Em respeito à justiça eleitoral os comentários estão temporariamente desativados.

sábado, 25 de outubro de 2014

Funcionários público denunciam no Ministério Público perseguição praticada pelo prefeito de Piancó, por não votar em RC...

Mesmo com a proximidade do 2º turno das Eleições 2014, o prefeito de Piancó Sales Lima (DEM) continua com as práticas de perseguição a funcionários públicos efetivos municipais (e até estaduais) que não acompanham o seu projeto político. Grande parte desses funcionários tiveram seus salários zerados e outros receberam seus vencimentos com descontos inexplicáveis.
Como se já não bastasse o fato de os salários estarem atrasados em quase dois meses, o gestor piancoense realizou o pagamento nesta sexta-feira, 24 de outubro, apenas de parte dos funcionários da prefeitura, deixando de fora pessoas como Neguinha Tomaz (PSB), ex-candidata a prefeita nas eleições de 2012, Carlinhos Marinheiro, irmão do vereador Neguinho Marinheiro (PSD), e Edney Cabral Barbosa, filho da vereadora Pêta Barbosa (PSB), dentre muitas outras dezenas de funcionários concursados da prefeitura. Todos são integrantes do grupo político que apoia a candidatura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) ao governo do estado.
Já o prefeito apoia a reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB), que também patrocinou episódios de perseguição a funcionários públicos estaduais do Hospital Regional Wenceslau Lopes de Piancó, que receberam ameaças de demissão e, posteriormente, tiveram seus salários zerados por não compactuarem com a cartilha do prefeito Sales Lima e do governador Ricardo Coutinho.
Alguns destes funcionários protocolaram denúncia no Ministério Público e esperam que providências sejam tomadas no sentido de resolver esse problema, que já tem se tornado corriqueiro na prefeitura municipal de Piancó desde o ano passado.

As duas últimas pesquisas para governador serão divulgadas neste sábado

pesquisas
As duas últimas pesquisas para a disputa ao governo do Estado serão divulgadas neste sábado (25) pela TV Cabo Branco e Jornal da Paraíba. Como o instituto 6sigma foi “convencido” por forças ocultas a não divulgar seus números, as pesquisas Ipespe e Ibope deverão ser as últimas da eleição de 2014. Neste segundo turno, a primeira pesquisa Ipespe do 1° turno trouxe o senador Cássio Cunha Lima com 53% dos votos válidos. Ricardo Coutinho apareceu com 47%. Já a do Ibope deu Ricardo 53% enquanto Cássio teve 47%. Inverteram a posição dos candidatos.

Deputado estadual eleito Ricardo Barbosa reconhece situação difícil de RC e revela que Cássio deve vencer as eleições com 2% de maioria...

Em conversa mantida através de celular [WhatsApp] o deputado estadual eleito Ricardo Barbosa (PSB) reconhece que a situação do governador Ricardo Coutinho (PSB) não está boa nesta reta final de segundo turno e revela que estavam esperando "remessa" que ainda não havia chegado. Ele conversava com um aliado político.
De acordo com o deputado, que foi um dos secretários mais íntimos do governador, os números interno do esquema do governo mostram que o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) deve vencer as eleições deste domingo (26) com cerca de 2% de maioria. 

Grupo aposta tarde de sexo e dinheiro baseado no resultado da disputa entre Cássio e Ricardo...

Um grupo de jovens fez uma aposta inusitada em Guarabira. Defensores de candidaturas opostas ao governo do estado, eles escolheram um representante de cada lado para entrar na disputa que terá como prêmio ‘sexo ou dinheiro’.
Formado por 10 universitário, eles selecionaram um homem e uma mulher para a aposta. O jovem acredita na reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB) e, caso isso aconteça, ele vai ganhar a tarde de sexo com a garota. A universitária, que defende a eleição de Cássio Cunha Lima (PSDB), receberá uma quantia em dinheiro, caso seu palpite seja o correto.
‘Se der sexo’, eles marcaram o encontro para acontecer em um motel de João Pessoa, na tarde da próxima segunda-feira (28), onde será produzido um vídeo, sem indicar os personagens. Os demais vão assistir a ‘premiação’.

Deputado Manoel Júnior bota fervendo em Veneziano: "Quem tem mede de verdade que bote o rabo entre as pernas. Eu não me vendi e não me vendo a governador nenhum".

O deputado federal reeleito, Manoel Júnior (PMDB), reagiu, nesta sexta-feira (24), às acusações de que ele teria ajudado a detonar a candidatura de Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) ao Governo do Estado nas eleições 2014. Em entrevista a Rádio Arapuan FM, o parlamentar disse quem, se alguém ajudou retirar a candidatura do deputado federal eleito, foi o próprio irmão, o senador Vital do Rêgo (PMDB), que disputou o Governo da Paraíba.
“Dizer que nós detonamos a candidatura de Veneziano, se alguém detonou foi o próprio irmão, não fui eu. Ele é que assumiu a condição de candidato. Se alguém traiu, deve ter sido lá em Campina Grande onde um teve 67 mil votos e o outro teve 17”, disparou Manoel Júnior. Após criticar ferozmente Ricardo Coutinho, Veneziano acabou apoiando o governador neste segundo turno.
Ainda durante a entrevista, Manoel Júnior também respondeu a perguntas sobre a aliança do PMDB com o PSB do governador e candidato a reeleição, Ricardo Coutinho (PSB). Manoel Júnior disse que todos aqueles que estão apoiando o socialista precisam explicar a população os motivos do apoio.
“Quem tem medo de verdade que bote o rabo entre as pernas. Eu não me vendi e não me vendo a governador nenhum. Não tem dinheiro, não tem poder econômico e facilitação”, disse Manoel Júnior garantindo que não consegue entender como o partido agora consegue subir em um palanque e negar tudo que disse contra a gestão.

Pedro Ruffo, que teve quase 5 mil votos pra deputado estadual, anuncia adesão ao senador Cássio nesta véspera de segundo turno...

Candidato a deputado estadual nas eleições deste ano, tendo obtido 4.810 votos,  no último dia 5, Pedro Ruffo (PMN) anunciou sua decisão de apoiar o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) neste segundo turno. Contador e professor universitário, Pedro Ruffo já foi secretário de Administração do Conde e teve forte atuação no litoral sul ao longo de sua campanha.
Para  Ruffo, diante das duas alternativas postas neste segundo turno, Cássio se apresenta como o que reúne melhores condições para governar o Estado de forma equilibrada, com espaço para o diálogo e perspectiva de grandes realizações, como projetos estruturantes, ou mesmo uma elevação na qualidade da prestação dos serviços públicos.
Recentemente, Pedro Ruffo esteve com o candidato a vice-governador na chapa de Cássio, deputado federal Ruy Carneiro (PSDB) e reafirmou sua disposição de trabalho pela vitória dos tucanos neste segundo turno.

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

ISTOÉ/Sensus mostra que Aécio Neves chega à reta final da campanha com 54,6% das intenções de voto, enquanto Dilma Rousseff soma 45,4%

14983235364_cd8a5e56b2_o.jpg
Pesquisa ISTOÉ/Sensus realizada a partir da terça-feira (21) reafirma a liderança do senador Aécio Neves (PSDB) sobre a petista Dilma Rousseff (PT) nesta reta final da disputa pela sucessão presidencial. Segundo o levantamento que entrevistou 2 mil eleitores de 24 Estados, o tucano soma 54,6% dos votos válidos, contra 45,4% obtidos pela presidenta Dilma Rousseff. Uma diferença de 9,2 pontos, o que equivale a aproximadamente 12,8 milhões de votos. 
A pesquisa também constatou que a dois dias das eleições 11,9% do eleitorado ainda não decidiu em quem votar. “Como no primeiro turno, deverá haver uma grande movimentação do eleitor no próprio dia da votação”, afirma Ricardo Guedes, diretor do Instituto Sensus. Se for considerado o número total de votos, a pesquisa indica que Aécio conta com o apoio de 48,1% do eleitorado e a candidata do PT 40%. Aécio Neves seria eleito presidente do Brasil se a eleição fosse hoje, afirma Sensus.

Polícia divulga foto da Hilux encontrada abandonada em Ibiara...

Uma camionete Hilux, de cor prata e placa IAG 4689-São Mamede, que teria sido furtada na cidade de Patos, nesta quinta-feira (23), foi encontrada abandonada nas proximidades do Povoado Várzea Redonda, no município de Ibiara. De acordo com informações da 2ª Companhia de Polícia Militar, da cidade de Conceição, um popular fez a solicitação de uma viatura, informando que o veículo se encontrava abandonado no local.
De imediato uma guarnição da PM foi até o povo e ao fazer a verificação da placa, localizou e informou ao proprietário da Hilux, que compareceu ao local para reconhecimento. Em seguida, ele foi até a Delegacia de Polícia Civil da cidade de Conceição, para fazer todos os procedimentos de praxe e recuperar seu veículo de volta. (com Gilberto Angelo/Portal VPN)

Cássio expõe lado corrupto da gestão RC; “Este governo funciona como o sujeito que bate a carteira e sai gritando: Pega ladrão! Pega ladrão!”

