo “permanecia em off”. Mas no último domingo (24-04) durante um evento que contou com a presença de várias lideranças políticas as especulações se tornaram concretas e o grupo do vice-prefeito Bruno Pires anunciou oficialmente seu apoio ao médico Odir Borges.
Como não poderia ser diferente, o anúncio, de forma oficial, recebeu elogios, mas também muitas críticas. Da mesma forma que poucas pessoas não acreditavam na adesão do vereador Petrônio Fausto, opositor ferrenho ao grupo de situação, pouco também se acreditava na adesão de Zuila Pires ao grupo do ex-prefeito Odir Borges, já que os mesmos, até pouco tempo, sem dúvida alguma, eram os maiores adversários políticos do município de Catingueira.
A velha frase “Na política até boi voa”, neste ano em Catingueira foi levada a sério. Nenhum dos lados pode se queixar. Da mesma que o anúncio, OFICIAL, de Petrônio Fausto como vice na chapa de Larissa Félix ganhou repercussão gigantesca, o anúncio da adesão de Zuila Pires ao grupo do Odir também está dando o que falar.
Agora fica a pergunta: E Wellinton Pires, onde ficará nesta história? Levará em frente sua possível pré-candidatura ou desistirá para apoiar alguém? Algumas especulações já estão sendo levantadas na cidade sobre o destino do empresário, mas isto ficará para uma próxima “reflexão”. Entramos em contato com o empresário para saber se ele pretende levar a frente sua possível pré-candidatura, depois da adesão de Zuila Pires ao grupo de Odir Borges, mas não obtivemos resposta. (com catingueiraonline)

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Senado retira educação de PEC sobre despesas de estados e municípios...

O Senado retira educação de proposta que permite aos estados, o Distrito Federal e os municípios aplicarem em outras despesas parte dos recursos hoje atrelados a áreas específicas. O substitutivo à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 143/2015 foi aprovado em primeiro turno no plenário da Casa no dia 13. Entidades ligadas ao setor dizem que a retirada é positiva e pressionam para que o texto não seja novamente modificado.
Atualmente o Distrito Federal, os estados e municípios devem destinar parte do que arrecadam às áreas como saúde, educação, tecnologia e pesquisa, entre outras. A PEC143/2015 define que 25% do total dessa destinação obrigatória poderão ser aplicadas em outras áreas. A proposta no entanto, diz que os recursos vinculados ao chamado salário educação e as despesas com manutenção e desenvolvimento do ensino são desconsiderados. A proposta é uma espécie de desvinculação das receitas da União (DRU) para estados e municípios. 
“Se hoje, com os recursos disponíveis, nenhum estado e município universalizou a educação, imagina com menos recursos”, diz o coordenador da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Daniel Cara. “Fizemos uma pressão contrária e educação foi poupada, por enquanto. Há outras propostas em jogo [que pretendem incluir educação na desvinculação]”, acrescenta. A PEC apresentada inicialmente pelo senador Dalirio Beber (PSDB-SC) era mais ampla e incluía o setor educativo. O substitutivo do senador Romero Jucá (PMDB -RR), cria a exceção.
A Constituição Federal estabelece que os estados e municípios destinem pelo menos 25% do que arrecadam em educação. De acordo com dados disponíveis no site do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), em 2014, últimos consolidados, o Rio Grande do Norte e Tocantins e sete municípios não conseguiram cumprir o investimento mínimo obrigatório em educação.
Diante de um cenário de escassez de recursos, secretários municipais de Educação defendem a vinculação obrigatória de recursos. “A Undime [ União Nacional dos Dirigentes Municipais] não poderia concordar com qualquer projeto de lei que venha comprometer ou reduzir os recursos vinculados para educação, conforme determinado em nossa Constituição, pela luta histórica que os mesmos representam, bem como pela garantia da estabilidade financeira que os mesmos proporcionam na implementação das políticas públicas educacionais”, diz o presidente da União Undime, Alessio Costa Lima.

Outras áreas

Apesar de educação de ter sido poupada, outras áreas como a saúde ainda constam na PEC. A questão gera preocupação. “A PEC deve comprometer muito os recursos da saúde e reduzir o valor efetivamente aplicado na saúde”, diz a assessora técnica do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Blenda Leite.   
Jucá justifica no relatório aprovado na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado que a adoção de limites mínimos para a execução de despesas com educação e saúde sem levar em conta a demografia e o grau de desenvolvimento regional e local "leva a dois problemas: diminuição não desejável de outras despesas e/ou incentivo ao mau uso dos escassos recursos públicos”.
O senador defende: "As regras para a execução dos gastos sociais deveriam ser mais relaxadas parcialmente, pois as demandas da população não são estáticas". De acordo com a Agência Senado, A PEC 143/2015 pode ser votada em segundo turno em Plenário nesta terça-feira (26). 

domingo, 24 de abril de 2016

Conjuntura une Maranhão e Cássio para retomar Acordão dos anos 1980/2000...

