segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Itaporanga: Órgãos municipais devem parar atividades a partir dessa semana por conta do desmantelo administrativo enquanto o prefeito após anunciar demissão em massa viaja para turismo em Portugal...

Vários órgãos públicos municipais de Itaporanga devem parar de prestar serviços e atender ao público a partir desta segunda-feira (14). Fruto do descontrole administrativo causado pela atual gestão municipal, que causou atraso de salários e exoneração de dezenas de pessoas que ocupam cargos em comissão, além de prestadores de serviço. O próprio prefeito Audiberg Alves (PTB) reconheceu, no fim de semana, que a coisa está descontrolada e a solução mais rápida que pode buscar é a demissão dos servidores que colocara em excesso na administração. O Samu, o Centro Médico Dr. Manoel Maia, dentre outros órgãos devem fechar as portas essa semana.
E Audiberg não pode dizer que pegou uma herança maldita, ao assumir o governo municipal em 2013. Pelo contrário, além de dezenas de obras em andamento recebeu os cofres do município com mais de R$ 1,3 milhão em contas bancárias. E foi agraciado por ser prefeito num momento ímpar para as contas públicas, pois assim que assumiu o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) à que Itaporanga tem direito teve um aumento em torno de R$ 300 mil mensais, graças a novo cálculo populacional do IBGE que resultou no aumento de 1% o repasse do FPM. Desde 2013, Itaporanga recebeu mais de R$ 43 milhões de repasses da União.
Para piorar a situação e ficar no lado 'cômico', com direito a 'tragédia' anunciada, segundo informações, o prefeito após anunciar demissão em massa quer sair à francesa e deve embarcar ainda nessa segunda para Portugal, onde vai desfrutar a gastronomia lusitana e o clima mediterrâneo. O nobre prefeito itaporanguense vai apreciar desde a vibe descontraída de Lisboa, repleta de monumentos alusivos aos tempos áureos do país, até à beleza majestosa de Sintra, aos vinhos do Porto, à movida universitária de Coimbra, aos canais de Aveiro, às colinas verdejantes que terminam em cidades medievais como Óbidos, às praias do Algarve ou às paisagens das ilhas deitadas sobre o Atlântico (nos arquipélagos da Madeira e dos Açores).
Vai ver Audiberg se cansou de passear em Gramado (RS), entre outros pontos turísticos no Brasil, para receber àqueles famosos 'prêmios' que é vendido para os gestores se iludir e tentar iludir o povo como tendo sido escolhido entre os 'melhores do país'. Há empresas que começam a vender esses 'prêmios' com apenas três meses de gestão e não é que há prefeitos que acreditam. Se brincar Audiberg retorna de Portugal com um 'prêmio' na mão e ainda fará festa para dizer que foi escolhido entre os melhores prefeitos do mundo. Duvido nada, nadinha...

2 comentários:

Taylane Karlla disse...

É uma pena q ainda tem pessoas (babãos) , que fica querendo insinuar q isso é notícia sem "fundamento " . Só ñ vê quem ñ quer . #AcordaItaporanga #AcordaBrasil

Taylane Karlla disse...

É uma pena q ainda tem pessoas (babãos) , que fica querendo insinuar q isso é notícia sem "fundamento " . Só ñ vê quem ñ quer . #AcordaItaporanga #AcordaBrasil