Durante sua participação no debate promovido pelas TVs Cabo Branco e Paraíba, na noite desta quinta-feira, 23, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) abordou a questão da corrupção no atual governo. "Este governo funciona como aquele sujeito que bate a carteira e sai gritando: Pega ladrão! Pega ladrão!”, atacou o tucano, pouco antes de se reportar a um dos mais graves episódios que foram alvos de denúncias na atual campanha.
Segundo o tucano, questões como o famoso “inquérito do propinoduto” – que trata do envolvimento direto de casos de propina do irmão do governador (Coriolano Coutinho) e secretários de Estado – precisam, sim, ser debatidos, pela gravidade do fato. Segundo tinha afirmado Ricardo Coutinho ao longo do primeiro turno, ele tinha encaminhado o documento ao Ministério Público, mas a instituição desmentiu o procedimento, no início desta semana.
Cássio lamentou que, a exemplo desse episódio, existam tantos outros fatos nebulosos na atual gestão, envolvendo compras suspeitas, licitações irregulares e um sistêmico processo de deterioração dos procedimentos administrativos à luz da ética e da licitude.
Nesse sentido, Cássio disse que vai primar por um governo que dialogue, que respeite, que não tenha exatamente a postura que o governador Ricardo Coutinho teve ao longo da trajetória política dele. “De um oportunista; de um governo eivado de críticas, de corrupção, de malversação do dinheiro público e de inquéritos policiais que sumiram”.
Aproveitando a oportunidade, Cássio anunciou novamente sistema de transparência Dados Abertos, que pretende implantar para o cidadão acompanhar a movimentação financeira do Estado, para evitar que o governo seja envolvido em escândalos, como acontece atualmente.
O Programa Dados Abertos vai permitir ao cidadão o acompanhamento em tempo real sobre os procedimentos administrativos relativos à geração de receita e a aplicação de recursos por parte do Governo do Estado.

Jornal de Brasília revela denúncia de ex-funcionária da Granja Santana quanto a existência de "caixas de dinheiro no quarto do governador".

O colunista Mino pedroso publicou uma nota pra lá de comprometedora, envolvendo o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho,  em sua coluna no Jornal de Brasília.

Uma babá e vários segredos
Uma história pra lá de rocambolesca acaba de vir à tona na Paraíba e tem potencial explosivo para abalar os alicerces paraibanos. A babá do filho caçula do governador Ricardo Coutinho, Janaina Alexandre Alves, pediu demissão, mas levou consigo segredos que agora são revelados devido à perseguição que passou a ser rotina após abandonar o trabalho. Janaina revela: "Um certo dia, estávamos eu, a primeira-dama, Osmilda (assessora) e a governanta dona Nena procurando umas lembranças de casamento dela. Daí, ela disse 'Jana, suba nesse tamborete e tire essa caixa aí pra mim olhar o que é'. Quando a gente abriu a caixa, tinha muito dinheiro, que ninguém sabia a quantia de dinheiro que tinha. A gente ficou abismada. Imediatamente a primeira-dama Pamela ficou nervosa, fechou e guardou a caixa. Quando ela foi avisar o governador Ricardo Coutinho, ele ficou nervoso e irritado". "Caixa de dinheiro lá era ao léu. Um certo dia, uma outra caixa em outro quarto, me mandaram pegar (...) 3 mil reais, e entregar para o ajudante de ordens, Capitão Anderson. Eu não sei para que era esse dinheiro. Tinha caixa de diversos tamanhos". Pelo visto, Ricardo Coutinho tem muito a falar até domingo. Leia: http://www.jornaldebrasilia.com.br/coluna/noticias/292/isso-e-mino-pedrosa/

TCE suspende pagamento de R$ 10,5 milhões, às véspera da eleição, que segundo o governo seria para compra de material escolar, sem licitação...

sanny
O Tribunal de Contas do Estado (TCE) concedeu uma liminar suspendendo o pagamento do governo da Paraíba para a Editora Grafset no valor de R$ 10,5 milhões. A ação foi impetrada pela Associação dos Procuradores do Estado (Aspas) que estranhou a compra de material escolar, nesse valor, com dispensa de licitação, às vésperas do segundo turno das eleições, e principalmente por se tratar de um período em que o ano letivo já está praticamente se encerrando.
A presidente da Aspas, Sanny Japiassú (foto), explicou que o motivo da ação é para que se investigue se há irregularidades no processo de compra feito pelo governo do estado, que dispensou a licitação para adquirir o material escolar. “Nós queremos saber se há indícios de irregularidades, porque às vésperas das eleições o governo dispensa licitação para a compra de material nesse valor? Por isso, entramos com esse pedido de liminar que foi concedido nesta sexta-feira”, afirmou Sanny.

Juiz eleitoral indefere AIJE proposta pelo governador contra jornalistas e que pretendia tirar do ar programas de rádio, televisão, portais e blogs...

A menos de 72 horas da eleição desde domingo (26), o governador Ricardo Coutinho (PSB) sofreu uma derrota para a imprensa que imprensa. O candidato à reeleição acionou à Justiça Eleitoral para tirar programas de rádio, televisão, portais e blogs do ar por três dias. Seus advogados requereram, através de uma AIJE – Ação de Investigação Judicial Eleitoral – uma apuração contra jornalistas.
Pois bem. O juiz Tércio de Moura (foto), também corregedor regional eleitoral, em decisão monocrática julgou improcedente a ação do governador Ricardo Coutinho contra os jornalistas. Em seu despacho, o magistrado ressalta:  “Não vislumbro a fumaça do bom direito, que justifique a medida extrema pleiteada”, afirmou o magistrado.
Signatário da ação, o jurídico de RC impetrou Ação de Investigação Judicial contra vários jornalistas, além de empresários de comunicação e até políticos, sob alegação de estar sendo prejudicado eleitoralmente. Disse o juiz Tércio de Moura que ao magistrado, não caberia uma ação extremada de calar e Imprensa, num Estado democrático de direito.
“Em sede de liminar, não vislumbro a fumaça do bom direito, que justifique a medida extrema pleiteada pelos investigantes no sentido de determinar a suspensão dos veículos e meios de comunicação social apontados na exordial , principalmente, quando se trata de condutas que são veiculadas desde o mês de julho, ou seja, há quase quatro meses, e os investigantes não pleitearam qualquer direito de resposta, conforme lhes faculta a Lei.”, ressaltou o juiz.
Complementou, ainda, que “também não considero prudente acatar o pedido alternativo, no sentido de fixar multa antecipada aos jornalistas ou meios de comunicação, em nome da isonomia dos candidatos, porquanto significaria, ainda que de forma indireta, pautar uma atividade que, pela sua própria natureza deve ser livre, notadamente num estado intitulado pela ‘Constituição-Cidadã’ de Estado Democrático de Direito.”
O governador pretendia processar Cássio Cunha Lima, Ruy Carneiro, Pedro Cunha Lima, Ricardo Marcelo, José Maria Andrade, Jurandir Miranda, Paulo Roberto Gomes Andrade, Guilherme Lima, Angélica Lúcio, Maurício Melo, Aline Lins, Verônica Guerra, Hélder Moura, Rubens Nóbrega, Marcone Ferreira, Dércio Alcântara e Alan Kardec Borges de Souza.

Presidente do TRE avisa que eleição na Paraíba seguirá o horário local

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, desembargador Saulo Henriques de Sá e Benevides, lembra aos eleitores paraibanos que o horário de votação no segundo turno das eleições, que acontecerá no próximo domingo (26), será das 8 às 17 horas do horário local, uma vez que o Estado não adota o horário de verão.
O desembargador ressalta também a importância do eleitor se dirigir à sua seção eleitoral portando um documento com foto. “Embora nos municípios onde a votação é feita com biometria o eleitor possa ser identificado apenas pela digital, nós recomendamos que leve um documento com foto para no caso de por alguma razão a identificação biométrica não se efetivar ele está preparado para se identificar através do documento e votar assinando o caderno de votação”, explicou.
De acordo com Resolução do Tribunal Superior Eleitoral, os mesários devem efetuar oito tentativas de captar a digital do eleitor, caso não seja possível, a urna deve ser liberada para o voto com identificação através de documento com foto e assinatura. Algumas pessoas têm as digitais desgastadas pelo uso de produtos químicos, pela idade ou trabalhos manuais pesados como o corte da cana de açúcar.
O Tribunal Regional Eleitoral recomenda também que os eleitores evitem o uso de hidratantes, cremes ou óleos nas mãos antes de votar pois isso pode interferir na leitura das digitais e evitar a identificação. Com esse cuidado todos estarão contribuirão para que a votação seja mais rápida.

Últimos capítulos da eleição na Paraíba...

A poucas horas dos paraibanos decidirem quem governará o Estados pelos próximos quatro anos, o fim de semana decisivo chega com alta carga de tensão.
Abstraindo o fogo mortal que toma conta de mentes e corações das duas campanhas na Paraíba, pode-se concluir que nada de novo deverá mais surgir com efeito-bomba para sacudir o atual quadro eleitoral até o próximo domingo, dia 26 de outubro.
Estardalhaços para noticiar que um blogueiro foi flagrado com exemplares de um jornal em seu carro. Um vídeo de um ex-prefeito supostamente embriagado fazendo gozação com o seu adversário, que teria dado um calote num fornecedor. Eis as derradeiras "bombas" dos últimos episódios da novela que foi esta campanha governamental, onde qualquer ponto fora da curva se tornou pretexto para o "sensacionalismo".
Quem esquecerá o inenarrável "trote dos cabelos"... que findou esta semana em arquivamento pelo Tribunal Superior Eleitoral. Como se vê, a montanha pariu um rato. Típico da política paraibana.
Quanto ao último debate da Globo/Paraíba: pouco acrescentou na disputa, como já era de se esperar, foi quase um repeteco do conteúdo do anterior. No final das contas, mais do mesmo. A guerra agora se dará apenas no corpo-a-corpo com os eleitores. 
No "bunker" de Ricardo Coutinho, a estratégia é reverter o quadro em várias cidades entre 10 e 25 mil eleitores que deram vitória a Cássio Cunha Lima no 1º turno, entre as quais: Sapé, Pombal, Queimadas, Catolé do Rocha, Esperança, Alagoa Grande, Itabaiana, Areia, Mari, Araruna, Picuí, Aroeiras, São José de Piranhas, São João do Rio do Peixe, Pocinhos, entre outras. Se não der para virar, pelo menos reduzir a contento.
No "bunker" de Cássio Cunha Lima, seus operadores trabalham com a certeza de uma significativa redução da diferença nos considerados grandes colégios eleitorais, a exemplo de Bayeux, Santa Rita, Patos, Sousa e Cajazeiras, que deram elevadas maiorias a Ricardo Coutinho no 1º turno. Alegam que enquanto a estrutura do governo se concentrou forte nesses municípios, os apoiadores da oposição estavam focados nas eleições para a Assembléia e Câmara.
A disputa nos dois maiores centros, João Pessoa e Campina Grande, ganhou novos contornos de emoção com a incorporação de Cícero Lucena na campanha de Cássio, como também de José Maranhão e dos irmãos Vital do Rêgo na campanha de Ricardo.
O resultado na Rainha da Borborema e na Capital, territórios estudados palmo a palmo, serão determinantes para a consolidação do vitorioso. 
E haja acirramento até a apuração do último voto! (com Ítalo Kubitschek)

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Matéria para impeachment: Responsável por lavar R$ 10 bilhões Youssef revela que Lula e Dilma sabiam do esquema de corrupção na Petrobrás...