Os senadores José Maranhão e Cássio Cunha Lima se servem da conjuntura na qual eles têm mesma posição a favor do Impeachment da presidenta Dilma Rousseff para aprofundar o acordo de convivência entre eles celebrando um Acordão nas eleições para Prefeito de João Pessoa e em outros municípios, como também a candidatura de Maranhão ao governo tendo o empresário Ronaldinho Cunha Lima como vice, ainda abrigando Raimundo Lira na disputa do Senado. Os dois lideres não confirmam, mas não desmentem o que dizem muitos de seus assessores e liderados no Estado.

Esta é a síntese da analise, do Blog de Walter Santos mostrando que assim eles retomam a convivência quando estavam todos no PMDB nos anos 80 até 2000.

Eis a integra:

Conjuntura leva Maranhão e Cássio a retomar
Aliança histórica do PMDB dos anos 80/2000


A cena política da Paraíba começa a conviver na prática, desde o fatídico processo de abertura do Impeachment da presidenta Dilma Rousseff, com a reconstrução de uma Acordão em face do significado dos atuais projetos liderados pelos senadores José Maranhão e Cássio Cunha visando selar em 2016/2018 a aliança anterior dos 1980 até 2000 quando todos os dois lideres, partidos e liderados estavam juntos no PMDB.

Trinta e seis anos depois, a outrora inimizade mortal entre as famílias Cunha Lima e Targino Maranhão passa a ser superada pelos maiores representantes dos dois núcleos permitindo que, em 2016, o PMDB e PSDB se aliem em João Pessoa em torno da pré-candidatura do deputado federal Manoel Junior, da mesma forma que já celebrem caminhos para apoiar em 2018 chapa ao Governo do Estado liderada pelo senador José Maranhão tendo o empresário Ronaldinho Cunha Lima como candidato a vice.

Para o Senado, fechando o firo, vão estar no mesmo palanque os atuais senadores Cássio Cunha Lima e Raimundo Lira. Guardadas as proporções, lembra a campanha de 1986, onde os candidatos eram Humberto Lucena e Raimundo Lira.

A LÓGICA TRADICIONAL VS NOVOS TEMPOS

Não dá para ignorar a força da junção política entre os dois partidos e lideres. Sem dúvidas nenhuma, passam a ter referência no somatório de forças em todas as regiões e municípios do Estado.

Neste contexto, contudo, a soma na forma posta exclui nomes importantes do processo, como é o caso do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo – este ávido por construir sua reeleição e pensar na possibilidade de candidatura ao governo em 2018.

O esquemão alija também do processo o ex-senador Wilson Santiago, portanto, vai enfrentar turbulências.

PERFIL CONSERVADOR

Pelo nível dos lideres conhecidos, o Acordão restabelece uma lógica político – ideológico conservadora devendo se contrapor e enfrentar as muitas conquistas trabalhistas e sociais que fizeram o Brasil, em particular a Paraíba, a melhor o nível de sobrevivência das pessoas.

Ainda pelo tom do que reverbera a hipótese de Governo Michel Temer, muitas das conquistas sociais vão estar no alvo e na possibilidade de recuos diante do compromisso do PMDB e do PSDB com a agenda privaticionista.

E isto implica em conviver com conflitos.

CONTRA-PONTO

Todos vão disputar o futuro do Poder no Estado contra o governador Ricardo Coutinho – nos últimos tempos consolidado como único grande Lider de espectro ideológico progressista devendo reunir todo esse campo socialista em torno dele.