Em reportagem de capa, a revista Veja informa a menos de 72 horas da eleição presidencial: “O doleiro Alberto Youssef, caixa do esquema de corrupção na Petrobras, revelou à Polícia Federal e ao Ministério Público, na terça-feira, que Lula e Dilma Rousseff tinham conhecimento das tenebrosas transações na estatal.”
Acusado de lavar algo como R$ 10 bilhões em verbas de má origem, Youssef foi preso em março. Depõe como delator desde 29 de setembro. De acordo com o relato do repórter Robson Bonin, o doleiro está bem mais magro, exibe um rosto pálido, raspou o cabelo e livrou-se da barba. Habituado às sombras, ele agora rompe o silêncio com desassombro.
A alturas tantas, Youssef soou peremptório: “O Planalto sabia de tudo.” O delegado federal que o inquiria quis saber: “Mas quem no Planalto?” E o delator: “Lula e Dilma.” Exposto no site da revista, o teor da capa de Veja veio à luz mais cedo. Normalmente, costuma ser divulgado nas noites de sábado. Por ora, o Planalto, o Instituto Lula e o PT não se manifestaram.

Berg Lima, que teve 11.775 votos para deputado estadual, anuncia apoio majoritário de sua base política ao senador Cássio...

Candidato a deputado estadual, eleito suplente em sua coligação, no primeiro turno, o servidor municipal Gutemberg Lima Davi, mais conhecido como Berg Lima (PTN), anunciou hoje que majoritariamente sua militância política decidiu apoiar neste 2º turno a candidatura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB).
Berg (foto) obteve 11.775 votos, dos quais expressiva maioria em sua principal base eleitoral a cidade de Bayeux onde consegui 9.048, sendo o mais votado por lá colocando uma maioria de 6 mil votos no segundo colocado. O anúncio do apoio de sua militância à Cássio foi feito pelo próprio Berg em texto publicado na sua página no Facebook.

Cássio e RC: “oportunista e mentiroso”, domina em debate da TV Globo

 
“Oportunista e mentiroso”, estes foram os adjetivos que os candidatos ao governo da Paraíba mais usaram durante confronto na noite desta quinta-feira (23). Cássio Cunha Lima (PSDB) e Ricardo Coutinho (PSB) participaram do debate realizado pela TV Cabo Branco.
Mútuas insinuações de corrupção foram usadas pelos candidatos. O momento mais tenso durante o debate foi guando Cássio disse que o irmão de Ricardo, Coriolando Coutinho, estava envolvido em diversos escândalos e Ricardo se revoltou, citando um “Olavinho” como aliado do tucano, classificando o suposto aliado de Cássio como “laranja”.
Educação, combate as drogas, Cagepa, demissões no governo, desenvolvimento industrial, Universidade Estadual da Paraíba e transposição do Rio São Francisco foram os temas abordados no confronto. Cássio prometeu criar centros de tratamentos para dependentes químicos e disse que fará parcerias com as igrejas evangélicas e católicas. 
Se comprometeu em retomar o ‘Boa Nova’, programa de saneamento, aumentar a transparência pública e a instalar um programa de monitoramento por vídeo nas cidades.

Vereadores de S. J. de Caiana podem cassar mandato de Ronildo Moura por quebra de decoro parlamentar em escandaloso caso de corrupção...

Com relação a esse escândalo envolvendo a Presidência da Câmara de São José de Caiana, na pessoa do vereador Ronildo Silva de Moura (PSB), pego em flagrante caso de corrupção, acredito que os parlamentares daquela casa, deveriam instaurar um procedimento disciplinar para aplicação de penalidades pela quebra de decoro parlamentar do Presidente, uma vez que as denúncias veiculadas na mídia são gravíssimas, somadas ao fato de nas eleições do 1º turno, o mesmo ser detido também por suspeita de compra de votos. Podendo até mesmo ter cassado seu mandato, por essas inescrupulosas práticas.
Condutas que andam em sentido contrário ao conceito de decoro por João Carlos Medeiros de Aragão (2007): "entre as diversas acepções, sobressai a unanimidade acerca da frequência da ideia de conduta aceitável, decência, comportamento honesto e condizente com a função legislativa exercida". Na oportunidade, não há decência alguma, e a defesa pela moralidade deve prevalecer a fim de se restabelecer a imagem daquela honrada Casa Legislativa, que detenho tanto apreço. (Alan Richers)

Rede Paraíba de Comunicação promove hoje último debate na TV entre o senador Cássio e o governador Ricardo...

Rede Paraíba de Comunicação promove último debate na TV
As TVs Cabo Branco e Paraíba, afiliadas à Rede Globo, vão promover na noite de hoje o último debate envolvendo os dois candidatos ao governo do Estado, Cássio Cunha Lima (PSDB) e Ricardo Coutinho (PSB). O confronto acontece, ao vivo, após a novela 'Império', e também será transmitido em tempo real pelo portal G1 Paraíba e pela rádio CBN João Pessoa. Como no encontro realizado no primeiro turno, o desta quinta será mediado pelo jornalista da Rede Globo, José Raimundo.
De acordo com a editora regional das TVs Cabo Branco e Paraíba, Tatiana Ramos, o debate será decisivo. "Numa campanha super acirrada como esta, o eleitor que ainda está indeciso terá a oportunidade de ver todas as emoções e sentimentos que os candidatos trazem nesta reta final e, principalmente, suas propostas", destacou.
Devido ao horário de verão, o confronto entre os candidatos será exibido mais cedo, a partir das 21h30. "Isso deve aumentar ainda mais o número de telespectadores, por ser um momento em que muitas pessoas estão reunidas diante da TV", acrescentou Tatiana. O The Voice Brasil vai ao ar logo em seguida. Já o programa Amor e Sexo não terá exibição.

TCE prepara “varredura” nas prefeituras para identificar os servidores temporários que devem ser demitidos em seguida

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) selou uma parceria com o Banco do Brasil para identificar os salários pagos a cada servidor contratado nas prefeituras paraibanas. O conselheiro Arnóbio Viana, que responde interinamente pela Presidência do TCE, recebeu representantes do banco para tratar questão relacionada ao pagamento de servidores contratados, em caráter temporário, por organismos públicos estaduais e municipais. 
No caso das Prefeituras, são valores que superam R$ 518 milhões de janeiro a agosto passados e pagos a pessoas cuja identificação o TCE ainda desconhece. Ele definiu o encontro com dirigentes regionais do BB como um chamamento à parceria em favor do controle e acompanhamento das contratações temporárias de agentes públicos.
Durante a conversa, os dirigentes tomaram conhecimento de minuta de resolução do TCE que determinará a gestores municipais e estaduais a abertura de conta bancária exclusiva de folhas de pagamento a todo e qualquer servidor temporário (Fopag-Temp). Para os fins da Resolução são considerados “temporários” aqueles servidores que mantenham vínculos precários com o Poder Público, ou seja, os contratados por excepcional interesse público ou identificados a títulos de “pro-tempore”, “codificado” e “prestador de serviço”.
Uma vez aberta a conta exclusiva para o pagamento dos temporários, os gestores deverão oferecer autorização para que o Banco do Brasil encaminhe ao Tribunal os extratos a ela referentes. E é aí onde o TCE vai pegar os prefeitos e determinar a demissão dessa turma. Visando coibir as contratações excessivas de temporários, o TCE vai baixar uma resolução para obrigar públicos a efetuarem os pagamentos aos servidores, com contrato por tempo determinado, através de uma conta vinculada ao Banco do Brasil.
Ele destacou que o tribunal tem “notado um aumento assustador de contratação por tempo determinado” e a medida irá gerar transparência no processo. Além da resolução, o conselheiro afirmou que o TCE irá “em 2015 fomentar a realização de concurso para substituir esses servidores”.
“Nós queremos que sejam abertas pelos gestores uma conta específica e os servidores que não sejam concursados, os efetivos que não sejam comissionados, ou os que não sejam estabilizados como determina a lei, só poderão receber seus vencimentos por essa conta do Banco do Brasil. Feito essa conta filtro o tribunal terá o domínio completo dos valores e pessoas que estão recebendo”, esclareceu.