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Numa escolha acertada, prefeito Audiberg Alves nomeia o Dr. Ramon Lopes Ferreira como novo Procurador-Geral do município de Itaporanga

Dr. Carlinhos e o filho Dr. Ramon, durante entrevista....
O município de Itaporanga tem um novo Procurador-Geral. Trata-se do Dr. Ramon Lopes Dias Ferreira que foi nomeado quarta-feira (20) pelo prefeito Audiberg Alves (PSB), através da Portaria Nº 613/2016, publicada na edição desta sexta-feira (22) do Diário Oficial, para compor sua equipe de auxiliares diretos.
Uma escolha acertada dada a capacidade técnica e de articulação, que é a base para a formação de um bom profissional. Em verdade, mesmo jovem, Dr. Ramon demonstra um sólido conhecimento do Direito, que vem do berço. Está no sangue, como se diz no nosso Sertão. Sem esquecermos de que há muitas coisas a avaliar no profissional: sua capacidade de aprender, seu poder de disciplina, a capacidade dentro da especialização escolhida, o jogo de cintura e mais e mais habilidades.
Dr. Ramon tem essas qualidades de sobra. Ele é filho do casal de amigos Josinalva Lopes e do também advogado Dr. Carlos Alberto Ferreira, popularmente conhecido como Dr. Carlinhos bastante querido na cidade. Que exerceu o cargo de vereador no final da década de 1980, inclusive, sendo signatário da produção da Lei Orgânica do Município.

quinta-feira, 21 de abril de 2016

TJPB aprova resolução que disciplinará a expansão das Audiências de Custódias em todo o Estado

Foi aprovada, por unanimidade, a resolução que regulamentará a expansão das Audiências de Custódia em todo o Estado da Paraíba. A decisão foi tomada na tarde desta quarta-feira (20), em sessão do Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba.
O desembargador Carlos Martins Beltrão, gestor do projeto, explicou que o sistema tem agilizado os processos na comarca de João Pessoa, onde funciona desde agosto do ano passado. O objetivo agora é expandir para outras regiões do Estado, garantindo o cumprimento da resolução do Conselho Nacional de Justiça nº 213/2015, que determina a implantação de audiências de custódia por todos os Tribunais do país até o dia 29 de abril de 2016.
Ainda segundo o desembargador Carlos, esse sistema não prejudica o processo de julgamento: “O juiz apenas antecipa sua decisão. O que antes demorava um mês para ser julgado, agora terá que ser feito no prazo de 24h”, ressaltou o magistrado.
Por enquanto, na comarca de Campina Grande, as audiências serão realizadas por juízes auxiliares, assessores e servidores em caráter de plantão. Na comarca da Capital já está sendo analisada a implantação de servidores e magistrados para trabalharem em caráter permanente. Nas demais comarcas, ficará por responsabilidade do juiz competente por distribuição a realização das audiências.

Audiência de Custódia

A Resolução 213/2015 determina que toda pessoa presa em flagrante delito, independente a motivação ou natureza do ato, seja apresentada ao juiz competente em até 24h da comunicação do flagrante. Assim, o juiz examinará a legalidade da prisão e decidirá se manterá ou não o acusado preso.

Por ser o mais velho no Senado, José Maranhão tem vaga garantida na comissão do impeachment...

Após a eleição da comissão do impeachment no Senado, caberá ao senador mais velho convocar os colegas para a sessão que vai instalar e eleger o presidente e o relator.
O mais velho da Casa é José Maranhão, do PMDB da Paraíba, que nasceu em 1933.
A idade é um dos trunfos do senador, que é favorável ao impeachment, para ocupar uma das vagas no colegiado.
Os outros dois senadores paraibanos também irão compor a comissão: Raimundo Lira, como presidente, e Cássio Cunha Lima.

AIJE da PBPrev – Procurador eleitoral dá parecer favorável à cassação de RC

RICARDO-2
O procurador regional eleitoral, João Bernardo da Silva, deu parecer favorável à cassação do mandato do  governador Ricardo Coutinho e da vice Lígia Feliciano em Ação de Investigação Judicial Eleitoral movida pela Coligação A Vontade do Povo, que teve o senador Cássio Cunha Lima como candidato a governador.  Essa AIJE trata da utilização abusiva de mecanismos de captação de votos mediante pagamento de retroativos de benefícios previdenciários pela PBPrev.
Em seu despacho, o procurador pede cassação dos mandatos de Ricardo Coutinho e Lígia Feliciano e a condenação e inelegibilidade de Ricardo e Severino Ramalho Leite, então presidente da PBPrev, por “abusos de poder político com viés econômico comprovados nos autos”
A investigação eleitoral revelou que o governador Ricardo Coutinho promoveu em ano eleitoral, e às vésperas da eleição, uma verdadeira “farra” com a coisa pública concedendo e pagando benefícios previdenciários de forma abusiva e sem precedentes na história, inclusive, contrariando orientação da Controladoria Geral do Estado, explica o advogado Harrisson Targino.
A ação aponta que nos dias 3 e 4 de outubro de 2014, véspera das eleições, foram deferidos e publicados 205 processos de pagamentos alcançando o montante de R$ 2.754.953,99 (Dois milhões, setecentos e cinqüenta e quatro mil, novecentos e cinqüenta e três reais e noventa e nove centavos).
Após o resultado do primeiro turno das eleições os deferimentos foram intensificados. Os Diários Oficiais dos dias 08, 10, 12, 14, 15, 16, 17, 18 e 22 de outubro saíram recheados de benesses. “O escandaloso uso eleitoral pode ser verificado na diferença de processos liberados entre um ano e outro. Em 2013 foram 163 processos liberados. Enquanto em 2014 foram 1.658. O aumento foi de mais de 1000%. No total os gastos foram de R$ 7.298.065,90 (sete milhões, duzentos e noventa e oito mil, sessenta e cinco reais e noventa centavos)”, calcula o advogado.