TRE vai coibir carros de som com mensagens caluniosas contra Cássio

A coordenação Jurídica da coligação “A Vontade do Povo” ingressou com uma representação, junto à Corregedoria Geral do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), com uma grave denúncia. A comunicação dá conta de que está ocorrendo uma ação orquestrada, através de carros de som contratados, em vários municípios da Paraíba, para tentar comprometer a imagem política do senador Cássio Cunha Lima (PSDB).
De acordo com o advogado Harrison Targino, coordenador jurídico da Coligação, a ação é criminosa e deve ser imediatamente coibida e punida por parte da Justiça Eleitoral. “Através de mensagens levianas, mentirosas e totalmente improcedentes, eles tentam induzir as pessoas a acreditarem que nosso candidato Cássio vai cortar programas sociais e perseguir as pessoas”, lamenta Harrison.
A solicitação é de que a Corregedoria do TRE-PB comunique a todos os juízes eleitorais da Paraíba que fiquem atentos a esse tipo de ação orquestrada e acionem a força policial para que se registre o Boletim de Ocorrência e sejam adotadas as providências cabíveis contra esse tipo de crime.

Às vésperas do 2º turno, governo contrata mais de R$ 10 milhões em material escolar sem licitação...

Às vésperas do segundo turno das eleições, um contrato firmado entre o governo da Paraíba e a Editora Grafset chama a atenção pelo montante de recursos destinados para a compra de material escolar sem licitação. Isso no período em que o ano letivo já está prestes a ser encerrado.
Conforme publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), a administração estadual pode pagar, a partir de hoje, para a empresa contratada, o valor de R$ 10.588.921 milhões com um detalhe: a negociação e a parceria entre empresa e Poder Executivo não passou pela exigência da abertura de licitação, conforme previsto em lei.
Inicialmente, no dia 18, foi publicado no DOE um Termo de Ratificação de Inexigibilidade de Licitação sob o registro CGE de número 8215/2014 (documentos abaixo). No termo são feitas alterações, com base em parecer da Controladoria Geral do Estado, que permitem a Secretaria de Educação comprar o material escolar diretamente a empresa Grafset, sem que a contratação passe pela exigência da apreciação do menor preço, ou seja, da disputa entre contratados.
Quatro dias depois da publicação do termo (22/10), o Diário Oficial já trouxe o Extrato de Contrato (0188/2014) firmado entre o governo estadual e a Grafset. Significa que, na prática, o valor- mais de R$ 10,5 milhões – já pode ser pago. O contrato diz que o montante será para a “aquisição de material didático que contempla diversas temáticas para complementação do acervo escolar e uso dos estudantes das escolas da rede estadual de ensino”.
O Artigo 14 da Lei 8.666, que institui e regulamenta normas para licitações e contratos da administração pública diz que “nenhuma compra será feita sem a adequada caracterização de seu objeto e indicação dos recursos orçamentários para seu pagamento, sob pena de nulidade do ato e responsabilidade de quem lhe tiver dado causa”.
Confira o Diário do dia 18: Sec. Educ. PB X Grafset e o do dia 22: Contrato Grafset

Corrupção: Vereador de São José de Caiana Ronildo Moura recebeu mais de R$ 5 mil e ainda beneficiou 26 parentes com recursos do Empreender que foi usado no município em troca de voto pra Ricardo Coutinho.

Vivemos num país corrupto disso ninguém discorda, concomitantemente, vemos a impunidade prevalecer e se perpetuar diante daqueles que usurpam descaradamente as verbas públicas. Diante das várias brechas que reinam em nossa legislação, eles vão se protegendo, até porque são os políticos que legislam, essa é uma de suas funções e que nem sempre exercem com dignidade e ética.
Vejamos esse escandaloso caso de corrupção envolvendo um programa do Governo do Estado no município de São José de Caiana. Lá as operações do Empreender Paraíba foram articuladas pelo vereador Ronildo Silva de Moura (PSB), que é presidente da Câmara Municipal e se gaba de ser ligado ao governador Ricardo Coutinho (PSB). Casos de corrupção sistêmica afeta o programa que tem sido usado para caça votos para a reeleição do governador.
O município foi beneficiado com 45 contratos e 17 desses contratos foram destinados para o mesmo endereço: Rua Prefeito Natalício Lopes da Silva, s/n. Somente Ronildo (na foto fazendo sinal de positivo) recebeu R$ 5.102,04 mil do programa que ainda beneficiou 26 parantes seus: irmão, cunhada, primos e tios. Fabiana Costa da Silva, cunha do vereador, flagrada em vídeo, não esconde que os recursos do programa foi usado em troca de voto pro governador. Ela recebeu R$ 2.040,82 mil e seu marido, Romberg Lopes de Moura [irmão de Ronildo], recebeu R$ 3.091,22 mil. "Votamos em Ricardo Coutinho mais por conta dos empréstimos. Meu marido, que é irmão dele (Ronildo), conseguiu dois, um pro irmão e outro pro pai...", disse a cunhada do vereador.
A denúncia pegou de surpresa a população local que tem repudiado o caso. Como presidente da câmara, Ronildo recebe salário em dobro, entretanto, ele mora junto com a família em João Pessoa. Isso é uma vergonha!
Veja o vídeo abaixo: 
1.956 Visualizações.

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Cássio recebeu adesão do ex-prefeito Carlos Rafael, em Cajazeiras...

 
O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) recebeu na noite de ontem, durante caravana pelos municípios de Sousa e Cajazeiras, diversas adesões de lideranças políticas. O destaque vai para a adesão do ex-prefeito de Cajazeiras, Carlos Rafael (PMDB) que foi candidato a deputado no primeiro turno das eleições. 
A adesão de Carlos Rafael foi articulada pelo suplente de senador Deca do Atacadão (PSDB). Cajazeiras  realizou um dos maiores comícios de sua história política. “Venho aqui para agradecer o apoio recebido no primeiro turno. Vencemos o primeiro e vamos vencer o segundo para acabar com a perseguição na Paraíba”, disse Cássio.
Prefeitos, lideranças políticas, ex-prefeitos de toda a região de Cajazeiras foram levar seu apoio ao senador Cássio. “Vim aqui anunciar meu apoio ao senador Cássio, porque a Paraíba não aguenta mais tanta perseguição ao seu povo”, disse Carlos Rafael.

Coligação de Ricardo promove hoje mais uma edição da Girassoca...

Já a coligação 'A Força do Trabalho' promove na noite desta quarta-feira (22) mais uma edição da chamada Girassoca, ato tradicional das campanhas do PSB na Paraíba, hoje contando com o reforço do PMDB. A concentração do evento começa às 18h, na Avenida Tito Silva, em frente à Praça das Muriçocas, no bairro de Miramar. De lá, acompanhado por uma multidão e por centenas de lideranças políticas de todo o Estado, Ricardo segue para a Avenida Epitácio Pessoa, até o Busto de Tamandaré.

Prefeito Nilson Lacerda reuniu militância que entusiasmada vai buscar a vitória de Cássio, neste segundo turno, em Conceição...

O prefeito Nilson Lacerda (PSDB) promoveu encontro com sua militância, na noite de ontem (21), para passar algumas orientações com relação à reta final da campanha e focar no objetivo de vencer as eleições neste segundo turno na cidade. 
Muita gente compareceu à reunião e saiu de lá bastante entusiasmada para tomar as ruas a partir desta quarta-feira (22) e não descansar até alcançar a vitória do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), no próximo domingo (26).

Senador Cássio é recebido por multidão durante comício em Sousa...

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) promoveu mais um circuito por município do Sertão, ontem (21), quando passou pelos municípios de Lastro, Vieirópolis, Sousa e Cajazeiras. 
Em Sousa, onde participou de comício, uma multidão o saldou numa avenida que ficou pequena para tanta gente. 

Média histórica: diferença entre candidatos ao governo da PB é de 2,1%

Os eleitores da Paraíba podem se preparar para fortes emoções neste domingo (26), pelo menos é o que sugere a média histórica das últimas três eleições estaduais, quando a diferença entre os candidatos foi em média de 2,1% dos votos válidos. O último governador eleito com folga na Paraíba, foi José Maranhão (PMDB), que em 1998 conquistou 80,7% da preferência do eleitorado. De lá pra cá a coisa "apertou" pra todo mundo.
O atual candidato, Cássio Cunha Lima (PSDB), venceu em 2002 e 2006, sempre no segundo turno, com apenas 1,3% de vantagem sobre seus adversários. Em 2002, Cássio venceu Roberto Paulino (PMDB) e obteve 889.922 votos. Já em 2006, o tucano venceu José Maranhão e conquistou o Palácio da Redenção com 1.003.102 votos.
A média "alargou" um pouquinho no segundo turno das eleições de 2010, quando o hoje governador e candidato à reeleição, Ricardo Coutinho (PSB), na época apoiado por Cássio, venceu o então governador José Maranhão com uma diferença de 3,7%, somando 1.079.164 votos, contra os 930.331 do peemedebista.
E neste domingo? Só o tempo vai dizer!

Ao lado de grandes celebridades da música, paraibano Luan Estilizado aparece em vídeo da campanha de Aécio Neves

O cantor e sanfoneiro paraibano Luan Estilizado, aparece e vídeo do guia eleitoral do presidenciável Aécio Neves (PSDB).
Na gravação, cantar com outras celebridades da música a exemplo de Zezé de Camargo e Wanessa Camargo, Sandra de Sá, Fagner, Cesar Menoti e Fabiano, Bruno e Marrone, André Valadão, Tia Anastacia, Chitãozinho e Xororó, entre outros, uma versão da música ‘A Festa’, conhecida nacionalmente na voz de Ivete Sangalo.
Luan é filho do também sanfoneiro Amazan, e é natural de cidade de Campina Grande, no Agreste paraibano.

PEC 31 é aprovada por unanimidade e garante a volta de mais de 500 policiais militares licenciados de forma irregular pelo Estado

PEC 31 Janduhy_Carneiro_deputado
Os deputados estaduais aprovaram, por unanimidade, em dois turnos nessa terça-feira, 21, a PEC 31, de autoria do deputado estadual Janduhy Carneiro (PTN) que possibilita o retorno efetivo de mais de 500 policiais e bombeiros militares que estavam licenciados de forma irregular.
O deputado foi aclamado pela categoria e colocado nos braços, após a aprovação da PEC 31, e juntos comemoraram a nova lei que colocará mais policiais nas ruas da Paraíba. O retorno dos militares licenciados visa suprir uma carência da Segurança Pública Estadual, que registra altos índices de criminalidade e conta com poucos policiais em atividade para atender a demanda em excesso.
A Proposta de Emenda à Constiuição acrescenta o Artigo 48-A e atualiza o texto da Constituição do Estado da Paraíba, incluindo normas de disciplinamento aos integrantes da Polícia Militar da Paraíba (PMPB) e do Corpo de Bombeiros Militar, inclusive, permitindo o retorno dos militares licenciados às corporações. A PEC tinha sido aprovada pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) e agora foi submetida à apreciação dos parlamentares, em plenário, e aprovada em dois turnos de forma unânime.
Segundo o representante da categoria, Walter Lima, “todos os policiais licenciados são concursados e efetivos e esse retorno imediato possibilitará fechar essa lacuna na segurança, sendo uma solução imediata para o combate à violência enquanto os novos concursados da Polícia Militar não realizam o Curso de Formação”, destacou o sindicalista.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Ricardo Coutinho entra com AIJE contra Rede Paraíba de Comunicação

A Coligação 'A Força do Trabalho', encabeçada pelo PSB, tendo o governador Ricardo Coutinho como candidato à reeleição vai impetrar uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral junto ao Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) por abuso de poder de mídia em razão do engajamento da Rede Paraíba de Comunicação em favor da candidatura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) ao Governo do Estado. Para a coligação, é criminosa a forma pela qual o sistema resolveu se engajar na campanha eleitoral do tucano, em desfavor do socialista.
De tão engajado, o Jornal da Paraíba, um dos veículos do grupo, chegou a debochar do eleitorado paraibano ao expor manchete “decretando” empate na pesquisa Ibope que trouxe Ricardo com 48% da intenção de votos e Cássio Cunha Lima com 43%. Sem contar as diárias acusações irresponsáveis de supostas irregularidades no Governo e na campanha do PSB, a maioria extraída do conteúdo do guia eleitoral do tucano, como se fosse uma extensão da comunicação do PSDB.
De acordo com a coligação de Ricardo, na edição desta terça-feira (21), o Jornal da Paraíba expôs manchete sobre tema explorado no guia do candidato do PSDB, foi vetado em razão do conteúdo calunioso e discriminatório.

“Extremamente disputada”, diz Luciano Cartaxo sobre eleição na Paraíba

Direto de João Pessoa - Coordenador da campanha de reeleição de Ricardo Coutinho (PSB) em João Pessoa, o prefeito da Capital avaliou a disputa nesta segunda-feira (20) como sendo muito acirrada: “O que a gente vê hoje é uma eleição extremamente disputada”, disse Luciano Cartaxo.
Sobre o que pretende fazer na campanha de Ricardo em João Pessoa, o prefeito adiantou que não vai alterar muito o cronograma do que já vinha sendo feito e revelou que estará focado na militância e em grupos que não seguiram a candidatura do PSB no primeiro turno.
“É uma semana curta e não dá para fazer grandes mudanças, ou grandes transformações, no ritmo da campanha, apenas vão ser realizadas algumas ações pontuais: mobilizações mais fortes e estabelecer o diálogo com alguns seguimentos que ainda não estão conosco. São ações de motivação da militância.”, disse. Ao lado do irmão Lucélio, que foi candidato ao Senado, e de Lígia, candidata à vice-governadora, Luciano Cartaxo comandou carreata domingo na capital.

Vice-prefeito e vereador de Teixeira anunciam adesão à Cássio e querem aumentar maioria de mais de mil votos obtidas no 1º turno, na cidade.

Vice-prefeito de Teixeira declara apoio a Cássio Cunha Lima
Direto de João Pessoa - O vice-prefeito de Teixeira, Deci Queiroz (PMDB), esteve na tarde desta segunda (20) com o senador Cássio Cunha Lima. Na audiência, Deci comunicou uma decisão tomada em conjunto com suas bases: a partir de agora, engajado na sua eleição. Além do vice-prefeito Deci, quem esteve também com Cássio foi o vereador Carlos de Teína, presidente do PMDB local e que votou no primeiro turno, a exemplo do vice-prefeito, no candidato do PMDB, Vital do Rêgo.
Por não concordarem com a decisão da cúpula partidária pelo apoio ao atual governador, quando ambos declararam ser difícil votar em Ricardo Coutinho por causa das promessas não cumpridas com o município de Teixeira, os dois declaram apoio para Cássio. "Com Cássio, a Paraíba tem certeza de que teremos um governante que trabalha e respeita o povo, ao contrário do atual governador, que insiste em fazer promessas e não cumprir", destacou o vice-prefeito.
Segundo o vereador Carlos de Teína, o compromisso de Cássio com o município diz respeito, essencialmente, à solução para uma grave falta de água que atinge Teixeira, principalmente nas comunidades de Vila Feliz e Pedra do Galo e que o atual governador sempre ignorou as solicitações. Já  vice prefeito Deci, declarou que o apoio dele soma-se agora ao do prefeito Nego de Guri, tendo a certeza que a vitória de mais de mil votos de vantagem alcançada no primeiro turno na cidade será ampliada a partir de agora com a união de todos em prol da candidatura de Cássio.

PB em alerta e sob ameaça de intervenção federal a seis dias das eleições

supremointervencao
Direto de João Pessoa - Faltando seis dias para a eleição do segundo turno, a Paraíba está em alerta podendo, a qualquer momento, sofrer uma intervenção federal. É que o STF – Supremo Tribunal Federal – acionou o governo do Estado a se pronunciar e, consequentemente, abrir vistas para a Procuradoria Geral da República a respeito da decisão extrema.
Deve-se a uma ação impetrada pela Associação Nacional dos Procuradores de Estado (Anape), em 30 de setembro passado. As alegações são de que o governo do Estado descumpriu decisão do Supremo, no caso conhecido da nomeação de procuradores “denorex”. O STF decidiu pela demissão dos advogados nomeados. O governo não deu a mínima.
Mais uma vez, a Anape provocou o STF. Em ofício encaminhado a Suprema Corte do País, a direção nacional da entidade dos procuradores informaram que o governo do “socialista” Ricardo Coutinho segue descumprindo as decisões judiciais. A ação foi protocolada em Brasília pelo procurador-presidente nacional da Anape, Marcelo Tertto, também pela presidente da entidade na Paraíba, Sanny Japiassu.
Conheça o caso
Começou quando a Anape protocolou uma ação contra o Governo Ricardo Coutinho, por causa da contratação de assessores jurídicas para dar pareceres em processos que deveriam ser prerrogativa dos procuradores do Estado. O Supremo julgou pela procedência do pedido. Mas, o Governo RC decidiu recorrer da decisão, e seguiu mantendo os assessores e desconhecendo, e rejeitando os pareceres dos procuradores.
Mas, o Tribunal negou o recurso do Governo, que seguiu se negando a cumprir a decisão judicial. “Diante da reiterada posição do Governo de descumprir as decisões judiciais”, a Anape decidiu acionar o Supremo, alegando crime de responsabilidade do Governo, que é passível da cassação dos direitos políticos e perda de mandato. A ação foi protocolada junto ao Supremo. (Marcone Ferreira)

Ricardo desafiou Cássio a renunciar candidatura se provasse que hospital fechou na atual gestão; Cássio agora cobra renúncia dele diante de prova confirmada por ex-diretor que Hospital fechou em 2012...

Direto de João Pessoa - O programa  do candidato ao Governo, Cássio Cunha Lima (PSDB), desafiou nesta segunda-feira (20) o candidato à reeleição, Ricardo Coutinho (PSB), a renunciar ao projeto de candidatura depois de desafio que ele assumiu com o Tucano para assim proceder que tivera Hospital fechado em sua gestão: ele garantiu que não houve nenhum caso do Governo do PSB. O ex-diretor do Hospital Santa Paula fechado em João Pessoa disse que o fato aconteceu em abril de 2012 – gestão do atual governador.
Diante de um debate acido na TV Correio, Ricardo lançou um desafio ao rival Cássio quando o tucano provocou sobre o fechamento do Hospital Santa Paula, em João Pessoa. RC disse com tanta convicção que não foi no seu governo, que prometeu renunciar à candidatura se provasse que havia sido na sua gestão. “O Santa Paula fechou no governo dele… Não foi no meu governo… No meu governo nenhum hospital na Paraíba foi fechado… Esse desafio está feito…”, desafiou Ricardo.
“[...] Ou eu retiro minha candidatura ou você retira a sua”. Não durou 24 horas do debate para um dos diretores-médico do hospital, Marcelo Queiroga, viesse à boca do palco para dirimir qualquer dúvida.
Marcelo Queiroga: “O Hospital Santa Paula encerrou sua atividade oficialmente no dia 17 de abril de 2012”. O governador Ricardo Coutinho assumiu o governo em 1º de janeiro de 2011.
Bem, resta agora saber se o governador vai cumprir a promessa e, quando irá formalizar a renuncia que pronunciara em seu desafio. Só vale se for antes de domingo, dia da votação do segundo turno.
Confira documento ao lado:

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Depois de CG e Patos, TRE aprova envio de tropas federais para Pombal e Cajazeirinhas devido parcialidade da PM...