A ordem dos fatos –
O processo mostra que a Controladoria Geral do Estado constatou diversas irregularidades na concessão de pagamentos de benefícios durante inspeções ocorridas em 2013, relativas aos procedimentos administrativos das despesas para pagamentos de retroativos resultantes de diferenças de pensões e de proventos.
Segundo o relatório da Controladoria Geral do Estado não existia normatização para os procedimentos de pagamentos dos processos, não havia critérios para observância da ordem cronológica nem justificativa pra sua ausência. Diz ainda que foram verificados processos movimentados, concluídos e pagos sem obedecer a ordem cronológica.
De acordo com o advogado, depois de realizar auditoria na PBPrev, a Controladoria deterrninou uma série de providências, entre elas, a normatização de documentos para cada tipo de processo, definição de critérios para análise e instituição de um plano de ação.
Consta na ação que em reunião do Conselho de Administração da PBPrev, ficou determinado que não fosse efetuado qualquer pagamento de retroativo até que o próprio Conselho aprovasse resolução com as recomendações feitas pela Controladoria Geral do Estado.
Mas em agosto de 2014, o presidente da PBPrev foi substituído por Severino Ramalho Leite, que no dia 1º de setembro, “contrariando a recomendação da CGE começou a liberar os processos represados com absurda celeridade”, afirma Targino. Em 10 de setembro, a menos de um mês das eleições começaram a pagar os primeiros processos de diferentes valores de aposentadorias e pensões. Até o dia 24 de setembro foram várias as liberações publicadas no Diário Oficial do Estado.
“Para tentar afastar o caráter eleitoreiro da conduta, o governador alega através de sua defesa que os pagamentos continuaram a ser feitos em 2015, ocorre que tais benefícios liberados no ano seguinte da eleição são referentes aos processos deferidos em período anterior ao primeiro e ao segundo turno das eleições”, afirmou Targino.
Somente em 5 de novembro de 2014, 10 dias após o segundo turno das eleições, e coincidentemente ao protocolo da AIJE da PBPrev é que aconteceu a reunião deliberativa do Conselho de administração onde seriam decididas as normas e critérios para definir os pagamentos retroativos dos benefícios previdenciários, o que para o advogado não passou de uma farsa para justificar os atos criminosos.
Os pagamentos dos retroativos foram feitos também em folha, de modo que aposentados e pensionistas receberam junto com o benefício e, dois dias antes da eleição, pois estranhamente o governador antecipou o pagamento da folha, conclui Harrisson.

PM intensifica abordagem em Conceição e apreende oito veículos irregulares

Policiais Militares da 2ª Companhia, sob o comando do Tenente Luciano, estão intensificando as abordagens a pessoas e veículos na cidade de Conceição e região, durante todo o dia dessa quarta-feira (20), as equipes policiais da Força Tática, ROTAM, Rádio Patrulha e Trânsito, atuaram incisivamente no combate a criminalidade.
Mais de 70 pessoas foram abordadas, e com o apoio dos agentes de trânsito, 12 veículos foram notificados e outros 8 foram apreendidos por apresentarem pendências administrativas, ninguém foi preso. A operação faz parte das metas traçadas pelo comando do 13º Batalhão para combater a criminalidade no Vale do Piancó.
Conforme o major guedes, comandante da Unidade, "o objetivo é acentuar a fiscalização no fluxo veicular, coibindo irregularidades e prevenindo acidentes, além de apreender armas e drogas". Já o Tenente Luciano, informou que "as ações de fiscalização de trânsito, fazem parte do planejamento estratégico e operacional da companhia, e irão se estender as demais cidades de sua jurisdição".