Denúncias de parcialidade da Polícia Militar, compra de votos e atos de violência levaram o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) aprovar, por unanimidade, o envio de tropas federais para os municípios de Pombal e Cajazeirinhas. O pedido foi feito pela juíz da 31ª Zona Eleitoral de Pombal, que advertiu sobre a necessidade do reforço policial para as duas cidades. As denúncias sobre a suposta parcialidade da PM diz que a ação de policiais nas cidades estaria beneficiando a coligação 'A Força do Trabalho', encabeçada pelo governador e candidato à reeleição, Ricardo Coutinho (PSB).
A magistrada, em seu pedido, alegou que houve um acirramento nas localidades que chegou a provocar um toque de recolher para evitar problemas mais sérios durante o primeiro turno. Segundo os ofícios enviados pela juíza para o TRE e citados pelo relator, juiz Breno Wanderley, as denúncias também englobam a prática de boca de urna, propaganda irregular, ameaças e intimidações, além de atos de violência denunciados pelo deputado Janduhy Carneiro.
Conforme o relato do juiz relator do processo, o caso é um dos mais preocupantes já analisados nessas eleições, porque, segundo os ofícios, houve muitos incidentes em Pombal e e Cajazeirinhas que resultaram no reconhecimento da própria Polícia Militar de suas limitações. “Denunciaram parcialidade da polícia quando se tratava de coligação situacionista, fator preocupante tendo em vista o histórico de acirramento comum a grandes cidades e em outras eleições foram deferidas tropas para Pombal. Soma-se a isso ilícitos detectados pela juíza que podem aumentar ante a disputa ferrenha mostrada pelas pesquisas”, disse o juiz Breno Wanderley que deferiu o pedido e foi seguido pelos demais membros da Corte.
O TRE já deferiu pedido para as cidades de Campina Grande e Patos, que também terão o reforço das tropas federais.

Ex-presidente da CMJP Severino Paiva promete empenho para garantir a Cássio uma votação mais expressiva neste segundo turno na capital...

Já o ex-presidente Severino Paiva, da Câmara Municipal de João Pessoa, conhecido como Professor Paiva, garantiu empenho total neste segundo turno para eleger o senador Cássio Cunha Lima (PSDB). Segundo ele, Cássio representa a esperança de acabar de vez com as más práticas políticas e a perseguição imposta pelo governador Ricardo Coutinho (PSB), que pleiteia à reeleição
- Estamos trabalhando com afinco para ajudar na eleição de Cássio. Ele é o mais preparado para gerir o Estado e o único capaz de derrotar esse perseguidor que está governando a Paraíba. Estou fazendo minha parte para ajudá-lo – disse Paiva.
Com bases em vários bairros da Capital paraibana, Professor Paiva está trabalhando para garantir a Cássio uma votação ainda mais expressiva neste segundo turno. No pleito inicial, dos 965.397 obtidos pelo tucano na Paraíba, 135.977 foram só em João Pessoa. - A população de João Pessoa já percebeu que Cássio é o candidato com melhores propostas e tenho certeza que ele terá uma votação ainda mais expressiva no segundo turno – garantiu.

Dois vereadores e um suplente anunciam apoio à Ricardo Coutinho...

O governador Ricardo Coutinho (PSB) recebeu mais três apoios na cidade de Poço de José de Mora, nesta segunda-feira (20). Trata-se dos vereadores Chico Canuto (PTB) e Joaquim Paulo (PP) e o suplente Jailson Batista (PTB).
Intermediada pelo ex-prefeito de Cajazeiras, Carlos Antônio (DEM), coordenador da campanha de Ricardo na região de Cajazeiras, as novas adesões foram articuladas, em conjunto, pelas forças de situação na cidade, liderada pela prefeita Aurileide Moura (DEM), e de oposição, que tem à frente o vereador Geraldinho (PTB). 

Procurador Geral de Justiça manda apurar "propinoduto" que envolve o irmão e quatro secretários do governador Ricardo Coutinho

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) abrirá investigação, por meio da Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade Administrativa (Ccrimp), para apurar o suposto esquema de pagamento de propina, flagrado pela Polícia Civil, em 2011, que envolve o irmão do governador do Estado e três auxiliares do Governo. A determinação foi do procurador-geral de Justiça, Bertrand Asfora (foto). Ele, inclusive, determinou que fosse apurado a suposta protocolização da denúncia ao MPPB naquele ano.
O MPPB, por meio da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), informou na tarde desta segunda-feira (20), que encaminhou ao Fórum de Servidores Públicos Civis e Militares do Estado da Paraíba as certidões com as informações solicitadas acerca da existência ou não na instituição de procedimento relacionado ao caso das denúncias de apreensão de dinheiro, no ano de 2011.
As certidões enviadas ao Fórum de Servidores são dos seguintes órgãos do MPPB: Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade Administrativa (Ccrimp), Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), Promotorias de Justiça do Patrimônio Público da Capital, Núcleo de Apoio às Promotorias criminais (NAAPC) e Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial (Ncap).

Justiça apreende veículo com propaganda ofensiva de RC contra Cássio

mandado
Por falar em veículo... no vale tudo do poder pelo poder, o juiz eleitoral Romonilson Alves Gomes, coordenador da 28ª Zona, está implacável em colocar ordem às vésperas da votação de segundo turno para o governo da Paraíba. Nesta segunda (20), o magistrado ordenou a apreensão do veículo F-4000, KLA 8197.
Estava a serviço da coligação “A Força do Trabalho”, encabeçada pelo governador reeleitoral Ricardo Coutinho (PSB). O “Mandato de Busca e Apreensão”, conforme cópia da decisão judicial, é clara e diz que “o veículo estava sendo usado para distribuir propaganda falsa contra o senador Cássio Cunha Lima (PSDB)”.
O juiz Romonilson Alves é o mesmo que pediu tropas federais para o segundo turno das eleições de Patos. O Tribunal Regional Eleitoral acatou de pronto.

Dupla aposta carro de luxo, ou R$ 118 mil, em resultado das eleições na Paraíba: Cássio Cunha Lima x Ricardo Coutinho

João Batista Alves de Lira e Alex Aurélio Dias dos Santos apostaram um veículo Toyota Hilux , ou cento e dezoito mil, baseado em suas opções políticas no segundo turno das eleições estaduais.
Defensor da candidatura de Cássio Cunha Lima (PSDB), João Batista revelou que já ganhou R$ 12 mil no primeiro turno, guando apostou que Pedro Cunha Lima (PSDB) seria o deputado federal eleito mais votado no estado, agora, João quer ganhar R$ 118 mil, caso o tucano vença a disputa.
Alex Auréliano está na torcida pela vitória de Ricardo Coutinho (PSB), caso o socialista vença, ele vai ficar com o veículo. A regra da aposta é que o vencedor será aquele que apostar no governador eleito. Registrada em cartório, os bens já estão sob custódia de um intermediador da aposta.

Acabou mistério: MP desmente governador e diz que Ricardo não enviou pedido pra investigar esquema de propina envolvendo irmão e secretários

Mensalão-forum-no-mp
Acabou o mistério. Pelo menos uma parte dele. A verdade é que, após pesquisar em vários órgãos internos, o Ministério Público do Estado respondeu ao Fórum dos Servidores da Paraíba não ter encontrado o pedido do governador Ricardo Coutinho, para investigar a denúncia de que quatro de seus auxiliares, incluindo seu irmão, Coriolano, fazia parte de um esquema de pagamento de propina…
O caso ficou mais conhecido como o propinoduto. Em sua resposta ao Fórum, o MPE revela ter consultado “a Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), a Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade Administrativa (Ccrimp), Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), Promotorias de Justiça do Patrimônio Público da Capital, Núcleo de Apoio às Promotorias criminais (NAAPC) e Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial (Ncap)”.
“Foi feito um levantamento minucioso nos setores competentes do Ministério Público, inclusive naqueles não informatizados, pelos responsáveis legais de cada órgão e estamos dando a resposta à solicitação do Fórum de Servidores dentro do prazo que estipula  a Lei de Acesso à Informação”, oficiou o procurador-geral Bertrand de Araújo Asfóra. Como se sabe, o governador Ricardo Coutinho alegou, em sua defesa, ter acionado o Ministério Público, em junho de 2011, para apurar a suspeita do esquema de pagamento de propinas a seus auxiliares. Agora, o MPE nega.

O vídeo – Vazou na Internet vídeo dos depoimentos ocorridos, na noite de 30 de junho de 2011, quando durante uma blitz, policiais detiveram uma Volkswagem Fox de placas DYE-5922, onde encontraram R$ 81 mil e alguns documentos que, supostamente, revelariam um esquema de pagamento de propina a quatro auxiliares do governador Ricardo Coutinho.
No vídeo é possível conferir o depoimento do motorista que conduzia o veículo. Durante seu depoimento, um dos investigadores indaga: “O que você estava fazendo com altos valores em dinheiro dentro do seu carro, estacionado?” Ele se recusou a informar o que estava fazendo com o numerário. O detalhe ficou consignado no boletim de ocorrência.
A detenção ocorreu nas proximidades da Favela Boa Esperança, onde havia uma lombada eletrônica. O dinheiro estava em pacotes de R$ 5 mil, com cédulas de R$ 50. Ainda no depoimento, o motorista afirmou que todo o dinheiro em referência era de propriedade de um advogado.

A denúncia – Em 30 de junho de 2011, durante a realização de uma blitz de rotina, os policiais mandaram um motorista parar para averiguações. De forma inesperada, ele tentou evadir-se, mas não conseguiu furar o cerco policial.
Dentro de um veículo, os policiais encontraram R$ 81 mil, em espécie. O dinheiro tinha sido sacado numa agência do Banco do Brasil, em Recife. Junto, os policiais encontraram um papel branco com as seguintes marcações: G – 28.000,00; L – 10.000,00; C – 39.000,00; Dra. Laura 4.000,00. Somando, totalizava precisamente… R$ 81 mil.
No curso das investigações, descobriu-se que “G” seria de Gilberto Carneiro (procurador geral do Estado, “L ” de Livânia Farias (secretária de Administração), “C” – Coriolano Coutinho (Irmão do governador) e Dra. Laura (Farias) da Sudema. Mas, então, aconteceu algo inexplicável e paranormal: o inquérito que deveria ser remetido ao Ministério Público, sumiu.
Confira a resposta do Ministério Público com as certidões… CasoPropinaRespostaMP

Comerciante condena perseguição contra prestadores nas repartições do estado em Itaporanga, patrocinadas pelo prefeito e o governador...

O comerciante Erisvaldo Caiana, popularmente conhecido em todo o Vale do Piancó por Caiana Celular, se dirigiu até os estúdios da Rádio Pedra Bonita para participar do Tribuna PB desta segunda-feira (20), oportunidade em que expressou toda sua indignação à perseguição que ve sofrendo em Itaporanga por parte do governador Ricardo Coutinho (PSB) e do prefeito Audiberg Alves (PTB), ambos que receberam apoio do próprio comerciante em suas respectivas eleições.
A indignação do comerciante se deu pelo fato de ter visto ontem, no debate da TV Correio, quando o governador Ricardo Coutinho afirmou não ter demitido nem perseguido. Caiana citou como exemplo a demissão de sua própria esposa, que prestava serviço no Hospital Distrital de Itaporanga e foi sumariamente perseguida pela atual direção sob determinação do prefeito, atendido pelo governo. Dezenas de ouvintes ligaram pra emissora para registrar outros casos.
"Não posso aceitar o governador Ricardo Coutinho dizer o que disse ontem no debate, que não demitiu nem perseguiu ninguém. Ele está mentindo por que eu sou o exemplo mais claro da perseguição política que acontece em Itaporanga. Assim como muitas outras pessoas, minha esposa foi demitida por que nós votamos em Cássio. E o voto não é livre? Agora, vir dizer que não persegue é mentir deslavadamente. Itaporanga tem assistido atos de perseguição como jamais visto em sua história. E olhe que eu fiz campanha para o prefeito e acabei desse jeito. Quantas e quantas outras pessoas ele não enganou. É só andar pelas ruas e registrar dezenas de casos", comentou.
"Só quero deixar claro que tenho como sobreviver por que trabalho. Tenho meu comércio, como toda região sabe. Muitas dessas pessoas que o prefeito colocou agora no estado foi só pra enganar, pra poder ganhar o voto, estão sendo enroladas. Não tenho inimizade com ninguém. Tenho muitos amigos que votam em Ricardo. O voto é livre. Agora jamais posso concordar quando dizem que não há perseguição. Mas Deus é maior do que tudo isso", disse Caiana.

Deputado Manoel Júnior solta o verbo e alfineta Veneziano e Vitalzinho

O deputado federal Manoel Júnior (PMDB) soltou o verbo, nesta segunda-feira (20), e falou sobre o processo de mudança de opinião de colegas do partido, que deixaram de lado o discurso de oposição e firmaram aliança com o PSB, do governador e candidato à reeleição, Ricardo Coutinho.
“Eu não mudei de lado. Continuo do mesmo lado. Eles que mudaram”, disparou Manoel Júnior durante entrevista à Rádio Correio Sat. O parlamentar alfinetou os irmãos Vital do Rêgo e os considerou os infiéis do partido. “Acho que infiel é aquele [Veneziano] que teve 78 mil votos e o irmão [Vital] teve 17 mil [em Campina Grande]”, falou.

Dataprev lança edital e abre concurso com 322 vagas para a Paraíba...

A Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev) divulgou edital de concurso público para 4.016 vagas em cargos de níveis médio e superior, sendo, destas, 322 para João Pessoa, na Paraíba, para o cargo de analista da tecnologia da informação. Todas as oportunidades são para cadastro de reserva. As remunerações vão de R$ 3.129,73 a R$ 6.395,39. Do total das oportunidades, 10% são para pessoas com deficiência e 20% são para negros e pardos.
As inscrições devem ser feitas pelo site www.quadrix.org.br no período de 20 de outubro a 17 de novembro. A taxa é de R$ 50 para nível médio e R$ 80 para nível superior. Além de João Pessoa, a oportunidades são para as cidades do Rio de Janeiro, Florianópolis, Fortaleza, Natal, São Paulo, Boa Vista, Macapá, Palmas, Porto Velho, Rio Branco, Aracaju, Salvador, Vitória, Belo Horizonte, Campos Grande, Cuiabá, Belém, Manaus, Goiânia, Curitiba, Porto Alegre, Maceió, Recife, São Luis, Teresina e Brasília.
A seleção será feita por meio de prova objetiva, prova discursiva e prova de títulos, somente para nível superior. As provas objetiva e discursiva serão aplicadas na data provável de 14 de dezembro. No ato da inscrição, o candidato deverá optar por uma das 26 capitais ou o Distrito Federal para realizar as provas. O concurso terá validade de 2 anos e poderá ser prorrogado, uma vez, por igual período.
Clique aqui para conferir o edital.

Ipespe/Jornal da Paraíba registra mais uma pesquisa de intenção de votos para ser divulgada no sábado, véspera de eleição...

O Jornal da Paraíba registrou mais uma pesquisa de intenção de votos para governador do estado no segundo turno das Eleições 2014 nesta segunda-feira (20). A divulgação da pesquisa está prevista para o próximo sábado (25), dia anterior ao pleito. Deverão ser entrevistados, pelo Instituto de Pesquisas Sociais Políticas e Econômicas (IPESPE), 1.500 eleitores entre os dias 23 e 24 de outubro. Esta é a segunda pesquisa registrada a ser feita pelo IPESPE para o segundo turno.
A área física de realização da pesquisa é o conjunto dos seguintes municípios do Estado da Paraíba: João Pessoa, Mamanguape, Sapé, Santa Rita, Bayer, Itapororoca, Jacaraú, Mari, Conde, Lucena, Pedras de Fogo e Caaporã na Mata Paraibana; Campina Grande, Solânea, Esperança, Alagoa Grande, Guarabira, Itabaiana, Cuité, Pocinhos, Cacimba de Dentro, Areia, Araçagi, Mulungu, Massaranduba, Fagundes, Gurinhém e Aroeiras no Agreste Paraibano; Monteiro, Santa Luzia, Picuí, São Vicente do Seridó, Taperoá e Boqueirão na Borborema; e São Bento, Cajazeiras, Souza, Patos, Jericó, São João do Rio Peixe, Uiraúna, Aparecida, São José da Lagoa Tapada, Mãe D'Água, Piancó, Itaporanga, Conceição, Princesa Isabel e Teixeira, no Sertão Paraibano.

TRE pune guia de RC e concede direito de resposta à Cássio, por mentira sobre cassação; De acordo com MP, "nunca houve condenação de Cássio por crime eleitoral".

TRE condena Ricardo a perda de tempo em guia eleitoral e concede direito de resposta a Cássio
Faltando seis dias para as decisivas eleições do segundo turno, foi despachado na manhã desta segunda-feira, 20, os dois primeiros direitos de resposta autorizados pela Justiça Eleitoral na presente campanha pelo Governo do Estado. Por decisão monocrática terminativa da juíza Niliane Meira Lima, do Tribunal Regional Eleitoral, o candidato Cássio Cunha Lima (PSDB) obteve liminar para fazer uso de espaço no guia eleitoral de dois programas de rádio do concorrente Ricardo Coutinho (PSB).
A punição da Justiça Eleitoral ao guia de rádio de Ricardo Coutinho – com perda de dois minutos em dois programas – é por conta da mentira (tecnicamente estabelecida como “uma inverdade sabidamente inverídica) em relação ao processo de cassação de Cássio, em fevereiro de 2009.
Segundo o guia de Ricardo, a cassação teria se dado por conta de prática de  “crime eleitoral”. Na defesa do tucano, a coordenação jurídica observou que os termos utilizados no programa radiofônico do governador-candidato “seriam, além de reprováveis, totalmente inverídicos”.
A juíza Niliane Meira recorre a parecer do Ministério Público para referendar sua sentença contra a coligação de Ricardo Coutinho. Segundo o MP, está claro que nunca houve condenação de Cássio por crime eleitoral, “embora a imprensa sensacionalista e desconhecedora dos termos técnicos jurídicos tenha divulgado”.
Em novo trecho, a magistrada faz nova crítica a postura do guia de rádio de Coutinho, ao observar que  “o Guia busca dividendos eleitorais, afirmando condenações inexistentes quanto ao representado”.

Resistência inicial da mãe dona Silvia não impediu o deputado eleito com mais votos na Paraíba, Pedro Cunha Lima de se tornar político...

Mesmo com a mãe desestimulando o tempo todo, o deputado federal eleito, Pedro Cunha Lima (PSDB), o mais votado da Paraíba, encarou o desafio de entrar na política. “Ela pediu que eu seguisse outro caminho, que seria mais tranquilo, com mais convívio familiar. A política exige por inteiro, e a partir de agora, existe uma cobrança enorme de representar isso”, declarou o deputado eleito.
Ele lembra, ainda, que a mentalidade da mãe, dona Silvia [na foto ao lado de óculos escuros no banco traseiro do carro] mudou depois de um tempo, e ela passou a apoia-lo, quando viu que não tinha jeito. “Ela percebeu que a política é um instrumento de mudança positiva que, infelizmente, está desgastada. Mas todos nós temos propósitos, e acredito que com este ponto de partida eu não poderia virar as costas para a minha vocação”, disse.
Uma vocação que ele sentiu mesmo sem ter sofrido qualquer cobrança para ser sucessor de seu pai, o senador e candidato ao governo da Paraíba, Cássio Cunha Lima (PSDB) e de seu avô, o ex-governador Ronaldo Cunha Lima. “Nunca sofri qualquer cobrança neste sentido. Este também não foi meu sonho de criança. Foi a responsabilidade chegando e isso me fez perceber que existia a possibilidade de eu dar uma contribuição, conduzir uma bandeira de esperança e de vários sonhos”, disse.
Ele lembrou que, nesta sua primeira eleição, foi uma surpresa ter uma votação tão expressiva. “Todos temos um ponto de partida. Nunca me candidatei a nada e ter votação expressiva me senti feliz. Esta votação não é minha, mas das pessoas que me elegeram. A minha parte começa a partir do ano que vem, quando começa o meu trabalho”, concluiu.

A decisão foi para os pontos: Um debate com gosto de quero mais...

O próximo embate entre Cássio e Ricardo será nesta terça-feira (21), no debate das TVs Cabo Branco/Paraíba.
Cássio e Ricardo se enfrentam em debate
Não é a toa que a arte bancada por Dana White faz tanto sucesso e o Combate é o canal por assinatura mais vendido no Brasil.
O primeiro debate do segundo turno de 2014 entre Ricardo Coutinho e Cássio Cunha Lima mostrou aos paraibanos algo diferente das eleições anteriores: um enfrentamento de igual para igual. Aqueles dois debatedores livres, leves e soltos das eleições anteriores não compareceram a TV Correio. Visivelmente tensos e ansiosos, fizeram o que estava no script: ataques para elevar a rejeição do adversário.
Debater com José Maranhão não era o parâmetro ideal para avaliar os desempenhos de Cássio e Ricardo. Apesar da competência comprovada de Maranhão como homem público, nunca foi muito afeito as câmeras, carrega uma dicção lenta e uma falta de "timing" com o cronometro.
Faltava o tira-teima. E ele veio, mas ficou um gostinho de quero mais. Diria no boxe que a decisão foi para os pontos, porque não houve nocaute.
Ricardo sapecou em Cássio acusações de forte apelo popular como o acidente em caminhão pau de arara que matou 13 estudantes na região de Sousa em 2006. A recíproca foi verdadeira quando o tucano acusou Ricardo de tirar proveito até de pessoas falecidas, cravando "oito vezes" no adversário a palavra "oportunista" durante o debate. Acusado pelo socialista de agir como "um ator", o tucano também carimbou no adversário a expressão "máscara republicana". 
Cássio também acusou Ricardo de dar fim a um inquérito sobre um suposto esquema de pagamento de propina que envolvia Coriolano Coutinho, irmão do governador, entre outros auxiliares de sua confiança. Ricardo devolveu o ataque em doses cavalares lembrando o cometimento de crimes impunes por membros da família Cunha Lima. Foi o suficiente para Cássio dizer que o ex-aliado atacava a memória do poeta Ronaldo, de quem teria beijado a mão implorando pelo seu apoio em 2010. O fato foi negado pelo socialista, acrescentando que foi Cássio quem veio pedir o seu apoio numa reunião em um hotel em Recife, citando Nonato Bandeira como fiador do suposto encontro.
Nonato Bandeira, aliás, foi citado por Cássio junto com Luciano Agra como outras vítimas do "oportunismo" do atual governador. RC passou o troco com a mesma intensidade e insinuou que o tucano teria traído Cozete Barbosa, Felix Araújo e até Ulisses Guimarães. 
Um debate que ficará para a história. Registro um justo cumprimento ao Sistema Correio/Record pela organização e pelo formato solto dos debates, permitindo ao mediador Heron Cid cumprir a sua missão do bom árbitro, aparecendo pouco. E para quem torce por um lado ou pelo outro, haja coração! (com Ytalo Kubitschek)

domingo, 19 de outubro de 2014

Em debate marcado por troca de acusações, Ricardo refere-se ao episódio do Gulliver e Cássio o chama de oportunista por beija mão de Ronaldo e implorar seu apoio em 2010

O debate promovido pela TV Correio no final da tarde deste domingo (19) entre Cássio Cunha Lima (PSDB) e Ricardo Coutinho (PSB) foi marcado pela troca de acusações e denuncias e poucas propostas. Entre as acusações, sobrou até para o lado pessoal e familiar.
Respondendo a uma pergunta sobre a utilização de presidiários em sua campanha, o governador Ricardo Coutinho fez insinuações sobre crimes na família do senador Cássio se referindo ao episódio do Gulliver, onde o ex-governador Ronaldo Cunha Lima atirou no também ex-governador Tarcisio Buriti. Cássio repudiou a atitude  de Ricardo e lembrou que em 2010, o governador foi várias vezes no apartamento de Ronaldo onde beijava sua mão e implorava pelo apoio do tucano para se candidatar a governador.
Cássio acusou no final Ricardo de ser oportunista e de comandar uma rede de corrupção na saúde da Paraíba, privilegiando ONGs envolvidas em corrupção. "Ele cria uma série de números, todos tirados de sua cabeça e tenta confundir a cabeça do eleitorado. Você age como um chefe político, que anuncia ter uma vida republicana, mas tem um governo envolvido em corrupção e escândalos", afirmou o candidato da Coligação "A Vontade do Povo".
Ele afirmou que o governador não pode se orgulhar de ter um governo republicano, porque prometeu 40 anos em quatro e o povo da Paraíba desaprovou o governo. "Você perdeu a eleição no primeiro turno. As oposições tiveram mais votos do que você", disse. "Você é um oportunista que usa o poder para perseguir os pequenos. Nós vamos fazer um governo voltado para os paraibanos, respeitando as pessoas, os funcionários públicos", garantiu.
O senador condenou o governador por ter trazido para o debate o acidente que vitimou estudantes de Uiraúna. "Você usa a morte de estudantes de uma forma oportunista", afirmou. O socialista questionou o tucano sobre o investimento que ele fez com armamento na época em que foi governador.
Cássio convidou Ricardo para visitar sua página na internet e conhecer os investimentos que fez na área e lembrou que o estado de São Paulo doou para a Paraíba, no atual governo, 400 pistolas para o uso da polícia. Ele também se comprometeu a convocar os concursados e promover novos concursos para delegados e agentes da polícia civil.

Transtornado, Gobira retira ‘apoio’ que nunca dera a Ricardo e diz que se mantém neutro neste segundo turno. Veja:

Durou pouco, muito pouco. Menos de 24 horas. Na verdade, armaram para cima de Antônio Gobira (Psol), apontado como o fenômeno das eleições para a Câmara Federal. Sapateiro, sem nenhuma estrutura de campanha, obteve mais de 50 mil votos. Ele ficou transtornado com uma brincadeira de mau gosto, que ele atribui ter sido promovido pelo ex-prefeito de Cajazeira, Carlos Antônio (DEM) que é coordenador da campanha do governador Ricardo Coutinho (PSB) na região de Cajazeiras.
A ideia era transformar Gobira em um dos apoiadores da candidatura oficial no segundo turno das eleições para o governo da Paraíba. Conforme ele, “até adesivo do candidato colocaram em minha testa e fizeram uma foto”. Ainda jogaram nas redes sociais. Gobira reagiu: “Quero dizer que continuo neutro no segundo turno e não aceito que coloque o retrato de Ricardo Coutinho na minha, pois não apoio candidato de Carlos Antônio”, disse. Agora, confira abaixo áudio do transtornado Gobira:

Câmara de Diamante homenageia professores e aprova regulamentação de transporte para universitários que estudam em Patos

Em sessão realizada neste sábado (18) a Câmara Municipal de Diamante prestou homenagens aos professores Adenildo Teixeira, Edson Franco e Hérmes Filho, que receberam Votos de Aplausos, ambos com vasta biografias acadêmicas e trajetória de vida semelhantes. Também houve a outorga do Título de Cidadã Diamantense a professora Fátima Dantas, que é natural de Santa Luzia, mas há três décadas tem contribuindo com a formação educacional no município.
Os requerimentos para votos de aplausos foram apresentados pelo vereador Alan Deivid (PT), que é presidente da Casa, enquanto, o título de cidadania diamantense foi proposto pelo vereador coronel Fonseca. Também aprovaram, por unanimidade, projeto de lei que regulamenta o transporte dos estudantes universitários que se deslocam diariamente para a cidade de Patos. Uma comissão de alunos participaram da sessão para acompanhar a votação da matéria.

Ex-prefeita de São José dos Ramos deixa RC e anuncia adesão à Cássio...

A ex-prefeita de São José dos Ramos, Cida Amorim, anunciou na noite desta sexta-feira (17) sua adesão à candidatura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB). No primeiro turno das eleições ela havia votado no candidato à reeleição Ricardo Coutinho (PSB), mas agora resolveu mudar de lado.
“Cássio é o melhor para a Paraíba e por isso estou aderindo a sua candidatura ao governo da Paraíba. Cássio vai vencer as eleições porque tem o melhor discurso e sabe o que quer para a Paraíba”, disse a ex-prefeita.
Na noite desta sexta-feira, Cida Amorim foi esperar o senador – que estava a caminho de Itabaiana - na entrada de São José dos Ramos. Após cumprimentar o senador, Cida reafirmou em alto e bom som que não apenas votará como trabalhará firmemente para a vitória do tucano no próximo dia 26.